quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

Policiais Militares lotados no 19º Batalhão com apoio da CBTU, prenderam, no dia 21/12/2020, por volta das 16h, um autônomo (compra e vende sucata) de 37 anos, natural de Recife/PE e residente no bairro Alto Santa Terezinha-Recife/PE, e outro desempregado (trabalhou num lava jato) de 25 anos, natural de Recife/PE e residente em Boa Viagem-Recife/PE. (ambos não possuem antecedentes criminais).

As prisões foram feitas por Policiais Militares com apoio da CBTU, através de rondas e informações de rotina realizadas na Avenida Recife dando conta de que um veículo Foz Azul com reboque estaria transportando material ilícito. De posse dessas informações foram feitas incursões com vistas a localizar e realizar uma averiguação com o objetivo de confirmar a veracidade dos fatos. A ação teve seu desfecho quando os militares localizaram o veículo na entrada do Ibura de Baixo e ao fazer uma busca no reboque foi encontrada cerca de duas toneladas de peças metálicas supostamente utilizadas pelo metrô/trens VLTs. O condutor do veículo ainda apresentou aos militares um documento alegando que tais peças haviam sido doadas pela CBTU, porém ao ser acionada, a companhia informou que tal documento era falso.

Na sequência o suspeito indicou aos policiais, um outro envolvido, como sendo a pessoa que seria o vendedor dos equipamentos furtados. A equipe se deslocou até a comunidade do Tijolinho – próximo ao Aeroporto dos Guararapes e também encontrou várias peças de metal furtado da CBTU. Terminado os trabalhos de polícia ostensiva e tendo sido encontrada as peças furtadas, os suspeitos receberam voz de prisão em flagrante, foram informados dos seus direitos e garantias constitucionais e em seguida por se tratar de crime de competência federal foram levados para a Polícia Federal, para as formalidades legais de Polícia Judiciária, tendo sido autuados em flagrante pela prática contida nos artigos 304 e 180, § 1º, do Código Penal (receptação qualificada e uso de documento falso) e, caso venham a ser condenados poderão pegar penas que variam de 2 a 14 anos de reclusão). Além das peças metálicas, também foram apreendidos, o veículo e seu reboque, dois aparelhos celulares, caderno com possível anotações de outras vendas de mercadorias receptadas, e documentos diversos.

Após a autuação, os presos realizaram exame de corpo de delito no IML-Instituto de Medicina Legal, passaram pela audiência de custódia e foram liberados e responderão ao processo em liberdade, ficando à disposição da Justiça Federal.

Funcionários da CBTU confirmaram em depoimento na Polícia Federal que os materiais apreendidos são materiais novos tais como: presilhas, parafusos, porcas e rodantes do VLT, Em seus interrogatórios o primeiro suspeito a ser preso informou que é a segunda vez que comprou esse tipo de material ao morador da Comunidade do Tijolinho por 0,80 centavos (R$ 1.600), o quilo e que venderia numa empresa de sucata pelo preço de R$ 1,20 (R$ 2.100). Disse também que pegou o documento da CBTU com uma pessoa do movimento dos trabalhadores sem teto, e que não sabia que era falso. Por fim disse que não sabia também que as peças metálicas eram roubadas e que ganhava cerca de R$ 2 a 3 mil reais por semana comprando e vendendo sucata.

Fonte: Polícia Federal

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

arroz 10 03 2021

arroz 10 03 2021

CONTADORA

CONTADORA

CURVELO

CURVELO

banner anuncie (2)

banner anuncie (2)