quinta-feira, 17 de dezembro de 2020

Ao menos R$ 500 mil foram desviados em um esquema de corrupção envolvendo a prefeitura de Palmares, na Zona da Mata Sul de Pernambuco. A informação foi repassada pelo delegado Diego Pinheiro, que comandou a operação Fim de Jogo, desencadeada nesta quinta-feira (17). Pinheiro afirmou, ainda, que o prefeito do município é suspeito de comandar o esquema criminoso.

O esquema começou a ser investigado em janeiro de 2020, mas ocorreu entre os anos de 2017 e 2018, segundo o delegado. “Com as investigações, confirmamos que houve desvio de verbas da prefeitura de Palmares através de convênios firmados entre a Secretaria de Esportes da prefeitura e a Liga Desportiva de Palmares, que é uma pessoa jurídica privada”, declarou.

O delegado afirmou que os pagamentos à instituição eram feitos através de cheques nominais, emitidos diretamente do diretor-executivo de Finanças para o diretor de Esportes.

“Eram cheques em nome da Liga Desportiva. Esse diretor procurava o presidente da Liga Desportiva, bem como o tesoureiro, endossava esses cheques. Esse diretor [então] pegava esses cheques, ia no banco e sacava o dinheiro. Tudo isso, segundo o próprio diretor de Esportes, a mando do prefeito de Palmares”, declarou Pinheiro.

Além de peculato, que é relacionado ao desvio de verba por funcionário público, a Polícia Civil investiga o crime de falsificação de documentos.

“Quando começaram as investigações, eles tiveram que fazer a prestação de contas dos eventos que não foram realizados. Para essa prestação de contas, foram utilizados documentos falsos, que foram cedidos por um empresário de Água Preta, que também foi investigado”, disse o delegado.

Pinheiro afirmou que, como os crimes ocorreram há dois anos, não caberia pedir a prisão dos envolvidos neste ponto das investigações. “Uma medida que poderia ter sido solicitada era o afastamento de servidores para não atrapalhar as investigações, no entanto como mandato do prefeito termina agora, não seria um pedido muito viável”, declarou.

Com os documentos apreendidos nesta quinta-feira (17), o delegado explicou que pretende detalhar a participação dos envolvidos. Foram cumpridos 11 mandados em Palmares, Água Preta e também no Recife, onde o prefeito tem um apartamento.

“Solicitamos buscas e apreensões para justamente para verificar quem só participou dos desvios e quem também auferiu vantagem com esses desvios. Solicitamos também sequestro de valores e imóveis de alguns dos investigados para poder ressarcir o erário”, disse.

(Com informações do G1)

quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

A Polícia Federal através de sua Delegacia em Salgueiro/PE em conjunto com a Polícia Civil, Polícia Militar de Pernambuco (Grupamento Tático Aéreo e BEPI-Batalhão Especializado de Policiamento do Interior) e Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco e da Paraíba vem promovendo ações de identificação e consequente erradicação de plantios de maconha no sertão pernambucano. Tais medidas fazem parte das estratégias adotadas pela Coordenação-Geral de Prevenção e Repressão a Entorpecentes-CGPRE, Órgão Central da Polícia Federal em Brasília/DF, com o objetivo de reduzir a produção e oferta de maconha no sertão Pernambucano e contou com duas aeronaves da Coordenação de Aviação Operacional-CAOP da Polícia Federal em Brasília.

Desta vez foi concluída a Operação Muçambê V que ocorreu entre os dias 05 a 15 de dezembro/2020, onde conseguiu-se erradicar 164 mil pés de maconha, apreender 138 kg da droga pronta para consumo, destruir 56 plantios, além de 400 mil mudas. Os plantios foram localizados através de levantamentos feitos pela Polícia Federal em algumas ilhas dos Rio São Francisco, na Região de Orocó, Cabrobó, Carnaubeira da Penha, Floresta e Belém do São Francisco no sertão pernambucano

O ciclo produtivo da cannabis é acompanhado de perto por policiais federais e quando vai se aproximando o período da colheita novas ações são realizadas coibindo assim a secagem e a consequente introdução no mercado consumidor (pontos de vendas de drogas). As constantes operações policiais de erradicação de maconha no sertão de Pernambuco, não tem dado tempo ao traficante daquela região em produzir a droga em seu pleno desenvolvimento, o que tem levado a importação da droga do Paraguai. Isto também está demonstrado pelo aumento das apreensões feitas pela Polícia Federal de maconha vinda daquele país vizinho.

CASO OS 164 MIL PÉS FOSSEM COLHIDOS, PRENSADOS E COLOCADOS NO MERCADO CONSUMIDOR DARIA PARA SE PRODUZIR APROXIMADAMENTE 55 TONELADAS DE MACONHA!

Assim com essas operações consecutivas, a Polícia Federal contribui significativamente para o desabastecimento dos pontos de venda de droga em nosso estado como também em outros estados da região nordeste, evitando assim a escalada da violência tais como: assaltos, furtos, homicídios, assassinatos, acertos de contas, porque geralmente essas ocorrências giram em torno do tráfico de drogas. Cada ponto de venda de droga desabastecido, significa um foco a menos de violência.

ESTATÍSTICAS DAS 5 OPERAÇÕES DO ANO DE 2020:

1,468,218 pés erradicados, equivalente a 489 toneladas;

2.619 kg (duas toneladas, seiscentos e dezenove quilos) de maconha pronta apreendida.

Muçambê é um pequeno arbusto da família das Caparidáceas provido de espinhos nos pecíolos das folhas, ocorrendo nas caatingas dos estados do nordeste.

Fonte: Polícia Federal

segunda-feira, 14 de dezembro de 2020

Um ex-presidiário foi assassinado na madrugada desta segunda-feira (14), na cidade de Barreiros, na Mata Sul de Pernambuco.

Clebson Paisinho da Silva, de 34 anos, estava em casa dormindo com a companheira, quando homens fortemente armados dizendo que eram policiais derrubaram a porta e efetuaram disparos de arma de fogo em Clebson, que morreu antes de receber os primeiros socorros.

Os assassinos deixaram a residência e ainda não foram identificados, o corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife.

domingo, 13 de dezembro de 2020

Um traficante foi assassinado na manhã deste sábado (12), no bairro Nova Palmares, na cidade de Palmares, na Mata Sul de Pernambuco.

Jailson Ferreira da Silva, de 21 anos, foi alvejado por disparos de arma de fogo, não resistiu e morreu na Rua Professora Julia Moraes.

A vítima tinha saído do presidio no último dia (03/12), onde cumpriu pena por envolvimento com tráfico de drogas, o corpo foi periciado e encaminhado para o IML do Recife.

sábado, 12 de dezembro de 2020

Dois elementos utilizando um veículo modelo Onix na cor prata roubaram uma motocicleta na noite de sexta-feira (11), na PE-177, próximo a Usina Água Branca, no município de Quipapá/PE.

O motoqueiro disse à polícia que conduzia uma motocicleta modelo Bros, na cor vermelha, com placa PCF-2074, quando foi abordado por dois indivíduos num veículo modelo Onix, estando um deles portando um revólver, desta foram, anunciou o assalto e roubo a moto. Em seguida ao roubo, eles desapareceram e não foram mais localizados.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2020

Um homem morreu vítima de acidente na noite desta quinta-feira (10), na PE-060, no município de Sirinhaém, na Mata Sul de Pernambuco.

Jailson José da Silva, de 54 anos, perdeu o controle do veículo que conduzia, sofreu ferimentos graves e morreu no local.

O corpo foi periciado pelo IC e encaminhado para o IML do Recife.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

A Polícia Federal em Pernambuco cumpre nesta quinta-feira (10), 11 mandados de busca e apreensão expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região dentro da Operação Articulata em Recife, Olinda, Camaragibe, Itapissuma, Gravatá e Ipojuca. As buscas estão sendo feitas em sedes de empresas, endereços residenciais e um órgão público.

A presente investigação teve início a partir da análise dos materiais apreendidos na primeira fase da Operação Casa de Papel, a qual revelou possível participação de pessoa com prerrogativa de foro no esquema de corrupção, organização criminosa, favorecimento em licitações, entre outros crimes ali apurados.

O nome da operação deflagrada na presente data foi inspirado no termo em latim do adjetivo articulado, numa alusão ao papel de articulador supostamente exercido pela pessoa com prerrogativa de foro investigada.

RELEMBRE A OPERAÇÃO CASA DE PAPEL:

A operação Casa de Papel foi deflagrada no dia 16/06/2020 pela Polícia Federal em conjunto com a Controladoria-Geral da União (CGU) e Ministério Público Federal (MPF), que apura irregularidades na compra emergencial de materiais médicos, em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Foram constatados indícios de que a empresa contratada pertence a um grupo econômico do setor gráfico, que estaria sendo beneficiado com contratos públicos milionários há mais de uma década.

Os contratos, feitos com dispensa de licitação, são das prefeituras de Recife, Olinda, Cabo de Santo Agostinho e Paulista. Juntos, eles equivalem a um valor aproximado de R$ 9 milhões. Na época foram cumpridos 35 mandados de busca e apreensão nessas cidades, tanto nas prefeituras quanto na sede da empresa e nas residências de seus sócios.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

Um homem foi assassinado na noite desta quarta-feira (9), na Ladeira da Barra da Lama, no município de São Benedito do Sul, na Mata Sul de Pernambuco.

O corpo de Rogério Alves da Silva, de 26 anos, apresentava lesões na cabeça provocadas por golpes de facão, um amigo dele identificado como Alisson Roberto, também foi lesionado e socorrido para o Hospital da Restauração, em Recife.

De acordo com informações da polícia, as vítimas estavam embriagadas e arrumando confusões, até o momento a autoria do crime é desconhecida, o corpo de Rogério foi encaminhado para o IML do Recife.

quarta-feira, 09 de dezembro de 2020

O Núcleo de Polícia Marítima de Pernambuco da Polícia Federal (NEPOM/PE), em parceria com o IBAMA e ICMBio, iniciou uma operação integrada visando reprimir crimes ambientais de competência federal em área litorânea.

Dentre as atividades prevista está o patrulhamento embarcados para coibir a captura da lagosta no período de defeso (01/12 a 31/05) ou pesca na área de proteção federal Costa dos Corais, dentre outros crimes cometidos, como tráfico de drogas, armas, contrabando e descaminho.

O patrulhamento foi precedido por uma ação educacional, conduzida pelo IBAMA e ICMBio, antes do início do defeso e agora conta com ações repressivas. Diversas embarcações foram vistoriadas e uma conduzida para elaboração de um procedimento administrativo por estar com apetrechos proibidos (redes, botijão de gás, compressor). A operação vai perdurar até fevereiro e terá outros pontos de fiscalização.

quarta-feira, 09 de dezembro de 2020

A Polícia Federal foi convidada pela Interpol para sediar e coordenar, este ano, uma ação em conjunto com mais de 20 países contra o tráfico de pessoas, dentro de um projeto multinacional de combate às organizações criminosas transnacionais que se dedicam a essa atividade ilícita. No Brasil tiveram ações em 05 Aeroportos Nacionais e nas Fronteiras.

O convite ganhou força após o desempenho da PF na deflagração da Operação Turquesa, ocorrida em 2019, que teve escopo internacional e cooperação de diversas nações. No âmbito da ação, A ação visa intensificar o combate ao crime de tráfico de pessoas, que tem se intensificado nos últimos anos. O número de instaurações de inquéritos policiais e investigações sobre o assunto na PF dobrou nos últimos dois anos.

Nesse período, mais de 180 pessoas foram resgatadas das mãos do tráfico por policiais federais. Foram dezenas de prisões e condenações dos infratores, apesar do alto índice de subnotificações destes crimes. Como projeto-piloto, que servirá de referência para o restante do país, a PF criará uma operação permanente em Roraima, o projeto Mitra, com o objetivo de identificar, monitorar e cruzar dados de possíveis traficantes e coiotes, facilitando suas prisões e impedindo futuras ações.

Em Recife aconteceram ações integradas e coordenadas entre os dias 30/11 e 04/12 que teve como escopo o enfrentamento ao contrabando de migrantes, tráfico de pessoas e a outros delitos conexos.  Os controles realizados ao longo da semana buscaram conter as ações de grupos do crime organizado que usam rotas de contrabando para outros países como Estados Unidos e Canadá, por exemplo. Centenas de imigrantes de diferentes nacionalidades foram inspecionados quando desembarcavam ou embarcavam no Aeroporto Internacional dos Guararapes, apesar dos esforços, a operação terminou sem nenhuma ocorrência significativa.

DADOS DO TRÁFICO DE PESSOAS NO BRASIL E NO MUNDO

Segundo estudos feitos pela OMT (Organização Mundial do Trabalho) o tráfico humano movimenta cerca de 32 bilhões de dólares por ano, em que 79% das vítimas são destinadas à prostituição, em seguida ao comércio de órgãos e à exploração de trabalho escravo. Um total de 63 mil vítimas de tráfico de pessoas foram detectadas em 106 países e territórios entre 2012 e 2014, de acordo com o relatório publicado pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC). As mulheres têm sido a maior parte das vítimas — frequentemente destinadas à exploração sexual.

Esse crime cresce ano após ano e o número de rotas para circulação das vítimas também. No Brasil existem 241 rotas do tráfico nacional e internacional da exploração sexual de mulheres e adolescentes.

O QUE PODEMOS FAZER PARA ENFRENTAR O TRÁFICO DE PESSOAS?

A prevenção é sempre a melhor iniciativa. Portanto, ao verificar que existem indícios de tráfico humano, siga as orientações:

1.          Duvide sempre de propostas de emprego fácil e lucrativo;

2.          Antes de aceitar a proposta de emprego, leia atentamente o contrato de trabalho, busque informações sobre a empresa contratante, procure auxílio da área jurídica especializada. A atenção é redobrada em caso de propostas que incluam deslocamentos, viagens nacionais e internacionais;

3.          Evite tirar cópias dos documentos pessoais e deixá-las em mãos de parentes ou amigos;

4.          Deixe endereço, telefone e/ou localização da cidade para onde está viajando;

5.          Informe para a pessoa que está seguindo viagem endereços e contatos de consulados e autoridades da região;

6.          Nunca deixe de se comunicar com familiares e amigos.

Em caso de Tráfico de Pessoas, denuncie! Disque: 100 ou Ligue: 180

Fonte: Polícia Federal