quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Discutir a violência contra a mulher, os direitos femininos e encorajá-las a lutar por eles, esses foram os pilares da II Conferência Municipal da Assessoria da Mulher, que teve como tema “Mulher e democracia: uma agenda de luta por direitos iguais”. O evento aconteceu no Rotary Club, na última quarta-feira (11), e contou com a participação de estudantes das escolas municipais e representantes da sociedade civil, do governo municipal e estadual.

O grupo teatral Vozes Femininas, da EREM Cel. Nicolau Siqueira, e um do Colégio Municipal, causaram reflexão no público ao abordar as agressões e suas consequências para a vida da mulher.

Além das encenações das escolas, uma palestra ministrada por Laysa Mirelly, coordenadora da Educação de Águas Belas, ressaltou os problemas ocasionados pela violência e a importância da luta das mulheres pelos seus direitos.

O delegado de polícia de Águas Belas, Marcos Omena, participou da conferência. Ele elogiou o trabalho que vem sendo realizado em parceria com o governo municipal, por meio da Assessoria Especial da Mulher. “A violência contra a mulher no município tem diminuído graças a um conjunto de ações que vem sendo desenvolvido.”

Apesar da redução dos casos de violência anunciados pelo delegado, é preciso continuar a ouvir e encorajar as mulheres de Águas Belas a lutar pelos direitos e a denunciar os parceiros agressores, foi o que disse a assessora da Mulher, Luciene (Galega do PT).

“Temos que continuar avançando com as políticas de conscientização e de encorajamento para que cada vez mais as mulheres se sintam seguras a denunciar os casos de agressão que sofrem e a lutar por seus direitos”, disse.

Para o prefeito Luiz Aroldo, as políticas voltadas à mulher inspiram um trabalho que envolve todo um coletivo. “As ações do governo para esse causa não devem acontecer de forma individual, mas sim, de maneira coletiva”.

Proposições de políticas públicas

Após a palestra, os grupos de debates foram divididos. Deles, saíram quatro proposições de políticas públicas a serem encaminhadas para as diferentes esferas do poder público.

Participaram

A II Conferência contou com a presença das representantes da Secretaria Estadual da Mulher, Cláudia Barros, Ana Lúcia Paes e Maria do Rosário; da secretária da Mulher de Paranatama, Josefa Albuquerque; secretários do governo municipal de Águas Belas; a coordenadora do Mãe Coruja em Águas Belas, Renata Julião; além do prefeito Luiz Aroldo, do delegado Marcos Omena e da assessora da Mulher (Luciene) Galega do PT.

Postado Por: Paulo Fernando

clinica

clinica

CONTADORA

CONTADORA

CURVELO

CURVELO