sexta-feira, 01 de março de 2019

Na manhã desta quinta-feira (28/2), a 22ª Delegacia de Homicídios de Garanhuns, coordenada pelo Delegado Eric Costa, deflagrou a “Operação Cela Dupla” para prender cinco membros de uma Organização Criminosa que agia em Garanhuns e municípios vizinhos na prática de vários crimes, tendo como principal deles homicídios e tráfico de drogas. Segundo o delegado, as investigações duraram cerca de um ano e contou também com o Serviço de Inteligência da Polícia Civil. A operação foi dividida em cinco grupos que receberam o nome das Colinas de Garanhuns, uma referência as localidades onde a maioria dos crimes eram praticados.

Cerca de 400 policiais civis participaram da operação nesta quinta-feira para cumprir os mandados de prisões e buscas e apreensões que seriam em torno de 60.

Treze mulheres tiveram seus mandados cumpridos: Maria Luiza de Arruda Ferreira, Ana Paula da Silva Gonçalves Serafim, Maria Sidália Clementino Ferreira, Maria Jéssica Martins Ferreira, Poliana de Farias Silva, Adeilda Maria de Melo, Clemilda de Lima Florêncio, Adriana dos Santos Amorim, Luana Daiana da Paz Ribeiro, Camila Barbosa da Silva Matos, Vaniele da Silva Teotônio, Andreza Ferreira da Silva e uma adolescente que foi encaminhada a FUNASE da Capital Recife.

Também foram presos: Ronaldo Bezerra Correia, Jurandir Lima da Silva Filho, José Ailton Cristiano dos Santos, Jackson Florêncio da Silva, Ubiratan da Silva, Antônio Vanderlei de Oliveira, Ronaldo Alves da Silva, José Luiz da Silva e Paulo Sérgio Marques da Silva. Como a operação iniciou-se a mais de um ano, no decorrer dela outras dezenas de pessoas foram presas, maioria em flagrante.

Os presos foram encaminhados para a Delegacia de Homicídios de Garanhuns. As mulheres  recolhidas a Penitenciaria Feminina em Buíque. Os homens para o Presídio Plácido de Sousa em Caruaru/PE.

Fonte: Polícia Civil

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

NOVO AGUAS BELAS

NOVO AGUAS BELAS