sexta-feira, 27 de julho de 2018

Encontro, que reúne a turma do hip hop,acontece durante todo o sábado (28)

Criada em 2005 com a proposta de aproximar o Hip Hop pernambucano da poesia popular, a Jornada de MCs encontrou no Festival de Inverno de Garanhuns o espaço ideal para promover o diálogo entre essas referências culturais. Marcado no calendário do Estado como um momento de efervescência e diversidade artística, o FIG recebe a Jornada MCs, pelo segundo ano consecutivo e contará com uma série de atividades realizadas pelo evento neste sábado (28), entre às 9h e 21h, no polo Som na Rural (Parque Euclides Dourado).

Depois da repercussão positiva da primeira edição em Garanhuns, no ano passado, o Encontro volta para o Festival em 2018 com uma proposta mais ampla e cada vez mais consolidada no agreste do Estado. “Tivemos uma aceitação maior neste ano, depois do sucesso do ano passado. Em 2017, mobilizamos 17 cidades e levamos 16 MCs para batalhar. Neste ano, estamos contando com a maioria das periferias e dobramos o número de MCs: serão 32 competindo diretamente, além de 10 competidores do estilo livre (all style 1×1) e 16 B-boys e B-girls (batalhando pela paz)”, calcula DJ Big, que é o idealizador da Jornada.

Ao todo, participarão rappers de cerca de 20 municípios, dentre eles Paulista, Recife, Olinda, Ipojuca, São Lourenço, Goiana, Arcoverde, Belo Jardim e Ouricuri. As comunidades marcarão presença expressiva, já que, só do Recife, por exemplo, representantes das favelas do Ibura, Santo Amaro e Alto de Santa Terezinha estarão no páreo. “Quando a gente decidiu no ano passado que o encontro seria no FIG, percebemos que a gente precisava envolver outros municípios com essa pegada de fortalecer o cenário de outras cidades, por isso, a gente chama de Encontro Estadual de Mcs”, explica Big.

PROGRAMAÇÃO

Apesar do nome focar no exercício da rima, o produtor esclarece que o evento abrange as quatro expressões da cultura Hip Hop (Graffiti, DJs, MCs e B-Boys/B-Girls), a exemplo, o Batalhando pela Paz. “A Jornada acontecia todo ano no Pátio de São Pedro e a ideia era fazer um encontro entre cantadores de viola, repentistas e MCs. Queríamos ver nossas culturas dialogando juntas (poesia urbana e poesia popular), mas, acima de tudo, fortalecer a cultura do hip hop a partir do MC. Ao longo dos anos, a gente começou a colocar cypher de break (roda de dança), intervenção de graffiti, entre outras coisas, e aí, o evento se tornou um evento de hip hop, mas o nome ainda permanece o mesmo”, relembra, ao destacar que a Jornada começa às 9h, com a roda de diálogos “Hip Hop pra Vida”, em que os MCs serão convidados a falar sobre seus cotidianos, com o intuito de informar e oferecer educação social quem comparecer ao espaço.

Às 10h começa o Batalhando pela Paz (batalha de break – 2×2)  enquanto que às 11h, terá início o Live Paint Graffiti. Às 13h, a cultura popular toma conta do palco com a Orquestra Maia e a cantora de samba Adriana B. Em seguida, às 14h, iniciam as batalhas de all style e logo na sequência, às 14h30, começam as batalhas de MCs. “As batalhas seguem o critério de liberdade de expressão, porém os jurados estarão atentos ao conhecimento dos competidores. O MC tem que desconstruir o oponente na inteligência e não pode ficar falando besteira sobre o outro. Queremos mostrar a cara da juventude periférica e do nosso povo negro, elevando os talentos da periferia num espaço que é deles por direito”, observa Big, que quer legitimar, através da ação, o trabalho de quem já faz rima no cotidiano em suas quebradas.

MULHERES 

Apesar de contar com apenas duas MCs mulheres participando das batalhas, o produtor enfatiza o interesse de incluir mais representantes femininas na Jornada. “Ainda há poucas meninas fazendo rimas de batalha, mas no meio disso tudo, ainda haverá DJ mulher, apresentadora, jurada, b-girls, poetisas e apresentação de all style envolvendo várias garotas também”, justifica ele, que deseja contar com mais mulheres nos próximos anos.

SERVIÇO

JORNADA MC’S

Sábado, 28/07 – Polo Som na Rural

9h – Roda de Diálogos “Hip Hop pra vida!”

10h – Batalhando pela Paz com MC OKADO, DJ SONTERIA e DJ NIXON

Participação Especial: JUNIOR BALADEIRA

11h – Live Paint Graffiti

13h – Orquestra Maia e Adriana B.

14h – Estilo Livre

Batalha de All Style

Apresentação: HulliPop

14h30 – Encontro Estadual de MC’s com DJ BIG e DJ MANU LIERA

MC Negrita, MC Hope e MC Nikole Black

Ao longo do dia haverá diversas performances, poesia, rimas (microfone liberado) e live paint graffiti.

Assessoria de Comunicação do 28º Festival de Inverno de Garanhuns

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

CONTADORA

CONTADORA

banner anuncie (2)

banner anuncie (2)