segunda-feira, 30 de março de 2020

Um rapaz de 20 anos conseguiu se livrar de cinco tiros disparados por um elemento que ficou enfurecido após o dono de um bar e seu sobrinho negarem vender cachaça a ele. O caso aconteceu na tarde de domingo (29), no Sítio Lagoinha, em Bom Conselho/PE.

De acordo com a polícia, um elemento identificado como José Carlos Leite de Albuquerque, 38 anos, estava bebendo num bar na zona rural, quando o proprietário do estabelecimento disse que não iria mais vender cachaça pra ele, pois iria sair.  Descontente com tal atitude, o cliente falou que não iria deixar o local, foi quando o sobrinho do dono do bar interviu na conversa e pediu que o José Carlos obedecesse a seu tio e fosse embora. Se sentindo desapontado, o cliente sacou um revólver e disse que iria matar os dois, passando assim a efetuar cinco disparos contra o rapaz que conseguiu escapar ileso.

Ainda segundo a polícia, outro homem que se encontrava no bar, que estava funcionando mesmo diante do Decreto Estadual para fechamentos devido a pandemia do coronavirus, este interferiu contra o elemento armado e conseguiu tomar seu revólver de calibre 38.

As testemunhas contaram à polícia que outro indivíduo identificado como “Vando de Bastião Novinho” que também estava no bar, deu fuga numa moto ao José Carlos e ambos desapareceram.

A Polícia Militar que foi acionada logo após o fato criminoso, conduziu as vítimas até a delegacia de Polícia Civil que investiga o caso.

Postado Por: Jailson Ferreira

clinica

clinica

CONTADORA

CONTADORA

CURVELO

CURVELO