quinta-feira, 12 de julho de 2018

Subiu para quatro o numero de vítimas de uma chacina ocorrida na tarde desta quarta-feira (11), quando inicialmente três pessoas foram mortas durante uma emboscada em uma estrada vicinal no Distrito de Paquevira, na zona rural de Canhotinho, no Agreste de Pernambuco.

Luís José dos Santos de 50 anos, não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu na madrugada desta quinta-feira (12), Luís foi levado com a companheira Hilda da Silva, de 51 anos para a emergência do Hospital Regional Dom Moura, devido o estado dele ser considerado grave, foi transferido para o Hospital Regional do Agreste, em Caruaru. De acordo com informações a única sobrevivente da chacina não corre risco de morrer.

 

 

 

RELEMBRE O CASO

Um triplo homicídio e duas tentativas de homicídio, foram registradas na tarde desta quarta-feira (11), em uma estrada vicinal no distrito de Paquevira, na zona rural do município de Canhotinho, no Agreste de Pernambuco.As vítimas trafegavam em um Fiat Uno, cor vermelha, placas KFM-8457, quando elementos não identificados interceptaram o veículo e efetuaram vários disparos de armas de fogo.

Três homens morreram no local e foram identificados como, Jasiel Silva dos Santos, de 22 anos, Janailson Silva dos Santos, de 25 anos e José Orlando de Morais, de 19 anos, dois morreram dentro do carro, um ainda tentou correr e foi assassinado na estrada, os tiros de espingarda calibre 12 atingiram eles na cabeça.

O casal Luiz José dos Santos, de 50 anos e Hilda da Silva, de 51 anos, conseguiram sobreviver e foram socorridos para o Hospital Regional Dom Moura, segundo informações ela foi alvejada na perna e ele por cerca de três disparos. Eles são pais das vítimas Janailton e Jasiel e foram transferidos para o Hospital da Restauração, em Recife.

Após perícia realizada na cena do crime pelo Instituto de Criminalística (IC), os corpos foram encaminhados para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru, o caso já está sendo investigado pela delegacia de Canhotinho.

As vítimas eram, temidas no distrito de Paquevira onde praticavam atos criminosos.

Postado Por: Paulo Fernando

CONTADORA

CONTADORA

CURVELO

CURVELO