sexta-feira, 02 de julho de 2021

Foi registrado um Boletim de Ocorrência na tarde desta quinta-feira (1º), no plantão policial de Caruaru, em relação a morte do idoso, Antônio Manoel de Macedo, de 74 anos, que morreu no fim da manhã no hospital da cidade de Cachoeirinha, no Agreste.

A única filha da vítima, identificada como Quitéria, informou que o pai deu entrada no hospital local na quarta-feira, dia 23 de junho, com problemas respiratórios e desde então o médico, alegou que ele estava com a covid-19 e queria encaminhá-lo para a ala da pandemia, apesar dela insistir que ele tinha problemas respiratórios, nisso a vítima foi submetida ao exame da Covid-19 que deu negativo e o médico só foi convencido após a realização de um novo exame, nesta quinta-feira o mesmo médico sem que houvesse o consentimento da família, simplesmente desligou o aparelho de oxigênio do seu pai, que morreu de um ataque cardíaco.

Após o registro do B.O. o delegado transferiu o corpo da vítima do SVO para o IML.

A delegacia de Cachoeirinha irá instaurar um Inquérito Policial para apurar as circunstâncias da morte do idoso e caso o médico tenha agido em desconformidade com as normas técnicas deverá ser responsabilizado. O Conselho Regional de Medicina também deverá apurar o caso.

Postado Por: Paulo Fernando


CONTADORA

CONTADORA