sexta-feira, 03 de julho de 2020

Um homem acusado de praticar um homicídio na cidade de Garanhuns, foi assassinado na madrugada desta sexta-feira (3), na zona rural do município de Manarí, no Sertão de Pernambuco.

O Portal Agreste Violento apurou que homens armados chegaram na casa que Manoel da Silva Costa, de 39 anos, estava morando e efetuaram vários disparos de arma de fogo, ele foi atingido diversas vezes, não resistiu e morreu no local.

Na casa estavam outras pessoas que foram poupadas pelos assassinos, Manoel estava em liberdade a poucos meses, ele morou por muito tempo no Sítio Saco na zona rural de Garanhuns e após deixar a prisão se mudou para Mararí.

O corpo foi periciado e encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru.

RELEMBRE A PRISÃO E O CRIME QUE MANOEL ERA ACUSADO

Na manhã desta terça-feira (28/05/2019), a Equipe de Agentes da Polícia Civil lotado na 22ª Delegacia de Homicídios de Garanhuns, deram cumprimento aos mandados de Prisão Temporária expedidos pela Primeira Vara Criminal de Garanhuns, em desfavor de Manoel da Silva Costa, vulgo “Nino” e Rogéria Araújo Costa, vulgo “Neguinha”, ambos residentes no Sítio Saco, zona rural, da cidade de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, eles são acusados da pratica de homicídio qualificado, fato ocorrido na data de 09/05/2019, no bairro Manoel Chéu, , em que foi vitima a pessoa de Alonso de Carvalho da Costa

O CRIME: A vítima foi encontrada já sem vida, no interior de sua residência e pelas características que foi encontrada, o crime teria ocorrido na noite de quinta-feira, dia 09/05/2019. As investigações iniciaram pela Delegacia de Homicídios que identificou os suspeitos do crime como sendo Manoel e Rogéria, ultimas pessoas a serem vistas na companhia da vítima, na noite em que provavelmente foi morta. Os suspeitos, que são irmãos, negaram terem qualquer envolvimento com o crime, entretanto, passaram a narrar versões contraditórias entre si e também com o que foi comprovado através de depoimentos de testemunhas e pericias realizadas no decorrer da investigação.

O delegado Eric Costa representou por Mandado de Prisão, que foi deferido pelo Juízo da Primeira Vara Criminal.

Após as providencias legais, o preso foi encaminhado para a Cadeia Pública de Garanhuns e a presa para o Presídio feminino da cidade de Buíque, onde aguardam agora a disposição da Justiça.

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

CONTADORA

CONTADORA

banner anuncie (2)

banner anuncie (2)