PRF APREENDE 117 KG DE MACONHA DURANTE OPERAÇÃO NO SERTÃO DE PERNAMBUCO

sexta-feira, 01 de maio de 2020

Seis homens foram detidos e uma adolescente foi apreendida nas ações

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 117 quilos de maconha em quatro ações realizadas entre quinta (30/04) e sexta-feira (01/05), na BR 116, em Belém do São Francisco e em Salgueiro, e na BR 316, em Floresta, no Sertão de Pernambuco. O resultado integra a Operação Tupã, que tem como objetivo combater a criminalidade e proporcionar mais segurança na região.

No primeiro caso, dois homens, de 44 e 23 anos, foram detidos com 55 Kg de maconha no quilômetro 82 da rodovia, no posto da PRF do Trevo do Ibó. A dupla transportava a droga pronta para o consumo dentro de sacos de lixo, no porta-malas de um carro sedan.

Pouco depois, outro carro ocupado por outros dois homens, de 27 e 24 anos, foi abordado no quilômetro 26 da rodovia, em Salgueiro. Os policiais desconfiaram das informações prestadas pela dupla e realizaram uma verificação minuciosa no veículo, até localizar três quilos de maconha prensada, na caixa de som do automóvel.

Em Floresta, um estudante de Direito, de 20 anos, foi detido pelo transporte de 34 quilos da droga. Ele também transportava três rádios comunicadores no porta-malas de um carro com placas da Bahia.

Já o último flagrante foi realizado na madrugada de hoje, no quilômetro 82 da BR 116, em Belém de São Francisco. Um homem, de 28 anos, foi detido e uma adolescente, de 17, foi apreendida pelo transporte de 25 Kg da droga, no compartimento de carga de um carro.

Os quatro homens foram encaminhados junto com o entorpecente para a delegacia de Polícia Federal em Salgueiro. O casal foi conduzido à delegacia de Polícia Civil da região, e o estudante foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil de Floresta.

CANHOTINHO: JUSTIÇA ACOLHE AÇÃO DO MPPE E DETERMINA QUE LOTÉRICA ADOTE MEDIDAS CONTRA AGLOMERAÇÃO EM FILAS

sexta-feira, 24 de abril de 2020

A Vara Única de Canhotinho acolheu os pedidos do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e concedeu decisão liminar determinando à casa lotérica da cidade adotar, no prazo de 24 horas, medidas para evitar a aglomeração de pessoas em filas, com o intuito de evitar a disseminação do Novo Coronavírus.

Conforme a decisão judicial, expedida na última segunda-feira (20), o responsável pelo estabelecimento deve empregar soluções como agendar os atendimentos através da distribuição de senhas com hora marcada; implementar atendimento preferencial para pessoas dos grupos de risco (idosos, diabéticos, hipertensos e gestantes, dentre outros) a fim de assegurar que permaneçam o menor tempo possível no estabelecimento; e disponibilizar funcionários para ordenar as filas dentro e fora do imóvel da casa lotérica, exigindo o respeito à distância mínima de 1,5 metro entre as pessoas.

O estabelecimento também foi obrigado pela Justiça a manter uma rotina de higienização constante das suas instalações e equipamentos, além de fornecer álcool em gel para seus clientes e empregados. Por fim, a lotérica deve manter material informativo sobre o risco de contaminação pela Covid-19 nos ambientes interno e externo.

De acordo com o promotor de Justiça Romualdo Siqueira França, os profissionais da Vigilância Sanitária municipal estão atuando para fiscalizar a adequação dos estabelecimentos aos Decretos Estaduais que fixaram as medidas de segurança sanitária. Porém, não foi identificado por parte da casa lotérica o cumprimento do dever de organizar as filas provocadas pela atratividade desse tipo de serviço, considerado essencial à própria subsistência da população, especialmente após o anúncio do pagamento do auxílio emergencial pelo Governo Federal.

“Na atual e trágica conjuntura, o não atendimento às regras sanitárias impostas, de modo razoável e proporcional, viola o princípio da proteção integral à saúde pública. A omissão da ré no que tange aos cuidados com a higiene dos seus estabelecimentos e aglomeração de clientes em filas internas e externas potencializa a disseminação do Covid-19 entre seus clientes”, sustenta o promotor de Justiça, no texto da ação.

Ainda conforme a decisão judicial, a casa lotérica ficará sujeita a multa diária de R$ 3 mil caso descumpra as medidas determinadas pela Vara Única de Canhotinho.

Recomendação — Medidas semelhantes foram recomendadas pelas Promotorias de Justiça em outras 33 cidades pernambucanas (Jaboatão dos Guararapes, Lagoa Grande, Ibirajuba, Tamandaré, Catende, Limoeiro, Passira, João Alfredo, Salgadinho, Abreu e Lima, Escada, Jurema, Calçado, Sairé, Afogados da Ingazeira, Carnaíba, Itapetim, São José do Egito, Sertânia, Solidão, Tabira, Tuparetama, Barreiros, Panelas, Sertânia, Vitória de Santo Antão, Itapissuma, Catende, Alagoinha, São Joaquim do Monte, Cabo de Santo Agostinho, Ibimirim e Brejão).

Por meio das recomendações, os promotores de Justiça que atuam nessas cidades orientam os responsáveis pelas casas lotéricas a implementar medidas que evitem a reunião de pessoas nos estabelecimentos e a formação de filas, bem como a proteção das pessoas que integram os grupos de risco.

Além disso, os membros do MPPE recomendaram a priorização dos atendimentos essenciais, com o esclarecimento ao público de que os casos que não são considerados urgentes podem ser atendidos em datas futuras; e a disponibilização de funcionários, devidamente protegidos com o uso de equipamentos de proteção individual e materiais de higiene, para ordenar as filas e distribuir senhas pelo menos uma hora antes do horário de abertura das lotéricas.

Já à Polícia Militar, o MPPE recomendou atuar de forma a garantir o cumprimento das medidas de segurança expedidas pelos Governos Federal e Estadual, bem auxiliar no ordenamento das filas quando for necessário, a fim de evitar grandes aglomerações.

Fonte: MPPE

CAMINHÃO CARREGADO COM 30M³ DE MADEIRA IRREGULAR É RETIDO EM SERTÂNIA

domingo, 19 de abril de 2020

Motorista não portava documentação ambiental obrigatória para esse tipo de transporte

Um caminhão carregado com 30,6m³ de madeira irregular foi retido na tarde de sábado (18), em uma fiscalização ambiental da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR 110,  em Sertânia, no Sertão pernambucano. O veículo havia saído do município de Uruará, no Pará, em direção a Gravatá, no Agreste do estado.

O flagrante aconteceu durante uma abordagem no quilômetro 110 da rodovia, próximo ao posto da PRF de Cruzeiro do Nordeste. Após uma verificação na carga, os policiais constataram que o perfil da madeira e o local de entrega eram diferentes do declarado na Nota Fiscal.

O motorista também não portava a Guia Florestal ou o Documento de Origem Florestal, que são obrigatórios para esse tipo de transporte. O caminhão e a carga foram conduzidos ao pátio credenciado, para encaminhamento à Agência  Estadual de Meio Ambiente (CPRH).

CAMINHÕES CARREGADOS COM REMÉDIOS ROUBADOS SÃO RECUPERADOS NO SERTÃO DE PERNAMBUCO

sábado, 18 de abril de 2020

Motoristas dos veículos estavam sendo mantidos reféns pelos assaltantes

Dois caminhões carregados com caixas de remédios roubados foram recuperados neste sábado (18) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Militar (PM), na BR 232, em Sertânia e Flores, no Sertão de Pernambuco. Os veículos haviam sido roubados por homens armados em dois carros adulterados.

Agentes da PRF receberam informações sobre os crimes e solicitaram apoio da Polícia Militar para localizar os caminhões. O primeiro veículo foi encontrado no quilômetro 312 da rodovia, em Sertânia, e o outro foi encontrado em uma estrada de terra, próximo ao quilômetro 356, em Flores.

Quando os policiais militares localizaram o segundo veículo, os assaltantes estavam transferindo a carga para um terceiro caminhão com registro de roubo. Os criminosos atiraram na viatura e correram para a vegetação, mas toda a carga foi recuperada.

Os motoristas dos veículos estavam sendo mantidos reféns dentro do baú do segundo veículo. No local, foram encontrados os dois carros utilizados no roubo, ferramentas, dois rádios comunicadores e um jammer, dispositivo utilizado para bloquear o sinal do rastreador do caminhão.

Os veículos foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil de Custódia e os proprietários foram ao local, para reaver os caminhões e a mercadoria.

CARGAS DE MADEIRA IRREGULAR SÃO APREENDIDAS NA BR 232, EM SERTÂNIA

segunda-feira, 13 de abril de 2020

Motoristas não portavam a documentação exigida para esse tipo de transporte

Dois caminhões que transportavam 65 m³ de madeira irregular foram retidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR 232, em Sertânia, no Sertão de Pernambuco. Os veículos haviam saído do Pará e foram abordados durante uma fiscalização ambiental, na madrugada de domingo (12) e de segunda-feira (13).

O primeiro veículo transportava 25  m³ de madeira, mais do que informado no documento fiscal, e seguiria para Maceió, em Alagoas. O segundo transportava 40 m³ do produto, quantidade inferior ao declarado, e levaria a carga até o Recife, apesar da Nota Fiscal indicar a entrega na cidade de Canhoba, em Sergipe.

Nenhum motorista portava a Guia Florestal ou o Documento de Origem Florestal, que são obrigatórios para esse tipo de transporte. Os veículos e as cargas foram encaminhados à Agência Estadual de Meio Ambiente, para a adoção das medidas legais.

DURANTE PESCARIA, HOMEM MORRE AFOGADO EM SERTÂNIA

segunda-feira, 13 de abril de 2020

Um homem morreu afogado na tarde do último sábado (11), no Sítio Frade, na zona rural da cidade de Sertânia, no Sertão de Pernambuco.

Sivonaldo de Lima Lins, de 37 anos, estava participando de uma pescaria com amigos em um rio, quando deu um mergulho e não retornou, o corpo foi localizado por mergulhadores do Corpo de Bombeiros neste domingo (12), registrado Boletim de Ocorrência e encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru.

MPPE PEDE QUE MUNICÍPIOS PROTEJAM DE CONTAMINAÇÃO AS COMUNIDADES INDÍGENAS, QUILOMBOLAS E CIGANAS

quinta-feira, 09 de abril de 2020

Para informar e garantir a proteção à pandemia de Coronavírus e a segurança alimentar das comunidades quilombolas, indígenas e ciganas, o Ministério Público de Pernambuco recomendou às autoridades públicas dos municípios de Sertânia, Passira, Garanhuns, Ipojuca e Águas Belas que implementem medidas sanitárias, de comunicação e alimentar para assegurar que essas comunidades de povos tradicionais sofram o menor impacto possível na época da pandemia.

Assim, os gestores municipais devem distribuir entre as comunidades informações sobre como se prevenir de contaminação e quais as providências a serem adotadas em caso de alguém contrair o vírus. Devem ainda implementar ações de acesso à saúde, à assistência social, a itens de higienização, dentre outras necessidades identificadas.

É ainda fundamental garantir o abastecimento de água nas localidades onde o abastecimento é inexistente ou irregular e recursos tais como a distribuição de cestas básicas e de kits que alimentação para os estudantes que têm, no momento, as aulas suspensas; e para que os responsáveis pelo Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar no município, caso exista, viabilizem as compras institucionais das famílias inscritas no Programa.

Também é preciso viabilizar o acesso seguro dos membros das comunidades quilombolas, indígenas e ciganas, às agências bancárias, por vezes localizadas a quilômetros de distância dos seus territórios, para o saque do Bolsa Família, além da vacinação contra a gripe, conforme o calendário nacional, de forma eficiente e sem que estes sejam expostos à aglomerações em filas e transporte público.

Muitas famílias das comunidades quilombolas, indígenas e ciganas vivem da renda gerada pela produção e venda de produtos agrícolas e, neste momento, encontram dificuldades para vender os alimentos produzidos devido à ausência de compradores nos mercados, bem como devido às dificuldades dos gestores municipais em viabilizar as habituais compras institucionais do Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar neste momento de restrições à aglomeração de pessoas.

Assim, devem ser convocados para propor e articular soluções os Conselhos de Direitos existentes no município, tais como o Conselho de Saúde, o Conselho da Assistência Social, o Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional, o Conselho de Alimentação Escolar e o Conselho de Desenvolvimento Rural, entre outros.

As recomendações frisam que essas comunidades desenvolvem uma diversidade de modos e condições de vida, de acesso a serviços essenciais, como saúde, assistência social e saneamento básico, abastecimento de água, etc., e que, muitas vezes, para terem acesso a serviços de saúde e a bens essenciais faz-se necessário o deslocamento para municípios ou comunidades vizinhas.

ADOLESCENTE É DETIDO SUSPEITO DE IMPORTUNAÇÃO SEXUAL EM SERTÂNIA

sexta-feira, 03 de abril de 2020

Um adolescente de 16 anos foi detido na quinta-feira (2) em frente ao Parque de Exposição de Sertânia, no Sertão de Pernambuco. A Polícia Militar recebeu uma denúncia de uma mulher, que disse que quando estava no caminho de casa percebeu que estava sendo seguida.

Segundo a Polícia Militar, o suspeito mostrou os órgãos genitais para a vítima e falou para ela entrar no matagal. No momento em que os policiais chegaram ao local, o adolescente tentou fugir pulando o muro da Escola Técnica Estadual (ETE).

O suspeito foi detido e conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de Sertânia. Ainda de acordo com a PM, o suspeito já tinha sido denunciado por ficar em casas abandonadas aguardando as mulheres passarem e por praticar atos libidinosos.

(Com informações do G1)

DUPLA EM MOTO MATA MOTOTAXISTA EM SERTÂNIA

quarta-feira, 04 de março de 2020

Um mototaxista foi assassinado na manhã desta quarta-feira (4), na Vila da Caixa, em Sertânia, no Sertão de Pernambuco.

Gilvan Calixto, de 41 anos, estava chegando em casa, quando apareceram dois elementos em uma moto e chamaram por ele, ao se aproximar da dupla Gilvan foi alvejado por vários disparos de arma de fogo, ele conseguiu se arrastar até a casa da vizinha, foi perseguido e executado.

Os assassinos sem serem identificados, o corpo foi periciado e encaminhado para o IML de Caruaru.

CAMINHÃO CARREGADO COM MADEIRA IRREGULAR É APREENDIDO EM SERTÂNIA

domingo, 01 de março de 2020

Veículo havia saído do Pará em direção à Paraíba

Um caminhão que transportava 28,8 m³ de madeira irregular foi apreendido na noite de sábado (29), pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR 232, em Sertânia, no Sertão de Pernambuco. A mercadoria estava em desacordo com o documento florestal e possuía três toneladas de excesso de peso.

O flagrante foi realizado durante a abordagem a um caminhão que havia saído do Pará com destino à Paraíba. Ao verificar a carga, foi constatado que o volume e o tipo de madeira eram diferentes do declarado na Guia Florestal.

A equipe emitiu uma autuação por excesso de peso e lavrou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) para o motorista, pelo transporte de madeira sem licença válida. O caminhão e a carga foram recolhidos para o pátio da PRF em Arcoverde, à disposição do Ministério Público.