segunda-feira, 29 de julho de 2019

A Polícia Federal em Pernambuco, procedeu a autuação em flagrante no dia 28/07/2019, por volta das 3h de JOSÉ ALAN ANTONIO DA SILVA, 22 anos, técnico em informática, solteiro, natural de Jaboatão dos Guararapes/PE e residente em Prazeres-Jaboatão dos Guararapes/PE, CLEITON CARLOS DA SILVA, 34 anos, caldeireiro, solteiro, natural de Cabo de Santo Agostinho/PE, e residente em Prazeres/PE, GEFFERSON JOAQUIM DA SILVA, 37 anos, motorista, solteiro, natural de Jaboatão dos Guararapes/PE e residente em Piedade/PE, JACO GOMES BEZERRA, 45 anos, comerciante, casado, natural de São Lourenco da Mata/PE e residente em Muribeca/PE, RONALDO ARAUJO DA SILVA, 36 anos, auxiliar administrativo, solteiro, natural de Jaboatão dos Guararapes/PE e residente em Pontezinha/PE e KLAYBSON CARLOS DA SILVA, 31 anos, operador de empilhadeira, casado, natural de Jaboatão dos Guararapes/PE e residente em Candeias/PE.

As prisões aconteceram por volta das 19h do dia 27/07/2019 através de um patrulhamento de rotina no Posto da Unidade Operacional da PRF de Itapissuma/PE, em virtude de uma ação conjunta realizada por Policiais Rodoviários Federais-(Núcleo de Operações Especiais-NOE e Unidade Operacional) e Policiais Civis-(Comando de Operações e Recursos Especiais-CORE). Os policiais rodoviários ao abordarem o caminhão de marca KIA K2500, de placas PER 2972, conduzido por KLAYBSON, percebeu seu nervosismo às perguntas que lhe eram formuladas e nem soube explicar a origem das mercadorias que estava sendo transportadas e ao ser feita uma averiguação da carga no baú do veículo, foi encontrado diversos itens, em sua maioria eletrônicos, sem notas ou comprovante de procedência de carga originalmente transportada pelos Correios. Dentro do veículo também foi encontrado um dispositivo de bloqueio de sinais de rastreamento, conhecido como Jammer;

Também foram abordados e identificados 05 indivíduos que estavam em dois veículos, um Nissan Versa de placas PCM-3323 e um Chevrolet Cobalt PFY-8362 que estavam acompanhando o caminhão, fazendo a função de batedores. Nos dois carros também foram encontradas cargas semelhantes às do caminhão, vinculando assim, o envolvimento dos suspeitos diretamente à carga receptada. No veículo Nissan Versa que tinha como condutor GEFFERSON e carona CLEITON, possíveis responsáveis pela carga que a teriam pego em Alhandra/PB foi encontrado um escondido embaixo do carpete um revólver calibre .38 com 6 munições intactas. Também foi encontrado no porta malas do Chevrolet Cobalt, que tinha como condutor JACÓ e caronas JOSÉ e RONALDO um simulacro de pistola calibre .50 plenamente capaz de ser usada para empreitadas criminosas, sem a necessária identificação da ponteira de cor laranja.

Os veículos não possuíam registro de roubo e apenas um carro estava em nome de um dos detidos. A carga havia sido roubada dos Correios e era composta por 418 smartphones, 32 computadores, 15 TVs, três videogames, uma impressora, além de outros itens.

Terminado os trabalhos de polícia ostensiva e tendo sido encontrado todos os equipamentos eletrônicos, veículos e armas, todos os suspeitos, receberam voz de prisão em flagrante, foram informados dos seus direitos e garantias constitucionais e em seguida por se tratar de crime de competência da Polícia Federal, foram levados para a Superintendência da Polícia Federal em Recife/PE, para as formalidades legais de Polícia Judiciária, onde foram autuados em flagrante pela prática contida nos artigos 180 e 288 do Código Penal e artigo 14 da Lei 10.826/2003 (receptação, associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo de calibre permitido) e, caso venham a ser condenados poderão pegar penas que variam de 2 a 12 anos de reclusão). Após a autuação, os presos realizaram exame de corpo de delito no IML-Instituto de Medicina Legal e hoje às 11h, serão encaminhados para a audiência de custódia na Justiça Federal e em seguida caso seja confirmada as suas prisões preventivas irão ser encaminhados para o COTEL-Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna, caso contrário responderão ao processo em liberdade.

Em seus interrogatórios a maioria dos presos usou do seu direito constitucional de apenas falara em juízo e não deram maiores informações sobre como havia sido o roubo à carga dos Correios. A Polícia Federal dará prosseguimento as investigações visando identificar e prender os possíveis remanescentes da quadrilha. Neste tipo de prática criminosa tais infratores sempre estão ligados à sonegação fiscal, lavagem de dinheiro e corrupção de agentes públicos. Há toda uma rede organizada por trás quais sejam: fabricantes, depósitos, rede de distribuição e vendedor final. Cada mercadoria roubada e que não recolhe o devido imposto representa um produto a mais no mercado formal que deixou de ser vendido. Assim, deixa-se de arrecadar impostos com recursos que poderiam ser investidos na saúde, educação, segurança e habitação, além de gerar desemprego com a demissão de funcionários e fechamento de lojas em virtude da concorrência desleal pelos preços que são aplicados bem abaixo do mercado (as empresas que contratam seus funcionários pagam todos os encargos trabalhistas como férias, 13º salário, plano de saúde, indenização por tempo de serviço), enquanto que tais infratores não tem compromisso com nada disso.

Fonte: Polícia Federal

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

CONTADORA

CONTADORA

banner anuncie (2)

banner anuncie (2)