quarta-feira, 27 de maio de 2020

As máscaras artesanais ou caseiras se tornaram um importante aliado na prevenção ao coronavírus. Especialistas testaram recentemente o acessório não industrial e comprovaram sua eficiência.

Em Águas Belas, o governo municipal, por meio da Assessoria da Mulher e do projeto Corte e Costura, do distrito Curral Novo, tem trabalhado na confecção das máscaras que estão sendo entregues gratuitamente à população. Até aqui, o município já distribuiu mais de 5 mil, sendo 3,8 mil produzidas na cidade.

Nos últimos 17 dias, um grupo de sete costureiras coordenadas pela assessora da Mulher de Águas Belas, Luciene Joaquim (Galega do PT), produziu pouco mais de 2 mil máscaras, distribuídas no hospital municipal, nas barreiras sanitárias, na aldeia Fulni-ô e na zona rural. O trabalho tem exigido de 12 a 15 horas de esforço diário.

“Enquanto pessoa, me sinto realizada em saber que nosso trabalho pôde salvar vidas. Enquanto governo, fico feliz em ver que estamos contribuindo com o bem estar da nossa população”, disse Galega do PT, como é popularmente conhecida.

Em Curral Novo, as cinco costureiras que compõem o projeto da Secretaria de Assistência Social de Corte e Costura deram sua contribuição na luta contra o coronavírus. Durante 12 dias, elas confeccionaram 1.800 máscaras, já distribuídas à população.

Desde quando o então ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, recomendou o uso da máscara a todos os brasileiros, em 1º de abril, a Prefeitura de Águas Belas tem se empenhado na distribuição de máscaras pelo município.

“A melhor forma de prevenção ao coronavírus é ficar em casa. Se precisar sair, a extensão dessa prevenção é o uso da máscara. Por isso estamos entregando o acessório e conscientizando as pessoas sobre a importância de seu uso”, explica o prefeito Luiz Aroldo.

(Com informações da Assessoria de Comunicação)

Postado Por: Paulo Fernando

CONTADORA

CONTADORA

CURVELO

CURVELO