PF DEFLAGRA “OPERAÇÃO CHOFER” NA PREFEITURA DE CEDRO/PE

sexta-feira, 17 de maio de 2019

A Polícia Federal em Pernambuco, através da Delegacia de Salgueiro/PE, desencadeou a “Operação Chofer” na Prefeitura do Município de Cedro/PE. O foco da Operação é o desvio de recursos públicos em virtude de irregularidades em contratações por parte da Prefeitura, através da utilização de pessoa interposta (“laranja”) pelo atual gestor, para vencer procedimentos licitatórios e/ou dispensá-los indevidamente. Com isso, apropriava-se de recursos públicos, sem a correspondente prestação do serviço e/ou fornecimento do produto.

A empresa utilizada para a contratação e possível desvios, com pouco mais de 30 dias de constituída, foi contratada pela Prefeitura para aquisição de materiais de construção e reformas nas secretarias do município, tendo sido empenhado em seu favor R$ 398.000,00 (trezentos e noventa e oito mil reais). Já em 12/04/2017, a empresa foi contratada para o serviço de manutenção preventiva e corretiva de veículo, exigindo-se, para tanto, estrutura física incompatível com a apresentada pela empresa.

Entre os anos de 2017 e 2018 foram empenhados cerca de R$ 3.000.000,00 (três milhões de reais) em favor da empresa para os mais diversos e variados serviços, como fornecimento de peças e manutenção para a frota de veículos do município à poda de árvores. Conforme apurado, o sócio desta empresa já foi contratado como motorista de uma a empresa do atual prefeito de Cedro/PE, assim como prestou serviço de eletricista na campanha eleitoral deste. Outra sócia da empresa de fachada é beneficiária do programa Bolsa Família e garantia-safra. Ademais, ambos sócios da empresa interposta habitam em uma residência simples na zona rural, demonstrando não possuir condições financeiras para a constituição de uma empresa de tal porte. Enfim, tal empresa é situada em prédio coligado, a um estabelecimento comercial de propriedade do prefeito. Durante a Operação Chofer, foram cumpridos 5 medidas cautelares de busca e apreensão realizadas por 21 policiais federais. Na residência do prefeito, foram apreendidos aproximadamente R$ 45.000,00 (quarenta e cinco mil reais) em espécie e R$ 160.000,00 (cento e sessenta mil reais) em cheques, além de 01 veículo Toyota Hilux, 01 pistola com registro vencido, celular e mídias. Na Prefeitura e nas empresas foram apreendidos processos licitatórios e outros documentos referente a investigação. Em depoimento na Delegacia de Polícia Federal em Salgueiro/PE, o prefeito negou todas as acusações.

O nome da Operação refere-se à função de motorista que um dos sócios da empresa, indicado como “laranja” do prefeito, exercia nas empresas deste.

Fonte: Polícia Federal

POLÍCIA FEDERAL APREENDE 2.5KG DE SKUNK NO AEROPORTO INTERNACIONAL DOS GUARARAPES

sexta-feira, 17 de maio de 2019

A Polícia Federal em Pernambuco, prendeu em flagrante no dia 13/05/2019, por volta das 10h, no Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre ANDRÉIA BISPO DE OLIVEIRA, solteira, 24 anos, vendedora, natural de Eurinepe/AM e residente em Manaus/AM-(não possui antecedentes criminais).  A prisão aconteceu durante fiscalização de rotina destinada a reprimir o tráfico internacional e doméstico de entorpecentes no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre. Os Policiais Federais ao selecionarem alguns passageiros para uma entrevista prévia começaram a fazer algumas perguntas para a passageira que respondeu com bastante insegurança aos questionamentos, dizendo que era vendedora de roupas, porém não tinham nenhum catálogo com os produtos e ao ser perguntada quantos dias passaria em São Luiz/MA respondeu que de 4 a 5 dias, porém não tinha bagagem de mão e nem despachada.

A ação teve seu desfecho final quando uma policial feminina ao proceder uma busca pessoal em seu corpo, descobriu escondido por baixo de suas roupas (na barriga) presos com fita adesiva, vários invólucros plásticos que continha em seu interior skunk (substância concentrada com alto teor de THC, também conhecida como supermaconha). Ao todo foram identificados 04 invólucros que ao passar pelo exame narcoteste resultou positivo para skunk, totalizando um peso bruto de 2.5Kg (dois quilos e meio). Além da droga também foram apreendidos documentos e 01 aparelho celular e cartões de embarque e passagens aéreas.

Terminado os trabalhos investigativos e tendo sido a droga encontrada, a suspeita recebeu voz de prisão em flagrante foi informada dos seus direitos e garantias constitucionais e em seguida foi levada para a Superintendência da Polícia Federal no Cais do Apolo, onde acabou sendo autuada pela prática do crime contido no artigo 33 c/c artigo 40 inciso V da Lei nº 11.343/2006 (tráfico interestadual de entorpecentes) e caso seja condenada poderá pegar penas que variam de 5 a 15 anos de reclusão. Após a autuação, a presa realizou Exame de Corpo de Delito no IML-Instituto de Medicina Legal, passou pela audiência de custódia onde foi CONFIRMADA A SUA PRISÃO PREVENTIVA para em seguida ser conduzido para a Colônia Penal Feminina, onde ficará à disposição da Justiça Estadual/PE.

Em seu interrogatório a presa informou que por estar desempregada e passando por problemas financeiros resolveu aceitar a proposta de uma pessoa em Manaus/AM (não deu maiores detalhes) para fazer o transporte da maconha até São Luiz/MA fixada em sua barriga. E para isso receberia a quantia de R$ 1 mil reais.

O skunk é plantado em ambiente controlado, buscando maior concentração do tetrahidrocanabinol, ou THC, substância psicoativa que é o principal responsável pelos efeitos alucinógenos. Normalmente, a concentração de THC nos tipos comuns de maconha varia entre 2% e 4%. Já no Skunk varia entre 14% e 15%, mas, já foram apreendidos skunk com até 30% de THC, o que torna esse tipo de maconha ainda mais prejudicial e letal.

Os sintomas da maconha são alucinações, perda do controle da concentração e coordenação motora, perda da memória, psicoses, esquizofrenia, neuroses, dilatação da pupila, olhos vermelhos entre outros. Os efeitos do skunk são os mesmos da maconha, porém muito mais intensos, fazendo com que o cérebro do usuário acabe sendo “fritado”, ou seja, os danos cerebrais são mais intensos e danosos.

Fonte: Polícia Federal

POLÍCIA PRENDE HOMEM ACUSADO DE CONVIVER MARITALMENTE COM MENINA DE 11 ANOS, EM ÁGUA PRETA

quinta-feira, 16 de maio de 2019

Um homem foi preso na última quarta-feira (15), após ser acusado de conviver maritalmente com uma menina de apenas 11 anos de idade. O caso chocou os moradores de Água Preta, zona da Mata Sul do estado e está sendo investigado pelas autoridades competentes.

Uma denúncia anônima alertou os policiais sobre um caso de estupro de vulnerável, que estava ocorrendo no bairro da Cohab. Diante da informação, os oficiais se dirigiram até o endereço indicado e constataram a veracidade dos fatos.

Ao ser questionada sobre a sua situação, a vítima afirmou que se submeteu a conviver com o imputado após ser expulsa de casa pelos pais. A menor disse ainda que teria tido a sua primeira relação sexual com outro indivíduo e que só depois se envolveu com o suspeito.

O Conselho Tutelar do município foi acionado e o elemento foi encaminhado até a delegacia para que fossem tomadas as medidas cabíveis. O pai da menor também foi levado para prestar esclarecimentos e poderá responder pelo crime de abandono de incapaz.

HOMEM FOI ASSASSINADO EM BARREIROS, NA MATA SUL

quinta-feira, 16 de maio de 2019

Três elementos assassinaram um homem na noite desta quarta-feira (15), na cidade de Barreiros, na Mata Sul de Pernambuco.

José Josevan da Silva Freitas, de 31 anos, foi surpreendido pelos elementos que estavam em um veículo Gol, armados eles efetuaram vários disparos na vítima que morreu na Rua do Carrapicho, no bairro Rio Una, após o crime desapareceram sem serem identificados.

O corpo e local do crime passaram por pericia realizada pelo Instituto de Criminalística e o cadáver foi recolhido para o IML.

POLÍCIA FEDERAL AUTUA EM FLAGRANTE DOIS SUSPEITOS QUE TRANSPORTAVAM CERCA DE MEIO QUILO DE COCAÍNA

quarta-feira, 15 de maio de 2019

A Polícia Federal em Pernambuco procedeu a autuação em flagrante de dois suspeitos presos, no dia 09/05/2019, por volta das 21h – identificados como: WAGNER FEITOSA DE AZEVEDO, 36 anos, vulgo “bam bam”, topógrafo, casado, natural de Recife/PE e residente em Jaboatão dos Guararapes/PE (possui antecedentes criminais já foi preso por homicídio e depois inocentado no Tribunal do Júri de Jaboatão/PE) e ELVIS RODRIGUES DE LIMA, 45 anos, taxista, divorciado, natural de Recife/PE e residente em Jaboatão dos Guararapes/PE (não possui antecedentes criminais).

As prisões aconteceram através de investigações de rotina realizada pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes-DRE dando conta do envolvimento de um taxista com o tráfico de drogas e que no seu veículo estaria escondido uma certa quantidade de material entorpecente, o qual que seria distribuído para ser vendido em pontos de venda da região metropolitana do Recife/PE.

De posse dessas informações foi montada uma ação policial com vista a identificar o veículo, proceder uma abordagem e verificar a veracidade dos fatos apontados na investigação. A ação teve seu desfecho final quando os federais após várias diligências nas localidades conseguiram identificar por volta das 21h, o veículo taxi de placas OYY 2416-Recife/PE nas imediações da estrada de Mumbeca no bairro de Guabiraba-Recife/PE onde foi de pronto abordado pela equipe de policiais. Ao ser feita uma vistoria minuciosa no interior do taxi foi encontrado cerca de 500g (quinhentos gramas-meio quilo de cocaína) no porta-luvas do carro. Os ocupantes ao serem indagados de quem seria a droga ficaram imputando um ao outro a propriedade do entorpecente.

Terminado os trabalhos policiais e tendo sido a droga encontrada os dois suspeitos, receberam voz de prisão em flagrante, foram informados dos seus direitos e garantias constitucionais e em seguida foram levados para a Superintendência da Polícia Federal no Cais do Apolo, para as formalidades legais de Polícia Judiciária, tendo sido autuados em flagrante pela prática contida nos artigos 33 da Lei 11.343/2006 (tráfico de entorpecentes) e, caso venham a ser condenados poderão pegar penas que variam de 5 a 15 anos de reclusão). Após a autuação, os presos realizaram exame de corpo de delito no IML-Instituto de Medicina Legal e foram enviados para a audiência de custódia, onde apenas o taxista foi liberado e o topógrafo teve sua prisão preventiva confirmada e foi encaminhado para o COTEL-Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna onde ficará à disposição da Justiça Estadual. Além da droga, também foram apreendidos o veículo táxi e 02 aparelhos celulares.

Em seus interrogatórios o topógrafo afirmou que a droga pertence ao taxista e que estava no veículo apenas para receber um dinheiro de uma dívida e que viu quando ele parou o táxi num posto de gasolina em Carpina e lhe entregou um pacote para que fosse colocado no porta luvas. Já o taxista disse que o topógrafo lhe contratou para uma corrida até Carpina e lá um motoqueiro entregou a droga para ele, tendo colocado o material no porta luvas.

Fonte: Polícia Federal

IBAMA E POLÍCIA FEDERAL APREENDEM 525 QUILOS DE LAGOSTA QUE ESTAVAM SENDO PESCADAS EM PERÍODO PROIBIDO

segunda-feira, 13 de maio de 2019

A Polícia Federal em Pernambuco numa ação conjunta com o IBAMA-Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais renováveis, prendeu na última quinta-feira, dia 09/05/2019, por volta das 13h, Mário Jonas Silva Amorim, 34 anos, casado, pescador, piloto da embarcação, natural de Maxaranguape/RN e residente em Brasília Teimosa – Recife/PE e Lucas Batista da Silva 21 anos, casado, pescador, natural de Natal/RN e residente em Jaboatão dos Guararapes-PE.

As prisões aconteceram por volta das 13h, dentro da “Operação Argos” deflagrada pela Polícia Federal em conjunto com o IBAMA destinada a reprimir a pesca e comercialização de lagosta no período de defeso que neste ano começou no dia 1º de dezembro/2018 e vai até o dia 31 de maio/2019. A ação se deu através de fiscalização de rotina da Polícia Federal e do IBAMA quando estavam atuando no mar de Itamaracá numa distância de 13 milhas náuticas quando avistaram uma embarcação suspeita de pesca predatória, cujo nome foi identificado como Maria Lúcia sendo de pronto abordada para averiguação. Ao serem questionados os pescadores informaram que estavam pescando de linha, porém ao adentrar na embarcação os fiscais e policiais encontraram um cilindro de oxigênio, compressor, botijão de gás, apetrecho e mangueira de mergulho característico de pesca submarina predatória.

A ação teve seu desfecho final quando ao ser vistoriado o porão da embarcação foi encontrada grande quantidade de lagosta vermelha, espécie proibida de pesca durante o período de defeso. Muitas delas estavam acondicionadas em um isopor com gelo onde foi detectado que os crustáceos estavam fora das especificações legais (peso, tamanho e em fase de reprodução) sendo o proprietário imediatamente detido e as lagostas apreendidas, cuja pesagem totalizou 525Kg (quinhentos e vinte e cinco quilos). A embarcação já estava há 7 dias em alto mar quando estava retornando da pesca irregular.

Terminado os trabalhos investigativos e tendo sido apreendida a embarcação e os apetrechos de pesca clandestina, os suspeitos receberam voz de prisão em flagrante foram informados dos seus direitos e garantias constitucionais e em seguida encaminhados para a Sede da Polícia Federal no Cais do Apolo para as medidas cabíveis onde acabaram sendo autuados em flagrante pela prática contida no artigo 34 da Lei 9.605/98 – (pescar em período no qual a pesca seja proibida ou em lugares interditados por órgão competente. Pena: detenção de 1 a 3 anos, além de multa).

Fiança no valor de R$ 5 mil reais foi arbitrada, porém com os autuados não tiveram condições de pagar, motivo pelo qual foram encaminhados para a audiência de custódia e de lá foram levados para o COTEL-Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna até que seja paga a fiança estipulada. As lagostas foram doadas para uma instituição do SESC-Serviço Social do Comércio, chamada Mesa Brasil, o qual trabalha com restaurante voltado ao público de baixa renda.

No período de defeso nenhum pescador pode pescar a lagosta, sob pena dos crustáceos não se reproduzirem e causar grandes prejuízos tanto para o meio ambiente como também para os próprios trabalhadores que vivem do pescado. Todo pescador cadastrado tem o direito a um seguro defeso para suprir as suas necessidades nesse período em que a pesca é proibida.

Fonte: Polícia Federal

HOMEM FOI ASSASSINADO NA PE-60, EM ÁGUA PRETA

sábado, 11 de maio de 2019

Um homem foi encontrado assassinado na noite desta sexta-feira (10), em Água Preta, na Mata Sul de Pernambuco.

O corpo foi encontrado apresentando perfurações provocadas por disparos de arma de fogo, ele não portava documentos que o identificasse e era desconhecido na localidade, não houve testemunhas do crime e o corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal.

VENDEDOR DE GÁS FOI ASSASSINADO EM SIRINHAÉM

sexta-feira, 10 de maio de 2019

Um vendedor de gás foi assassinado na tarde desta quinta-feira (9), no Loteamento Novo Horizonte, no município de Sirinhaém/PE.

A vítima Cícero Manoel de Lima, de 39 anos, estava trabalhando, quando foi alvejado por vários disparos de arma de fogo, a moto com os botijões caíram por cima de Cícero que morreu no local.

A Polícia Civil que investiga o caso ainda não sabe o que motivou o crime nem a identidade do assassino, o corpo foi encaminhado para o IML e o caso segue sendo investigado.

JOVEM FOI ASSASSINADO EM CATENDE, NA MATA SUL

quarta-feira, 08 de maio de 2019

Um jovem de 20 anos foi assassinado na noite desta terça-feira (7), em Catende, na Mata Sul de Pernambuco.

O crime aconteceu no Alto da Jaqueira, o corpo de Kerssem Jhonnes da Silva, apresentava várias perfurações provocadas por disparos de arma de fogo, a vítima havia sido abordada uma hora antes por uma equipe da Polícia Militar.

Até o momento a autoria e motivação do crime são desconhecidas, o corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru.

EM PALMARES, HOMEM FOI ASSASSINADO QUANDO ESTAVA INDO PARA O TRABALHO

terça-feira, 07 de maio de 2019

Um homem foi assassinado na manhã desta terça-feira (7), na Rua Sete, no bairro Novo Horizonte, em Palmares, na Mata Sul de Pernambuco.

Wilkson Antônio Pires dos Santos, de 42 anos, pedalava uma bicicleta a caminho do trabalho, quando foi alvejado com vários disparos de arma de fogo, o crime foi praticado por um elemento que não foi identificado, o assassinato pode está relacionado ao tráfico de drogas já que a vítima traficava.

O corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru, a delegacia de homicídios de Palmares vai investigar o caso.