quinta-feira, 21 de outubro de 2021

Policiais militares da cidade de Águas Belas apreenderam uma motocicleta Factor YBR de placa PEU-7328, na cor vermelha, que havia sido furtada a cerca de um mês na cidade de Petrolina/PE. O veículo foi localizado durante uma abordagem da PM na manhã desta quinta-feira, 21.

Ainda segundo a polícia, os policiais faziam rondas na cidade  quando visualizaram um indivíduo suspeito numa moto, ele foi abordado, porém durante realização da consulta do veículo foi localizado uma queixa de furto a cerca de um mês em Petrolina/PE. O piloto também não portava documentos pessoais, nem da moto.

Desse modo, o caso foi encaminhado à delegacia de polícia para autuação do flagrante.

quinta-feira, 21 de outubro de 2021

Outubro é o mês de conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce ao câncer de mama. Com esse intuito, a Prefeitura de Águas Belas, por meio da Secretaria de Saúde, promoveu nesta quarta-feira (20), uma roda de conversa com mulheres do distrito Campo Grande.

Na oportunidade, os profissionais de saúde da Unidade Básica de Saúde (UBS) da comunidade compartilharam informações sobre a neoplasia mamária e falaram sobre a importância do apoio na recuperação de pacientes diagnosticadas.

“Essa iniciativa vem para fortalecer a comunidade, como forma de planejar e realizar ações que buscam transformar positivamente a realidade de mulheres ao serem diagnosticadas precocemente com câncer de mama”, ressalta Elianne Oliveira, enfermeira chefe da unidade.

quarta-feira, 20 de outubro de 2021

Um homem acusado de matar um funcionário de uma loja de venda de celulares na cidade de Iati, foi preso pela Polícia Civil, por força de mandado de prisão, na manhã desta quarta-feira (20), no povoado do Garcia, na zona rural do município de Águas Belas, no Agreste de Pernambuco.

José Mauro da Silva, é acusado de ser um dos autores da morte de José Tiago Barros de Andrade, o crime foi praticado em novembro do ano passado, a vítima estava na loja que trabalhava, quando dois elementos invadiram o local e efetuaram os disparos de arma de fogo que tiraram sua vida.

O preso passará por audiência de custódia e será recolhido ao Sistema Prisional.

RELEMBRE O CASO


Um homem foi assassinado na tarde desta quinta-feira (5), no município de Iati, no Agreste de Pernambuco.

José Tiago Barros de Andrade, de 31 anos, estava na loja que trabalhava na Rua Manoel Florêncio, quando chegaram dois homens em uma moto Honda Bros, entraram no estabelecimento e efetuaram disparos de arma de fogo, alvejando José Tiago e ele não resistiu.

Câmeras de segurança registraram a ação dos assassinos e devem ajuda a Polícia Civil a identificá-los e prendê-los.

O corpo de José foi periciado e encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru.

terça-feira, 19 de outubro de 2021

Um cachaceiro foi preso na tarde desta segunda-feira (18), no município de Águas Belas, no Agreste de Pernambuco.

De acordo com a Polícia Militar, o homem estava embriagado, ameaçou matar a companheira, quebrou vários objetos dentro de casa, ele foi localizado, recebeu voz de prisão e foi autuado na delegacia de Polícia Civil.

terça-feira, 19 de outubro de 2021

Veículo estava estacionado em via pública de frente uma residência

Foi furtado uma motocicleta modelo Biz na cor vermelha, com placa PEL-4592, que estava estacionada de frente uma residência na Rua Coronel João Malta, no centro da cidade de Águas Belas, por volta das 22h de domingo (17).

A vítima comunicou à polícia que deixou a moto estacionada em via pública, porém, em determinado momento, percebeu que ela não estava mais no local onde havia estacionado.

Ao verificar câmeras de monitoramento das vias próximas, foi percebido que um elemento passava pelo local empurrando a motocicleta.

O caso foi comunicado à delegacia do município para proceder nas investigações e localização da moto como também do ladrão.

quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Vítima

Dois irmãos acusados de um homicídio foram presos por força de mandados de prisão nesta quinta-feira (14), em Águas Belas, no Agreste de Pernambuco.

José Luís dos Santos, de 48 anos e Lenildo dos Santos, de 41 anos, são acusados de matar a facadas o popular Josuel Barboza de Melo, de 40 anos. O crime ocorreu na madrugada do dia 21 de julho deste ano, Josuel foi encontrado com diversas lesões provocadas por golpes de faca, chegou a ser socorrido e morreu no hospital local.

As prisões foram realizadas por agentes da Delegacia de Águas Belas, com apoio da Polícia Militar, eles foram recolhidos ao Sistema Prisional.

quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Veículo havia sido tomado de assalto na BR-424, em Venturosa, em junho de 2018

Policiais militares do 9º BPM apreenderam um veículo modelo Celta de placa KKR-7518, na cor preta, que estava com queixa de roubo. A apreensão ocorreu na quarta-feira, 13, na cidade de Águas Belas durante uma abordagem policial. Após verificar os dados do automóvel, o policiamento constatou que o carro havia sido roubado em junho de 2018, na BR-424, no município de Venturosa/PE.

Ainda conforme a polícia, a GT Águas Belas visualizou um veículo Celta com placas da Capital de Maceió/AL. Em seguida, foi realizada uma abordagem ao motorista suspeito, o qual apresentou a documentação do veículo, porém, durante uma vistoria minuciosa nos sinais identificadores, constatou-se que o veículo estava com placas falsas, sendo sua original KKR-7518, com registro de roubo.

Deste modo, o carro foi apreendido, sendo o motorista encaminhado à delegacia de polícia para autuação do flagrante.

quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Em uma execução sumária, o promotor de Justiça Thiago Faria de Godoy Magalhães foi morto com tiros de espingarda 12, em 14 de outubro de 2013. O crime ocorreu na PE-300. Thiago ia de Águas Belas em direção a Itaíba, município onde atuava. Ele tinha 36 anos e havia ingressado no Ministério Público de Pernambuco (MPPE) em dezembro do ano anterior, sendo aprovado no concurso público em 2008.   

Os assassinos seguiram, bloquearam o carro de Thiago e, então, o executaram. No momento do crime, ele estava acompanhado de sua noiva, a advogada Mysheva Freire Ferrão Martins. Ela teve ferimentos leves e foi medicada em um hospital de Itaíba. Ainda estava no veículo o tio de Mysheva, Adautivo Martins, que também sobreviveu.   

Um ano após o homicídio, a Polícia Federal em Pernambuco entrou, oficialmente, na investigação. A decisão da federalização do caso foi tomada por unanimidade pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) em agosto de 2014, após pedido de Incidente de Deslocamento de Competência (IDC) pelo procurador-geral da República na época, Rodrigo Janot. O relator do (IDC) no STJ, ministro Rogerio Schietti Cruz, entendeu que a demora no esclarecimento do crime representava grave violação dos direitos humanos e poderia resultar na impunidade dos seus mandantes e executores. 

O ingresso do procurador-geral da República teve como base a representação formulada pelo promotor de Justiça natural do caso, Marcelo Penalva, que sucedeu a Thiago Faria em Itaíba, e por membros do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MPPE e do Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNOCOC), que é composto por membros de vários Ministérios Públicos estaduais. Como houve federalização, o julgamento pelo júri ocorreu na Justiça Federal de Pernambuco e a condução foi do Ministério Público Federal em Pernambuco. 

Três anos após o homicídio, em outubro de 2016, duas pessoas foram condenadas. José Maria Pedro Rosendo Barbosa, apontado como mentor do crime, pegou 50 anos e quatro meses de reclusão pelos crimes de homicídio contra o promotor e tentativa de homicídio contra Mysheva e Adautivo. José Marisvaldo Vitor da Silva acabou sentenciado a 40 anos e oito meses de reclusão pelos mesmos crimes. Adeíldo Ferreira dos Santos foi absolvido, pois os jurados não consideraram as provas contra ele consistentes. Em dezembro do mesmo ano, José Maria Domingos Cavalcante acabou condenado a 19 anos de prisão por participação na morte do promotor de Justiça. Um quinto envolvido, Antônio Cavalcante Filho, encontra-se foragido desde a época do crime.  

A motivação do crime, segundo a Polícia Federal, deveu-se a disputa de terras. Thiago Faria atuou de maneira incisiva na imissão de posse da Fazenda Nova, onde José Maria Rosendo morava e que foi desapropriada em favor de Mysheva, que arrematou 25 hectares da fazenda, incluindo a casa-sede, em um leilão da Justiça Federal.  

Após o julgamento, emocionada, a mãe de Thiago, Maria do Carmo Faria, demonstrou alívio com o resultado. “Meu filho deixa um legado para o Estado de Pernambuco, que é mostrar que a Justiça existe e que as pessoas que cometem crimes vão responder por eles”, atestou. Já o procurador-geral de Justiça na época, Carlos Guerra de Holanda, atestou que “mais uma vez, a Justiça fez um acerto de contas com a sociedade. Essa é uma garantia da qual não podemos abrir mão, para assegurar que os promotores de Justiça e demais agentes públicos possam desempenhar seu papel em prol dos cidadãos pernambucanos”. 

José Maria Rosendo chegou a fugir da Penitenciária Barreto Campelo, em Itamaracá, em fevereiro de 2019. Mas foi capturado em julho do mesmo ano, na cidade de Corumbá, divisa do Brasil com a Bolívia, no Mato Grosso do Sul.  

Histórico – Thiago Faria era graduado em Direito na Universidade Federal do Rio de Janeiro, com especialização em Direito Privado. Além da vida jurista, ele era autor de livros voltados para a prova da OAB e para concursos públicos diversos. O promotor de Justiça também escreveu diversos artigos publicados em revistas especializadas e era professor de cursinhos para concursos.   

No dia em que foi nomeado promotor de Justiça no MPPE, Thiago discursou como orador do grupo de novos nomeados e ressaltou que tomar posse no cargo era a concretização de um sonho. “Quando entrei na faculdade de Direito tinha um foco, um sonho, que era ser promotor de Justiça. Ninguém vence uma pessoa que tem um sonho e hoje o realizei e posso dizer que irei dedicar a minha vida a ser o melhor promotor de Justiça do MPPE. Cumprirei essa promessa.”  

O corpo dele foi velado na sede do Ministério Público de Pernambuco e enterrado no Cemitério Morada da Paz, no município de Paulista, Região Metropolitana do Recife.  

Outros casos – No século 21, Thiago Faria foi o terceiro promotor de Justiça do MPPE vítima de homicídio. Antes, Maria Aparecida Clemente foi morta com dois tiros na cabeça, no lixão de Igarassu, em 7 de abril de 2001. Rossini Alves Couto foi assassinado a tiros quando jantava em um restaurante, em Cupira, em maio de 2005.

Reprodução: www.mppe.mp.br

quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Representantes da Prefeitura de Águas Belas e do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) do município estiveram reunidos nesta manhã (13) com dirigentes da Caixa Econômica Federal, na sede do STR.

Na mesa, a formalização de uma parceria entre as partes para liberação de linhas de crédito para fomentar a produção rural. Desdobramento do encontro entre o prefeito Luiz Aroldo e a Caixa, em Petrolina, em setembro.

Com o aceno positivo dos dirigentes da Caixa, o processo de parceria deve avançar em breve, com a capacitação de projetistas e o credenciamento dos projetos para estabelecimento do acesso ao crédito.

Entre os participantes da reunião, estiveram os secretários de governo e de Desenvolvimento Rural, Maurício de Josué e André Paixão, respectivamente, o presidente do STR, Tavares Leite, e o vereador Valdo do Xixiaklá.

(Com informações da Assessoria de Comunicação)

terça-feira, 12 de outubro de 2021

Um homem foi preso nesta segunda-feira (11), no município de Águas Belas, no Agreste.

O elemento estava conduzindo uma motocicleta sem placa, foi parado, abordado pela Polícia Militar e constatado que a moto Honda Biz, cor branca, era roubada, sendo sua placa ORH-2304, o homem recebeu voz de prisão, foi levado para delegacia e autuado em flagrante.


Isso pode te interessar também