quarta-feira, 21 de julho de 2021

Um homem de 58 anos foi preso por violência doméstica/familiar e estupro de vulnerável que resultou na gravidez de sua neta, uma criança de apenas 12 anos. Segundo a delegada de Polícia Civil Socorro Veloso, titular da 14ª Delegacia Especializada da Mulher (DEAM) do Cabo, a denúncia acerca dos abusos e da gestação da menina foi feita no dia 7 de julho, dando início às investigações. Os crimes ocorreram no Cabo de Santo Agostinho.

Dias depois, começaram a surgir mais pessoas denunciando outros casos de crianças de 3 a 10 anos que conviveram com o agressor e também podem ter sido vítimas. “As crianças relatam isso em vídeo mesmo, os procedimentos que ele fazia com elas”, contou a delegada. 

Ao ser interrogado, o acusado confessou somente o crime contra a criança de 12 anos, mas segundo a delegada, adotando uma falsa postura de vítima ao tentar atribuir à garota a culpa pelos abusos que cometeu contra ela. “Confessou os fatos apesar de dizer que teria sido provocado pela criança, a criança de 12 anos é que estaria beijando ele, abraçando ele, mas confessou”.

Chegaram à delegacia informações de que o acusado estaria ameaçando as vítimas em razão da queixa registrada junto à polícia, o que levou à abertura de investigações também por ameaça. “Concluímos o primeiro inquérito da garota de 12 anos, ele está concluído pela prisão preventiva. O juiz pela análise de todos os fatos entendeu prudente a prisão dele e ontem nós prendemos pela manhã no município de Primavera, ele estava lá acobertado por familiares e foi essa a finalização. Vamos continuar as investigações, a gente não sabe até se de repente não podem surgir novas vítimas”, afirmou a delegada.

A delegada Socorro Veloso informou ainda que, como é direito garantido por lei no Brasil em casos de estupro, a criança passou pelo procedimento de aborto legal para interrupção da gravidez. “A garota passou por um procedimento cirúrgico, nós pedimos inclusive um exame de DNA para poder confirmar que a concepção foi dele, mas já foi confirmado, inclusive, por ele”, destacou a delegada.

No que diz respeito às demais denúncias, ela explica que o suspeito nega as acusações e a investigação segue em curso. “Ele negou todos os outros casos, inclusive alegando que se fizesse exames constataria que nada teria acontecido. No entanto, as crianças estão abaladas emocionalmente, vão passar por exames psicossociais, temos como confirmar isso também e as investigações continuam”, destacou Socorro.

Postado Por: Paulo Fernando

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

arroz 10 03 2021

arroz 10 03 2021

CONTADORA

CONTADORA

procura assassinos

procura assassinos

CURVELO

CURVELO

banner anuncie (2)

banner anuncie (2)