quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

A Polícia Federal em Pernambuco/PE, procedeu a autuação em flagrante na noite do 13/01/2018, por volta das 18h de um suspeito preso pela Polícia Militar/PE (6º BPM em Prazeres-Jaboatão dos Guararapes/PE) de nome HUGO DOS SANTOS ALBANO, brasileiro, casado, 25 anos, fisioterapeuta, natural de Caicó/RN e residente no bairro de Lagoa Azul-Natal/RN– (possui antecedentes criminais – responde a processo em Natal/RN por envolvimento com drogas).

A prisão aconteceu em virtude de abordagens e rondas de rotina realizadas por policiais militares lotados no 6º BPM/PE em Barra de Jangada/PE que ao avistarem um veículo Palio com placas do Rio Grande Norte tendo em seu interior 01 ocupante e sentados no meio fio junto do automóvel mais 05 pessoas resolveram averiguar a identificação de todos. A ação teve seu desfecho final quando os militares ao proceder uma busca no interior do veículo (porta malas) encontraram dentro de uma pequena sacola plástica 44 cédulas de R$ 50,00 (cinquenta reais) e uma de R$ 100 (cem reais) totalizando a quantia de R$ 2.300 (dois mil e trezentos) reais em notas falsas. Também foi arrecadado com o grupo R$ 4.569 (quatro mil quinhentos e sessenta e nove reais) aparentemente verdadeiros, mas que passarão por perícia técnica.

Terminado os trabalhos ostensivos e tendo sido arrecadada as notas falsas e as supostamente verdadeiras e vários aparelhos celulares (apenas um foi apreendido) os seis suspeitos foram levados para a Sede da Polícia Federal em Recife/PE, onde apenas um suspeito confirmou a posse das notas falsas como sendo de sua propriedade e após ter sido informado dos seus direitos e garantias constitucionais acabou sendo autuado em flagrante pelo crime contido no artigo 289, § 1º do Código Penal – (adquirir ou guardar moeda falsa), e caso seja condenado poderá pegar penas que variam de 3 a 12 anos de reclusão, além de multa!

Em seu interrogatório o comerciante informou que veio de Natal/RN passar o Carnaval em Recife/PE e através de uma pessoa (não revelou detalhes) comprou R$ 1.000 (mil reais) de notas falsas e tinha pretensão de repassá-las no comércio local, porém seus amigos não sabiam que estavam com as notas dentro do carro e só vieram a tomar conhecimento quando foi feita a abordagem pelos policiais militares. Após a autuação, o preso realizou Exame de Corpo de Delito no IML – Instituto de Medicina Legal e em seguida foi encaminhado para a audiência ONDE FOI CONFIRMADA SUA PRISÃO PREVENTIVA e logo após foi conduzido para o COTEL-Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna, onde ficará à disposição da Justiça Federal/PE.

Postado Por: Jailson Ferreira

CONTADORA

CONTADORA

CURVELO

CURVELO