sexta-feira, 30 de outubro de 2020

O deputado federal Fernando Rodolfo (PL-PE) apresentou um projeto de lei que cria um piso salarial para agentes socioeducativos. De acordo com a proposta, o piso inicial a partir da aprovação da lei, será de dois salários mínimos e meio com reajuste anual calculado com base no índice nacional de preços ao consumidor (INPC). Esse foi mais um compromisso assumido pelo deputado quando ainda estava em campanha.

“O Agente Socioeducativo é um profissional que busca auxiliar efetivamente os jovens infratores na sua ressignificação de trajetória e na construção de novos projetos de vida. A gente precisa reconhecer e valorizar esse trabalho. Afinal de contas, eles atuam diretamente na socioeducação, podem salvar muitos jovens e adolescentes do mundo do crime, mostrar que existe um caminho alternativo. São eles que farão o trabalho de reeducar esses menores enquanto estiverem sob a guarda do estado”, explicou o autor da proposta.

O PL 5058/2020 deve oferecer maior valorização e segurança financeira aos agentes. Assim, na busca da realização da Justiça e da verdadeira valorização desta tão importante categoria profissional, pelo bem da segurança pública brasileira e daqueles profissionais que se arriscam diariamente para manter a paz social o deputado destaca a importância da aprovação do Projeto.

“Esses profissionais, muitas vezes até esquecidos dentro dos Centros Socioeducativos, tem um trabalho tão importante quanto os professores da creche na formação do caráter desses jovens. A chance de termos adultos melhores com a valorização do trabalho deles agora será infinitamente mais barata do que se depois esses jovens virarem bandidos”, explicou Fernando Rodolfo.

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

CONTADORA

CONTADORA

banner anuncie (2)

banner anuncie (2)