sexta-feira, 02 de março de 2018

Polícia Civil e Militar cumprem mais um mandado de prisão referente ao latrocínio que vitimou o caminhoneiro Fabiano Alves da Silva, de 39 anos, assassinado no Açude Novo, na zona rural de Garanhuns, na manhã do dia 26 de novembro de 2017.

De acordo com a Polícia Civil, foi preso em Caruaru, ontem (dia 1º), o Kelvin Oliveira Feitor, acusado de participar do latrocínio do caminhoneiro Fabiano. O acusado tem diversas passagens pela FUNASE. Após realizar exames traumatológicos Kelvin foi recolhido a Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru/PE por se tratar de maior de idade.

Os envolvidos na morte do caminhoneiro tiveram a prisão pedida pela 2ª Delegacia de Garanhuns que investigava o caso do caminhoneiro, que foi achado morto dentro do açude, sem marcas aparente de violência. Os acusados tiveram as prisões decretadas pela Primeira Vara Criminal da Comarca de Garanhuns.

Ainda segundo a Polícia Civil, o caso continua sendo investigado e mais pessoas podem serem presas, pois no dia do crime foram vistas cerca de sete pessoas fugindo de dentro do carro de Fabiano após colidir com o veículo dele em uma cerca de arame farpado na zona rural de Garanhuns. Na terça-feira (27/2), foi preso em Garanhuns mais um acusado, o Jean Davi Cavalcante Estevam, de 18 anos.

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

NOVO AGUAS BELAS

NOVO AGUAS BELAS