quinta-feira, 30 de abril de 2020

O meliante já havia sido preso pela mesma delegacia por crime de roubo há dois meses, ocasião em que quebrou a perna de um motoqueiro para roubar sua moto, mas logo foi liberado e na sequência assassinou três pessoas, como também foi reconhecido em assaltos praticados na cidade.

Nesta quarta-feira (29), a 22ª Delegacia de Homicídios de Garanhuns deu cumprimento ao mandado de prisão desferido contra o Paulo Roberto da Silva, de 35 anos, elemento acusado da prática de três homicídios. A prisão ocorreu na Rua dos Operários no bairro da Liberdade, em Garanhuns. Na ocasião também foi presa a companheira dele, a Maria Madalena da Silva, de 25 anos. Ela correu de dentro da casa ao perceber a presença dos policiais e pulou num córrego de aproximadamente 6mt de profundidade que há nos fundos da casa, mas ficou impossibilitada de sair, sendo necessária ajuda do Corpo de Bombeiros para lhe retirar do buraco. Ela também tem passagem por crime de homicídio.

Ainda segundo a Civil, na casa dos suspeitos foram encontrados canos de PVC vazios utilizados de forma a esconder drogas. Algumas porções de maconha estavam escondidas em sacos plásticos, assim como duas cartelas vazias de munições de calibre 38. Durante as buscas à mulher que havia corrido, no quintal da casa, foi encontrado enterrado outro tubo de PVC, este, com um pouco mais de 1.500Kg de maconha.

Os presos mais uma vez foram levados a sede da Delegacia de Homicídios e encaminhados ao sistema prisional do estado, onde estão à disposição da justiça.

Veja a outra prisão:

DELEGACIA DE HOMICÍDIO DE GARANHUNS PRENDE SUSPEITOS DE ROUBOS E TRÁFICO DE DROGAS

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

CONTADORA

CONTADORA

banner anuncie (2)

banner anuncie (2)