segunda-feira, 09 de agosto de 2021

Os criminosos portavam uma réplica de fuzil para ostentar poder de fogo e são suspeitos de assassinarem mãe e filho no dia 29/07/2021, na cidade

Policiais militares do 2º BPM prenderam três elementos com drogas e armas de fogo na tarde de sábado 07, na cidade de Timbaúba/PE. Eles estavam com mandados em aberto e são suspeitos de terem assassinado mãe e filho, crime ocorrido na cidade no fim do mês de julho/2021. Na ocasião, bandidos invadiram a casa e atiraram nas vítimas que ainda chegaram a serem socorridas, mas não resistiram aos ferimentos e morreram.

Conforme a Polícia Militar, foi obtido informações que os gerentes do tráfico de drogas de Timbaúba estavam no Alto do Cruzeiro portando armas de fogo e traficando entorpecentes e havia contra eles mandados de prisões, como também a suspeita de serem os executores do duplo homicídio ocorrido na cidade, dias atrás.

Dessa forma, foi desencadeada uma operação policial para captura dos elementos e durante as diligências foi visto um dos indivíduos numa residência com uma espingarda, o local foi cercado sendo que havia mais outros dois no interior. Na oportunidade foi preso J.R.S.S., 20 anos, vulgo “Nêgo Ito”, J.D.S.E.S., 18, e o adolescente M.M.S., de 16, ambos com mandados em abertos.

Ainda segundo a polícia, com eles foram apreendidos: uma pistola calibre 380 com 12 munições e numeração suprimida; um revólver calibre 38 com 16 munições; uma espingarda calibre 12 com 04 cartuchos intactos; uma réplica de fuzil; vinte e seis munições calibre ponto 40; 185 pedras de crack; três rádios comunicadores; capa para colete balístico; R$ 99,00 em espécie; caderneta com anotações do tráfico de entorpecente e diversas bolsas para embalar drogas.

Os elementos e os materiais apreendidos foram levados à delegacia de polícia para registro do flagrante pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo, tráfico de entorpecente, associação criminosa, sendo também cumprido os mandados de prisões e recolhimento do adolescente.

quinta-feira, 20 de maio de 2021

A Polícia Federal, através de sua Delegacia de Combate à Corrupção e Crimes Financeiros, deflagrou, nesta quinta-feira (20/05/2021), a Operação denominada “DESMAME II”, com a finalidade de desarticular organização criminosa voltada à prática de fraudes em licitações, desvio de recursos públicos e lavagem de capitais.

Ao todo são 22 policiais federais cumprindo 04 Mandados de Busca e Apreensão expedidos pela 25ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Goiana – PE, nas cidades de Recife/PE e Timbaúba/PE.

As investigações indicaram que, nos anos de 2013 a 2016, houve fraude nos processos licitatórios realizados pela Prefeitura de Timbaúba-PE para aquisição de medicamentos e materiais odontológicos e hospitalares com recursos destinados ao Sistema Único de Saúde.

Inicialmente, verificou-se que das 7 licitações realizadas com o objetivo acima citado 06 foram vencidas pela mesma empresa, a qual teria apresentado proposta com preços até 50% inferiores aos preços de referência contidos nos editais de publicação dos certames e impraticáveis no mercado do ramo, angariando o montante de R$ 7.916.744,00 (sete milhões, novecentos e dezesseis mil, setecentos e quarenta e quatro reais).

Ademais, através da análise dos processos licitatórios correspondentes, foram identificados vários indícios de direcionamento e de fraude ao caráter competitivo das licitações analisadas.

Por meio do aprofundamento da investigação, encontraram-se diversos vínculos entre a empresa fraudulentamente contratada e políticos do município contratante, como a existência de movimentações financeiras milionárias entre empresas do grupo econômico de um dos políticos envolvidos e a distribuidora de medicamentos contratada pela Prefeitura de Timbaúba-PE.

Após a deflagração da 1ª fase da Operação Desmame, ocorrida no dia 03 de fevereiro de 2021, foi possível robustecer os elementos de prova, fortalecendo os indícios de utilização de pessoas interpostas (“laranjas”) para fins de ocultação das vantagens ilícitas obtidas pela organização criminosa, em prejuízo aos recursos públicos destinados à saúde dos cidadãos timbaubenses.

Os envolvidos irão responder pelos crimes de fraude à licitação, falsidade ideológica, peculato, lavagem de capitais e organização criminosa, a depender do grau de participação nos fatos apurados.

Da Polícia Federal

quarta-feira, 03 de fevereiro de 2021

Na manhã desta quarta-feira (03/02/2021), a Polícia Federal deflagrou a “Operação Desmame”, visando apurar suspeita de crimes contra a administração pública e lavagem de dinheiro relacionados a contratos de fornecimento de medicamentos e material hospitalar ao município de Timbaúba/PE, entre 2013 e 2016, no valor total de R$ 7,9 milhões.

A investigação foi iniciada a partir da instauração de inquérito policial há quatro anos, quando a PF recebeu denúncia anônima e averiguou a procedência das suas informações, as quais noticiavam direcionamento em licitações, com favorecimento a uma distribuidora sediada em Timbaúba/PE, e irregularidades na execução de contratos que contavam com aporte de recursos federais do Sistema Único de Saúde.

Durante as investigações, a PF confirmou em parte a denúncia, obtendo evidências de favorecimento à distribuidora, e ainda averiguou que, no período dos contratos com o município de Timbaúba, a mesma realizou diversas transações financeiras com empresas do grupo empresarial de um dos prefeitos da cidade à época dos fatos.

Os alvos da operação são políticos, empresários, servidores e ex-servidores da Prefeitura de Timbaúba, dentre os quais os prefeitos do município que se sucederam no período sob investigação.

Para o cumprimento de mandados de busca e apreensão em dez endereços em Recife, Olinda e Timbaúba, foram alocados cerca de 50 policiais federais. Há suspeitas da prática de crime de fraude à competitividade em processos licitatórios, desvio de recursos públicos praticado por prefeitos e lavagem de dinheiro, cujas penas, somadas, podem chegar a 26 anos de prisão.

Fonte: Polícia Federal

sábado, 04 de abril de 2020

O Ministério Público Eleitoral recomendou aos agentes políticos, como prefeitos, secretários municipais e vereadores que, mesmo havendo exceção permissiva diante da decretação de calamidade pública do Covid-19, a concessão de benefícios a pessoas físicas e jurídicas deve ser caracterizada por critérios objetivos. A medida visa assegurar que não aconteçam transgressões à legislação eleitoral, tendo em vista que 2020 é ano de eleições municipais.

“A situação estabelecida pela crise gerou um grave impasse, vários cidadãos carentes vão precisar da ajuda dos gestores municipais para sobreviver neste período de desafio, mas a legislação eleitoral não permite, em ano eleitoral, a distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios por parte da administração pública. Para que não haja critérios políticos na escolha dos cidadãos beneficiados, os prefeitos devem adotar critérios objetivos e comunicar ao promotor da cidade como está procedendo”, defendeu o procurador-geral de Justiça Francisco Dirceu Barros. As orientações foram fixadas pela Recomendação Conjunta PRE-PGJ nº01/2020, publicada no Diário Oficial de 1º de abril

A primeira medida a ser adotada pelos gestores municipais é apresentar às Promotorias Eleitorais os fatos que motivaram a situação de emergência, uma relação dos bens ou valores que pretendem distribuir e o público ao qual se destinam os benefícios.

A continuidade dos programas sociais está assegurada, desde que tais programas tenham sido instituídos e tenham execução orçamentária desde 2019; isso significa que os prefeitos e secretários não podem criar programas sociais novos em pleno ano eleitoral. Os membros do Ministério Público Eleitoral vão atentar, porém, para o desvio de finalidade de tais programas sociais, a fim de impedir que essas políticas públicas sejam utilizadas para promover candidatos, partidos ou coligações políticas ou para repassar verbas públicas a entidades ligadas a candidatos, partidos ou coligações.

Por meio da recomendação, os representantes do MP também orientaram os presidentes das Câmaras de Vereadores que não deem prosseguimento à votação de projetos de lei que permitam a distribuição gratuita de bens, valores e benefícios, conforme a vedação expressa da Lei Eleitoral.

Os agentes políticos que descumprirem as vedações da legislação eleitoral estarão sujeitos a multa, que varia de R$ 5 mil a R$ 106 mil, e à cassação do registro ou diploma dos candidatos beneficiados pelas práticas irregulares.

As recomendações eleitorais foram publicadas no Diário Oficial do MPPE desta sexta-feira (3).

quarta-feira, 04 de março de 2020

A Polícia Federal em Pernambuco através do GRCC-Grupo de repressão a Crimes Cibernéticos, deflagrou na manhã de ontem, dia 03/03/2020, por volta da 6h, a Operação Help IX com vista a combater a pornografia infantil na internet. As investigações tiveram início em 2019 pela URCOP-Unidade de Repressão a Crimes de Ódio e Pornografia Infantil na Internet do SRCC-Serviço de Repressão a Crimes Cibernéticos e  conseguiu identificar que um funcionário de uma empresa que fica localizada no bairro de  Piedade e um usuário com endereço residencial em Timbaúba/PE, estariam compartilhando e armazenando em seu computador, aproximadamente 640 arquivos de imagens ou vídeos contendo cenas de sexo explícito ou pornográficas envolvendo criança ou adolescente.

De posse dessas informações duas equipes de policiais federais deram cumprimento a 02 mandados de busca e apreensão expedidos pelos Juízos da 4ª e 25ª Varas Federal de Recife e Goiana/PE, nos bairros de Piedade-Jaboatão dos Guararapes/PE (empresa) e em Timbaúba-PE (residência).

No endereço da empresa não foi encontrado nenhum material suspeito, porém no endereço residencial em Timbaúba/PE foi realizada a prisão em flagrante de um pedreiro de 31 anos, natural e residente em Timbaúba/PE e apreendido 02 discos rígidos e um aparelho celular, em virtude de uma perícia preliminar ter detectado a presença de armazenamento de material pornográfico infantil em seu comutador, o que ensejou sua prisão em flagrante pelo crime contido no Estatuto da Criança e do Adolescente (Artigo 241-B da Lei 8.069/90) por adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente – (pena – reclusão, de 1 a 4 anos).

Após a autuação, o preso realizou exame de corpo de delito no IML-Instituto de Medicina Legal e foi liberado mediante pagamento de fiança no valor de 4 salários mínimos (R$ 4.180) e vai responder ao processo em liberdade, ficando à disposição da Justiça Federal.

Em seu interrogatório o preso informou que há cerca de um ano começou a baixar arquivos de pornografia infantil na internet depois de se aperfeiçoar como usuário na deepweb (internet fechada onde existe grande concentração de usuários que praticam crimes e que não é possível ser acessar o seu conteúdo por programas de buscas convencionais). Disse também que não sabia que estava disponibilizando os arquivos de pornografia infantil na internet com imagens e vídeos contendo cenas de sexo explícito ou pornográficas envolvendo criança ou adolescente, porém negou ter molestado alguma criança. Por fim, disse que nunca foi preso ou processado anteriormente.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

Uma mulher foi assassinada na tarde desta quinta-feira (9), no município de Timbaúba, na Mata Norte de Pernambuco.

Josefa Queiroz da Silva, de 50 anos, estava em uma barraca bebendo com o companheiro, no Alto da Independência, quando um elemento em uma motocicleta se aproximou, sacou um revólver e disparou contra Josefa, ela foi alvejada por quatro disparos, não resistiu e morreu a poucos metros da barraca.

Já existe um suspeito do crime a Polícia Civil continua investigando o caso, o corpo foi encaminhado para o IML do Recife.

segunda-feira, 11 de novembro de 2019

Um homem envolvido com tráfico de drogas foi assassinado na madrugada deste domingo (10), no Alto da Independência, no município de Timbaúba, na Zona da Mata de Pernambuco.

Leandro da Silva Bezerra, de 30 anos, foi perseguido por elementos armados, invadiu a casa da vizinha para se proteger, foi alvejado por vários disparos de arma de fogo e morreu em um dos cômodos da casa.

O corpo foi periciado pelo Instituto de Criminalística e encaminhado para o IML do Recife, o caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

Na madrugada de hoje (12), policiais militares do 2°BPM, receberam uma denúncia da central de monitoramento dos Correios, onde informava que três indivíduos teriam arrombado e invadido o interior do prédio da agência, em Timbaúba-PE. Prontamente, a equipe seguiu até o local e isolou a área. Os invasores, ao perceberem que já se encontravam cercados, tentaram empreender fuga pulando vários muros ao redor da agência, situação em que foram interceptados e presos.

Os dois homens que foram detidos informaram que uma terceira pessoa estava dando cobertura para eles, dentro de um veículo. De imediato, o efetivo conseguiu identificar o carro e prender o suspeito.

Nas abordagens, os envolvidos não foram pegos com nenhuma arma de fogo, porém, o automóvel que dava apoio à ação foi apreendido. Diante dos fatos, os homens foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Federal em Recife-PE.

Fonte: Polícia Federal
terça-feira, 11 de junho de 2019

A base da Polícia Militar em Timbaúba, na Mata Norte de Pernambuco, foi alvo de ataque na madrugada desta terça-feira (11). Segundo o 2º Batalhão da PM apurou com populares, um grupo armado em dois carros participou da investida.

De acordo com a PM, no momento do ataque, era realizada a operação Madrugada Segura e os policiais se preparavam para sair.

Eles atiraram contra a unidade e chegaram a queimar um veículo na frente da base que fica no centro de Timbaúba. Mas os PMs revidaram.

Ainda não há informações se os envolvidos que atacaram a base vinham de outra investida criminosa. Até o momento, ninguém foi preso.

quinta-feira, 30 de maio de 2019

A Polícia Militar prendeu nesta quarta-feira (29) um pastor suspeito de matar a golpes de faca e pedradas outro pastor, no município de Timbaúba, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. O suspeito, José Carlos da Silva, teria assassinado o também pastor Paulo Germano da Silva, de 54 anos.

O crime

De acordo com as primeiras informações, o crime aconteceu pela manhã, no bairro Alto do Cruzeiro. O suspeito foi levado para a delegacia municipal, onde está sendo autuado em flagrante por homicídio. Segundo informações da Polícia Militar, vítima e suspeito se envolveram numa discussão por questões bíblicas.


Isso pode te interessar também