terça-feira, 03 de setembro de 2019

A Justiça deferiu o pedido do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e determinou a transferência de José Maria Pedro Rosendo Barbosa a um presídio federal na cidade de Porto Velho (Rondônia). Ele está sendo transportado neste momento para o Norte do país.

Condenado a 50 anos e quatro meses de prisão pelo homicídio do promotor de Justiça Thiago Faria e pelas tentativas de homicídio de Mysheva Martins e Adautivo Martins, Rosendo havia fugido da Penitenciária Professor Barreto Campelo, em Itamaracá, e ficou foragido por quase seis meses até ser localizado na cidade de Corumbá, no Mato Grosso do Sul, no dia 29 de julho.

“Dadas as circunstâncias de sua fuga e dos indícios de que teria saído do país, tendo sido necessário incluí-lo na Difusão Vermelha do site da Interpol, bem como seus antecedentes criminais e grau de periculosidade, não se afigura recomendável que José Maria Rosendo cumpra sua pena em quaisquer das unidades prisionais deste Estado”, ressalta o procurador-geral de Justiça Francisco Dirceu Barros.

O trâmite da transferência teve início com o encaminhamento do pedido, por parte do chefe do MPPE, à Secretaria Estadual de Direitos Humanos, que gerencia o sistema de ressocialização estadual, para indicar uma unidade federal apta a recebê-lo. Da Secretaria de Direitos Humanos o pedido de transferência foi remetido à Vara de Execução Penal competente, a fim de que a Justiça pernambucana concedesse a autorização cautelar para a realocação. Com a decisão favorável, foi aberta consulta ao juiz federal da Comarca de Porto Velho, que aceitou a transferência do preso, concluindo o trâmite.

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

CONTADORA

CONTADORA

banner anuncie (2)

banner anuncie (2)