LAUDO DA PERÍCIA CONFIRMA QUE HOMEM MATOU A COMPANHEIRA EM MANARÍ

segunda-feira, 09 de novembro de 2020

O excelente trabalho do Perito Criminal Renato Annes e do Auxiliar de Perito Filipe Lima, ambos da Unidade de Polícia Científica do Sertão do Moxotó (URPOCSM – Arcoverde), resultou na elucidação de um crime bárbaro de feminicídio, que foi registrado no último dia 29 de outubro e chocou os moradores da zona rural da cidade de Manari, no Sertão de Pernambuco. O corpo de Maria Aparecida do Amaral, de 19 anos foi encontrado em frente à casa onde morava. A única testemunha ocular do fato era o marido Tonys dos Santos, de 20 anos.

Em depoimento, o homem contou que o casal foi surpreendido por dois homens, em uma motocicleta, que chegaram efetuando disparos de arma de fogo. Os disparos, no entanto, atingiram apenas a mulher, que deixou dois filhos pequenos. Ao examinar o local do crime, em busca de vestígios de interesse criminalístico, a equipe pericial não só identificou o autor do homicídio, como, a partir da análise de manchas de sangue e posicionamento de evidências, pôde inferir que, além de matar a esposa, o marido ainda tentou manipular a cena para criar sua versão da história.

Após a constatação, o marido, então, passou de testemunha a autor do feminicídio. Ele recebeu voz de prisão ainda durante o exame pericial e foi conduzido à 23ª Delegacia de Polícia de Homicídios, em Arcoverde, comandada pelo Delegado Marcos Virgínio, que fez a autuação em flagrante. Em audiência de custódia, o juiz determinou a prisão do autor do feminicídio. O inquérito deve ser concluído ainda nesta segunda (9). O laudo pericial foi concluído na última semana e a equipe pericial também realizou um desenho esquemático do local do crime.

Em um trabalho integrado, com o apoio do Perito Criminal Célio Alves, da Unidade de Polícia Científica do Agreste Central, e da Perita Criminal Camila Reis, do Instituto de Genética Forense Eduardo Campos, foram realizados os Exames de Microcomparação Balística com a arma que havia sido escondida próxima à residência da vítima e de comparação dos perfis genéticos extraídos do DNA do marido e do material subungueal da vítima tendo resultado positivo em ambos os exames. O resultado da comparação dos perfis genéticos saiu nesta segunda (9).

HOMEM FOI ASSASSINADO DENTRO DE CARRO EM MANARÍ

sexta-feira, 18 de setembro de 2020

Um homem foi morto a tiros na noite desta quinta-feira (17), no município de Manarí, no Sertão de Pernambuco.

José Roberto da Silva, de 43 anos, estava dentro do seu veículo na Avenida Costa e Silva, nas proximidades do hospital municipal, quando foi alvejado por disparos de arma de fogo, ele acabou não resistindo e morreu dentro do carro.

O local do crime foi periciado e o corpo de José Roberto encaminhado para o IML de Petrolina, até o momento o crime é de autoria e motivação desconhecidas.

AGRICULTOR MORRE VÍTIMA DE ACIDENTE EM MANARÍ

terça-feira, 15 de setembro de 2020

Um agricultor morreu vítima de acidente na tarde desta segunda-feira (14), no Sítio Bargadinha, na zona rural do município de Manarí, no Sertão de Pernambuco.

A vítima conduzia uma picape, quando ocorreu o acidente, ele foi arremessado e o corpo localizado a alguns metros de onde estava o carro, o corpo passou perícia e foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru.

ACUSADO DE PRATICAR HOMICÍDIO EM GARANHUNS FOI ASSASSINADO EM MANARÍ

sexta-feira, 03 de julho de 2020

Um homem acusado de praticar um homicídio na cidade de Garanhuns, foi assassinado na madrugada desta sexta-feira (3), na zona rural do município de Manarí, no Sertão de Pernambuco.

O Portal Agreste Violento apurou que homens armados chegaram na casa que Manoel da Silva Costa, de 39 anos, estava morando e efetuaram vários disparos de arma de fogo, ele foi atingido diversas vezes, não resistiu e morreu no local.

Na casa estavam outras pessoas que foram poupadas pelos assassinos, Manoel estava em liberdade a poucos meses, ele morou por muito tempo no Sítio Saco na zona rural de Garanhuns e após deixar a prisão se mudou para Mararí.

O corpo foi periciado e encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru.

RELEMBRE A PRISÃO E O CRIME QUE MANOEL ERA ACUSADO

Na manhã desta terça-feira (28/05/2019), a Equipe de Agentes da Polícia Civil lotado na 22ª Delegacia de Homicídios de Garanhuns, deram cumprimento aos mandados de Prisão Temporária expedidos pela Primeira Vara Criminal de Garanhuns, em desfavor de Manoel da Silva Costa, vulgo “Nino” e Rogéria Araújo Costa, vulgo “Neguinha”, ambos residentes no Sítio Saco, zona rural, da cidade de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, eles são acusados da pratica de homicídio qualificado, fato ocorrido na data de 09/05/2019, no bairro Manoel Chéu, , em que foi vitima a pessoa de Alonso de Carvalho da Costa

O CRIME: A vítima foi encontrada já sem vida, no interior de sua residência e pelas características que foi encontrada, o crime teria ocorrido na noite de quinta-feira, dia 09/05/2019. As investigações iniciaram pela Delegacia de Homicídios que identificou os suspeitos do crime como sendo Manoel e Rogéria, ultimas pessoas a serem vistas na companhia da vítima, na noite em que provavelmente foi morta. Os suspeitos, que são irmãos, negaram terem qualquer envolvimento com o crime, entretanto, passaram a narrar versões contraditórias entre si e também com o que foi comprovado através de depoimentos de testemunhas e pericias realizadas no decorrer da investigação.

O delegado Eric Costa representou por Mandado de Prisão, que foi deferido pelo Juízo da Primeira Vara Criminal.

Após as providencias legais, o preso foi encaminhado para a Cadeia Pública de Garanhuns e a presa para o Presídio feminino da cidade de Buíque, onde aguardam agora a disposição da Justiça.

CORPO FOI ENCONTRADO EM CHAMAS NA ZONA RURAL DE MANARÍ

sexta-feira, 08 de maio de 2020

O corpo de um homem foi encontrado em chamas, na noite desta quinta-feira (7), em uma estrada do Sítio Lagoa do Açude, na zona rural do município de Manarí, no Sertão de Pernambuco.

A vítima não possuía nenhum documento que a identificasse e estava por ima de uma moto também em chamas, o fogo foi apagado pelos policiais que atenderam ocorrência.

Nenhum dos curiosos que estiveram no local deram informações que possam ajudar a polícia a desvendar o crime.

O corpo foi recolhido para o Instituto de Medicina Legal, a Polícia Civil está tentando identificar a vítima dá início as investigações.

AGRICULTOR MORRE AFOGADO NA ZONA RURAL DE MANARÍ

quinta-feira, 02 de abril de 2020

Um agricultor morreu afogado na tarde desta quarta-feira (1º), na zona rural de Manarí, no Sertão de Pernambuco.

Cícero Miguel da Silva, de 38 anos, estava bebendo na casa de um casal de amigos, quando por motivos desconhecidos, já que não sabia nadar, entrou no açude e se afogou.

Um dos moradores da residência disse à polícia que viu quando a vítima submergiu e não emergiu.

O corpo foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros, periciado e encaminhado para o Instituto de Medicina Legal. A Polícia Civil está investigando o caso.

AGRICULTOR FOI ASSASSINADO EM MANARÍ

quinta-feira, 05 de março de 2020

Um agricultor foi assassinado na madrugada desta quinta-feira (5), no Sítio Alto Vermelho, na zona rural do município de Manarí, no Serão de Pernambuco.

Regivan João dos Santos, de 37 anos, estava em casa, quando dois elementos em uma moto chegaram querendo comprar gasolina, pois a vítima revendia de forma clandestina, ao abrir a porta par entregar o combustível a vítima foi alvejada com disparos de arma de fogo no rosto.

Regivan, não resistiu e morreu no local, os assassinos fugiram e até o momento não foram identificados. O corpo foi periciado e encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru.

EX-PRESIDIÁRIO FOI ASSASSINADO EM MANARÍ

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

Vítima cumpriu pena pela prática de homicídios

Um homem foi assassinado na tarde desta quinta-feira (20), no município de Manarí, no Sertão de Pernambuco.

A vítima foi o ex-presidiário Amadeus da Silva, de 37 anos, ele caminhava pela Rua Joaquim Padilha, quando dois homens em uma moto pararam ao seu lado, o garupa desceu e efetuou vários disparos de arma de fogo.

Amadeus não resistiu e morreu no local, os autores do crime fugiram e não foram identificados, o corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru.

HOMEM FOI ASSASSINADO NO CENTRO DE MANARI, NO SERTÃO

sábado, 21 de dezembro de 2019

Um homem foi morto na noite desta sexta-feira (20), no centro da cidade de Manari, no Sertão de Pernambuco. Geovane Vicente da Silva, de 26 anos, estava na Rua Joaquim Mestre, quando apareceram dois elementos vestidos de preto, sacaram armas de fogo e atiraram diversas vezes em Geovane, pelo menos quatro disparos atingiram ele na cabeça e em outras partes do corpo, Geovane chegou chegou a ser socorrido para o hospital locas, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Lega, o caso já está sendo investigado pela Polícia Civil.

EM PRAÇA PÚBLICA, EX-PRESIDIÁRIO FOI ASSASSINADO COM GOLPES DE FACA PEIXEIRA, NO SERTÃO

segunda-feira, 09 de dezembro de 2019

Um ex-presidiário foi assassinado com golpes de faca peixeira por volta das 16h de domingo (8), na praça central do Povoado de Cercadinho, em Manari, no Sertão de Pernambuco.

O suspeito de ter praticado o crime é o ex-cunhado Paulo Armando da Silva de 29 anos. Ele desapareceu logo após o assassinato. O policiamento realizou buscas, mas ele não foi encontrado.

Ainda de acordo com a polícia, testemunhas contaram que a vítima chegou ao local embriagada e adentrou num bar que fica ao lado da praça do povoado onde o proprietário do estabelecimento pediu para que ela deixasse o recinto, já que sua presença não era bem-vinda. Logo após a vítima sair do bar foi à praça onde estava a barraca de bebidas que pertence ao ex-cunhado, com qual já teria tido uma desavença. Logo iniciou-se uma discussão entre eles, tendo Paulo Armando sacado uma faca peixeira da cintura e golpeado no abdome o Cícero Antônio da Silva, 34 anos que ainda foi socorrido, mas já chegou em óbito no hospital local.

Populares informaram à polícia que o Cícero já havia tentado contra a vida da sua ex-companheira (irmã do acusado) há cerca de 3 anos, período em que convivia com ela, quando ateou fogo na residência com ela dentro. Também foi possível verificar que a vítima tinha passagem pelo sistema prisional por crime de tentativa de homicídio.