segunda-feira, 13 de setembro de 2021

Um dos presos na operação realizava a entrega da droga através do disk-entrega

No âmbito da “Operação Cangalha”, nesta segunda-feira (13),  policiais civis integrantes da 8ª Delegacia do DENARC e da 22ª Delegacia de Homicídios, sob o comando do Delegado Paulo Bicalho, em conjunto com policiais militares do 9° BPM, prenderam em flagrante o A.S.V, 27 anos e J.P.C.S, 38 anos, pelos crimes de Tráfico de drogas e associação para o tráfico, no centro da cidade de Jupi.

Conforme a Polícia Civil (PC), as equipes se deslocaram até a cidade de Jupi, a fim de interceptar uma entrega de drogas que ocorreria num posto da cidade, haja vista que o alvo da operação, o Alex, já vinha sendo monitorado, pois, investigações pretéritas apontavam que ele estava realizando disk-entrega em sua moto XRE-300, cor verde. Então, por volta das 11h, as equipes visualizaram o alvo, juntamente com o seu comparsa, chegando ao posto em uma moto, momento este que foi abordado, porém, nada de ilícito foi constatado.

Sendo assim, os policiais realizaram uma entrevista com ambos e, o comparsa de Alex, informou que a droga estava escondida em sua casa. Diante disso, foi feito deslocamento a residência apontada, sendo encontrado 3,400kg de maconha escondida embaixo da cama, ele afirmou ainda que guardava o entorpecente a mando do Alex.

Ainda segundo a PC, é importante destacar que o Alex mora vizinho ao seu comparsa e, na sua casa foi localizado 01 simulacro de pistola, R$ 155,00 em espécie, 01 balança de precisão e a moto XRE-300 (utilizada na entrega de drogas).

Após a prisão, os autuados foram encaminhados à Delegacia de Repressão ao Narcotráfico de Garanhuns onde foram autuados em flagrante e encaminhados para audiência de custódia.

Postado Por: Jailson Ferreira

clinica

clinica

CONTADORA

CONTADORA

CURVELO

CURVELO