sábado, 26 de dezembro de 2020

Um trabalhador rural morreu vítima de acidente na tarde desta sexta-feira (25), no distrito de Ibaratinga, na zona rural do município de Sirinhaém/PE.

Leonardo Manoel da Silva Alves, de 37 anos, pilotava uma motocicleta e perdeu o controle da direção, ele acabou caindo, sofreu ferimentos e veio a óbito horas depois.

O corpo de Leonardo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife.

terça-feira, 22 de dezembro de 2020

Um guarda municipal de 25 anos foi assassinado com disparos de arma de fogo em Lagoa do Itaenga, zona da mata do Estado de Pernambuco. O crime aconteceu por volta das 21 horas numa praça situada na área central da cidade.

José Ewerton da Cruz, era conhecido como ‘Evinho’, que estaria no local do crime quando ao autor dos tiros se aproximou. Com tiros na cabeça, o guarda municipal não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Ainda não foi identificado o autor do crime, que fugiu em desabalada carreira. O caso já está sendo investigado pela 54ª delegacia de polícia civil local.

terça-feira, 22 de dezembro de 2020

Uma mulher foi morta pelo ex-companheiro na manhã desta segunda-feira (21), no município de Buenos Aires, na Zona da Mata de Pernambuco.

Cleidiane José dos Santos, de 35 anos, foi lesionada com golpes de faca em várias partes do corpo, o autor do feminicídio Adriano José de Santana, de 33 anos, conseguiu fugir e está sendo procurado pela polícia.

Segundo informações de familiares, era comum brigas entre o casal, Adriano chegou a ameaçar e agredi-la por diversas vezes.

O corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

A Polícia Federal através de sua Delegacia em Salgueiro/PE em conjunto com a Polícia Civil, Polícia Militar de Pernambuco (Grupamento Tático Aéreo e BEPI-Batalhão Especializado de Policiamento do Interior) e Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco e da Paraíba vem promovendo ações de identificação e consequente erradicação de plantios de maconha no sertão pernambucano. Tais medidas fazem parte das estratégias adotadas pela Coordenação-Geral de Prevenção e Repressão a Entorpecentes-CGPRE, Órgão Central da Polícia Federal em Brasília/DF, com o objetivo de reduzir a produção e oferta de maconha no sertão Pernambucano e contou com duas aeronaves da Coordenação de Aviação Operacional-CAOP da Polícia Federal em Brasília.

Desta vez foi concluída a Operação Muçambê V que ocorreu entre os dias 05 a 15 de dezembro/2020, onde conseguiu-se erradicar 164 mil pés de maconha, apreender 138 kg da droga pronta para consumo, destruir 56 plantios, além de 400 mil mudas. Os plantios foram localizados através de levantamentos feitos pela Polícia Federal em algumas ilhas dos Rio São Francisco, na Região de Orocó, Cabrobó, Carnaubeira da Penha, Floresta e Belém do São Francisco no sertão pernambucano

O ciclo produtivo da cannabis é acompanhado de perto por policiais federais e quando vai se aproximando o período da colheita novas ações são realizadas coibindo assim a secagem e a consequente introdução no mercado consumidor (pontos de vendas de drogas). As constantes operações policiais de erradicação de maconha no sertão de Pernambuco, não tem dado tempo ao traficante daquela região em produzir a droga em seu pleno desenvolvimento, o que tem levado a importação da droga do Paraguai. Isto também está demonstrado pelo aumento das apreensões feitas pela Polícia Federal de maconha vinda daquele país vizinho.

CASO OS 164 MIL PÉS FOSSEM COLHIDOS, PRENSADOS E COLOCADOS NO MERCADO CONSUMIDOR DARIA PARA SE PRODUZIR APROXIMADAMENTE 55 TONELADAS DE MACONHA!

Assim com essas operações consecutivas, a Polícia Federal contribui significativamente para o desabastecimento dos pontos de venda de droga em nosso estado como também em outros estados da região nordeste, evitando assim a escalada da violência tais como: assaltos, furtos, homicídios, assassinatos, acertos de contas, porque geralmente essas ocorrências giram em torno do tráfico de drogas. Cada ponto de venda de droga desabastecido, significa um foco a menos de violência.

ESTATÍSTICAS DAS 5 OPERAÇÕES DO ANO DE 2020:

1,468,218 pés erradicados, equivalente a 489 toneladas;

2.619 kg (duas toneladas, seiscentos e dezenove quilos) de maconha pronta apreendida.

Muçambê é um pequeno arbusto da família das Caparidáceas provido de espinhos nos pecíolos das folhas, ocorrendo nas caatingas dos estados do nordeste.

Fonte: Polícia Federal

segunda-feira, 14 de dezembro de 2020

Um jovem de 22 anos foi executado com disparos de arma de fogo na madrugada deste domingo (13) no Alto da Boa Vista, em Nazaré da Mata, na Zona da Mata de Pernambuco.

Josicleiton Santos da Silva, conhecido por “Cleiton”, sofreu cerca de 3 disparos no tórax, além de uma lesão na face provocada por arma de grosso calibre.

Segundo informações de sua companheira, a vítima estava bebendo em sua casa quando por volta das 16h do sábado resolveu sair sem dizer o destino.

Ainda de acordo com a esposa da vítima, por volta de 1h da madrugada ela escutou disparos de fogo e quando saiu para ver o que tinha acontecido, viu Cleiton morto na esquina de sua casa.

A vítima responde a alguns homicídios, inclusive é apontado como autor do homicídio que vitimou Rosivaldo Joaquim, conhecido por “Baba”, crime ocorrido no dia 5 de desse mês.

Contra Cleiton havia um mandado de prisão.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

A Polícia Federal em Pernambuco cumpre nesta quinta-feira (10), 11 mandados de busca e apreensão expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região dentro da Operação Articulata em Recife, Olinda, Camaragibe, Itapissuma, Gravatá e Ipojuca. As buscas estão sendo feitas em sedes de empresas, endereços residenciais e um órgão público.

A presente investigação teve início a partir da análise dos materiais apreendidos na primeira fase da Operação Casa de Papel, a qual revelou possível participação de pessoa com prerrogativa de foro no esquema de corrupção, organização criminosa, favorecimento em licitações, entre outros crimes ali apurados.

O nome da operação deflagrada na presente data foi inspirado no termo em latim do adjetivo articulado, numa alusão ao papel de articulador supostamente exercido pela pessoa com prerrogativa de foro investigada.

RELEMBRE A OPERAÇÃO CASA DE PAPEL:

A operação Casa de Papel foi deflagrada no dia 16/06/2020 pela Polícia Federal em conjunto com a Controladoria-Geral da União (CGU) e Ministério Público Federal (MPF), que apura irregularidades na compra emergencial de materiais médicos, em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Foram constatados indícios de que a empresa contratada pertence a um grupo econômico do setor gráfico, que estaria sendo beneficiado com contratos públicos milionários há mais de uma década.

Os contratos, feitos com dispensa de licitação, são das prefeituras de Recife, Olinda, Cabo de Santo Agostinho e Paulista. Juntos, eles equivalem a um valor aproximado de R$ 9 milhões. Na época foram cumpridos 35 mandados de busca e apreensão nessas cidades, tanto nas prefeituras quanto na sede da empresa e nas residências de seus sócios.

quarta-feira, 09 de dezembro de 2020

O Núcleo de Polícia Marítima de Pernambuco da Polícia Federal (NEPOM/PE), em parceria com o IBAMA e ICMBio, iniciou uma operação integrada visando reprimir crimes ambientais de competência federal em área litorânea.

Dentre as atividades prevista está o patrulhamento embarcados para coibir a captura da lagosta no período de defeso (01/12 a 31/05) ou pesca na área de proteção federal Costa dos Corais, dentre outros crimes cometidos, como tráfico de drogas, armas, contrabando e descaminho.

O patrulhamento foi precedido por uma ação educacional, conduzida pelo IBAMA e ICMBio, antes do início do defeso e agora conta com ações repressivas. Diversas embarcações foram vistoriadas e uma conduzida para elaboração de um procedimento administrativo por estar com apetrechos proibidos (redes, botijão de gás, compressor). A operação vai perdurar até fevereiro e terá outros pontos de fiscalização.

quarta-feira, 09 de dezembro de 2020

A Polícia Federal foi convidada pela Interpol para sediar e coordenar, este ano, uma ação em conjunto com mais de 20 países contra o tráfico de pessoas, dentro de um projeto multinacional de combate às organizações criminosas transnacionais que se dedicam a essa atividade ilícita. No Brasil tiveram ações em 05 Aeroportos Nacionais e nas Fronteiras.

O convite ganhou força após o desempenho da PF na deflagração da Operação Turquesa, ocorrida em 2019, que teve escopo internacional e cooperação de diversas nações. No âmbito da ação, A ação visa intensificar o combate ao crime de tráfico de pessoas, que tem se intensificado nos últimos anos. O número de instaurações de inquéritos policiais e investigações sobre o assunto na PF dobrou nos últimos dois anos.

Nesse período, mais de 180 pessoas foram resgatadas das mãos do tráfico por policiais federais. Foram dezenas de prisões e condenações dos infratores, apesar do alto índice de subnotificações destes crimes. Como projeto-piloto, que servirá de referência para o restante do país, a PF criará uma operação permanente em Roraima, o projeto Mitra, com o objetivo de identificar, monitorar e cruzar dados de possíveis traficantes e coiotes, facilitando suas prisões e impedindo futuras ações.

Em Recife aconteceram ações integradas e coordenadas entre os dias 30/11 e 04/12 que teve como escopo o enfrentamento ao contrabando de migrantes, tráfico de pessoas e a outros delitos conexos.  Os controles realizados ao longo da semana buscaram conter as ações de grupos do crime organizado que usam rotas de contrabando para outros países como Estados Unidos e Canadá, por exemplo. Centenas de imigrantes de diferentes nacionalidades foram inspecionados quando desembarcavam ou embarcavam no Aeroporto Internacional dos Guararapes, apesar dos esforços, a operação terminou sem nenhuma ocorrência significativa.

DADOS DO TRÁFICO DE PESSOAS NO BRASIL E NO MUNDO

Segundo estudos feitos pela OMT (Organização Mundial do Trabalho) o tráfico humano movimenta cerca de 32 bilhões de dólares por ano, em que 79% das vítimas são destinadas à prostituição, em seguida ao comércio de órgãos e à exploração de trabalho escravo. Um total de 63 mil vítimas de tráfico de pessoas foram detectadas em 106 países e territórios entre 2012 e 2014, de acordo com o relatório publicado pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC). As mulheres têm sido a maior parte das vítimas — frequentemente destinadas à exploração sexual.

Esse crime cresce ano após ano e o número de rotas para circulação das vítimas também. No Brasil existem 241 rotas do tráfico nacional e internacional da exploração sexual de mulheres e adolescentes.

O QUE PODEMOS FAZER PARA ENFRENTAR O TRÁFICO DE PESSOAS?

A prevenção é sempre a melhor iniciativa. Portanto, ao verificar que existem indícios de tráfico humano, siga as orientações:

1.          Duvide sempre de propostas de emprego fácil e lucrativo;

2.          Antes de aceitar a proposta de emprego, leia atentamente o contrato de trabalho, busque informações sobre a empresa contratante, procure auxílio da área jurídica especializada. A atenção é redobrada em caso de propostas que incluam deslocamentos, viagens nacionais e internacionais;

3.          Evite tirar cópias dos documentos pessoais e deixá-las em mãos de parentes ou amigos;

4.          Deixe endereço, telefone e/ou localização da cidade para onde está viajando;

5.          Informe para a pessoa que está seguindo viagem endereços e contatos de consulados e autoridades da região;

6.          Nunca deixe de se comunicar com familiares e amigos.

Em caso de Tráfico de Pessoas, denuncie! Disque: 100 ou Ligue: 180

Fonte: Polícia Federal

segunda-feira, 07 de dezembro de 2020

A Polícia Federal em Pernambuco procedeu no último sábado (05/12) por volta das 18:30h, a extradição passiva de um estrangeiro português, de 31 anos, natural de Lamas-Cadaval. O estrangeiro foi entregue no Aeroporto Internacional dos Guararapes para policiais portugueses que ficaram responsáveis em levá-lo para Portugal onde deverá responder pelos seus crimes cometidos, após assinar um termo de entrega do preso.

Prisão em 2018

RELEMBRE O CASO:

O Estrangeiro português foi detido no dia 12/03/2018 no bairro de Santo Amaro/PE, numa operação conjunta realizada pela Polícia Federal e a Polícia Militar de Pernambuco (Rádio Patrulha). O estrangeiro estava há dois anos irregular no Brasil e já havia sido notificado pela Polícia Federal a deixar o país, porém ficou foragido desde então em locais de comunidades distantes dos grandes centros da capital pernambucana e paraibana para evitar sua possível prisão para fins de expulsão do país.

Os crimes que são imputados ao foragido em Portugal são crimes sexuais cometidos contra mulheres portuguesas (estupro e ameaça qualificada) praticado em fevereiro de 2015 em Portugal, tendo sido condenado a uma pena de 6 anos e 2 meses.

No Brasil já havia sido autuado por três vezes na Lei Maria da Penha em virtude de ter relacionamentos agressivos e conturbados com mulheres pernambucanas e paraibanas. O português confessou que comandava um ponto de venda de droga em Portugal e por isso foi denunciado pela própria mãe, o que o forçou a fugir do país após o cometimento de vários crimes. De temperamento agressivo se envolveu em brigas com guardas municipais da Paraíba.

A prisão preventiva para extradição foi decretada pelo Ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes no dia 02 março de 2018 e visou atender a um pedido de extradição feita por Portugal ao governo brasileiro fundada na promessa de reciprocidade entre esses países de tratamento de casos análogos.

Após receber o respectivo dispositivo legal de prisão, foram realizados levantamentos por parte de policiais federais da Superintendência em Pernambuco que de posse da autuação pela Lei Maria da Penha em Recife/PE foi montada uma operação conjunta entre as polícias federal e militar que resultou em sua localização e consequente prisão. O Português foi encontrado e preso após trocas de informações repassadas pela Polícia Federal para Policiais Militares da Rádio Patrulha/Malhas da Lei, no Bairro de Santo Amaro, porém residia em diversas comunidades como “V8” e dos “Coelhos” e não tinha o costume de ficar por muito tempo em ligares fixos a fim de que não fosse possível a sua identificação, A prisão ocorreu sem nenhum transtorno e o estrangeiro não esboçou qualquer tipo de reação.

segunda-feira, 07 de dezembro de 2020

A Polícia Federal através de sua representação em Salgueiro/PE deflagrou, na última sexta-feira (04/12) por volta da 6h, a Operação denominada “ÁGIO EMERGENCIAL”, para desarticular possível grupo criminoso com atuação no município pernambucano de Belém do São Francisco/PE, o qual vinha aplicando golpes em beneficiários do auxílio emergencial pago pelo Governo Federal em razão da pandemia de covid-19.

As investigações indicaram que, desde abril/2020, um funcionário de uma casa lotérica estaria cobrando indevidamente 10% dos valores do auxílio emergencial para que os beneficiários não enfrentassem filas. Em seguida, marcavam em local fora do estabelecimento para fazer a entrega do dinheiro. Os envolvidos estavam cobrando e obtendo vantagem indevida em detrimento de pessoas de baixa renda, em situação de miserabilidade, por meio de um serviço público delegado pela Caixa Econômica Federal às casas lotéricas.

Foram cumpridos 06 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal da 20ª Vara/PE, todos no sertão pernambucano. As investigações apontaram que um funcionário de lotérica de 26 anos, pagava para um motoboy de 43 anos, a quantia de R$ 100 reais para que ele pudesse encontrar beneficiários interessados no saque do auxílio emergencial, coletar os cartões das vítimas, bem como suas respectivas senhas. Após o saque, o mototaxista entregava a seus proprietários a quantia restante, depois de ter abatido o valor dos serviços ilícitos. Após ter sido descoberto pelo dono da lotérica sobre a irregularidade, o suspeito passava também a fazer os saques em outras agências bancárias de Salgueiro/PE e Cabrobó/PE.

Na residência do principal suspeito foram encontrados e apreendidos 01 aparelho celular, 01 caderno com anotações dos saques, diversos comprovantes bancários de saques do auxilio emergencial, 27 cartões de benefício do Bolsa Família e do cidadão.

Os envolvidos vão responder pela prática que configura crime de corrupção passiva (crime praticado por funcionário contra a administração) prevista no artigo 317 do código penal e caso sejam condenados poderão pegar penas de até 12 anos de reclusão. A operação recebeu o nome do Ágio Emergencial por fazer alusão a um valor adicional cobrado em operações financeiras.