quinta-feira, 07 de maio de 2020

Uma operação na manhã desta quarta-feira (7) coordenada pela 22ª Delegacia de Homicídios prendeu dois elementos suspeitos da prática de vários homicídios nos últimos dias na cidade. Para a prisão acontecer, foi necessário apoio de policiais da Delegacia do DENARC e militares do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM).

De acordo com a Polícia Civil, foram presos Edilson José da Silva Júnior, de 19 anos, natural de Palmares, e residente na Travessa Iratama, na Cohab II, em Garanhuns; e, Felipe Leite da Silva, de 20 anos, natural do Estado de Alagoas. Eles estavam escondidos numa residência na Trav. Ascenso Ferreira, no bairro do Magano.

Os elementos eram alvos de investigação da 22ª delegacia devido aos diversos crimes praticados por eles na cidade, entre eles: o assassinato de Wagner dos Santos Barbosa ocorrido no dia 31/3, na Liberdade; um duplo homicídio que aconteceu no dia 03/4, na Rua dos Operários, na mesma localidade; também estão envolvidos na morte de Ivan Charlly Ferreira de Lima, o Nanica, homicídio ocorrido no dia 18/4 na Cohab II; e, também o assassinato de José Petrônio dos Santos Barbosa, morto a tiros na Liberdade. Todos estes crimes estão sob investigação da referida delegacia.

A Polícia Civil informa ainda que vinha recebendo várias denúncias a respeito de outras práticas criminosas efetuadas pelos referidos elementos como um assalto na zona rural de Garanhuns onde foi roubado dinheiro, um carro e uma motocicleta. Ocasião em que eles abandonaram um veículo Ford Ka, vermelho, tomado de assalto na cidade de Lajedo. Em uma das denúncias, fazia referência ao carro que havia sido visto estacionado na frente de uma casa na rua Erlon Chaves, no bairro do Magano. Diante disso, a residência passou a ser alvo de investigação, sendo constatado ser refúgio dos criminosos.

Ainda segundo a PC, na noite de ontem, os policiais receberam outra denúncia dando conta de que populares escutaram um disparo de arma de fogo no interior da casa já investigada. Então, logo pela manhã, uma equipe da 22ª DPH foi a residência, onde encontrou uma mulher a qual informou que o referido disparo teria sido acidental e efetuado por um dos investigados, tendo o tiro acertado sua perna de raspão. Com a presença policial na casa, logo foi obtido informações via denúncia anônima sobre a localização dos criminosos que estariam dormindo numa residência na citada travessa onde foram presos.

O local denunciado foi cercado por policiais civis e militares, mas ao baterem na porta da casa e anunciarem que era a polícia, logo houve uma correria, sendo a dupla capturada quando tentava se evadir pulando os muros das residências vizinhas, cada um deles com um revólver na cintura.

Assim, foram levados a sede da 22ª Delegacia de Homicídios e autuados em flagrante pelo crime de porte de arma e serão investigados pelos demais crimes já envolvidos.

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

CONTADORA

CONTADORA

banner anuncie (2)

banner anuncie (2)