POLÍCIA FEDERAL AUTUA QUATRO SUSPEITOS PRESOS PELA POLÍCIA CIVIL E MILITAR EM LIMOEIRO COM R$ 1.900 EM NOTAS FALSAS

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

A Polícia Federal em Pernambuco/PE, procedeu a autuação em flagrante na noite do dia 24/10/2018, dos suspeitos ADRIANA RUFINO DA SILVA, brasileira, casada, 37 anos, doméstica, natural de Cumaru/PE e residente no bairro do Jiquiá-Recife/PE–(não possui antecedentes criminais), POLIANA OLIVEIRA DE ARRUDA, brasileira, solteira, 21 anos, doméstica, natural de Recife/PE e residente no bairro de Sucupira-Recife/PE–(não possui antecedentes criminais), JOSÉ DA SILVA BARBOSA, brasileiro, casado, 25 anos, servente de pedreiro, natural de João Alfredo/PE e residente no bairro do Jiquiá-Recife/PE–(não possui antecedentes criminais), DAVID DA SILVA BARBOSA, brasileiro, solteiro, 18 anos, desempregado, natural de João Alfredo/PE e residente no bairro de Vila Tamandaré-Recife/PE–(não possui antecedentes criminais).

As prisões aconteceram quando policiais civis e militares de Limoeiro/PE estavam fazendo rondas de rotina dentro da ação integrada Malhas da Lei quando foram avisados de que um veículo Palio de placas KIN 6412 com 04 (quatro) integrantes estava parado na Avenida Capibaribe e os seus ocupantes em atitude suspeita estariam fazendo compras numa loja de artesanato, motivo pelo qual os policiais resolveram proceder uma abordagem para verificar a existência de algum ato ilícito. A ação teve seu desfecho final quando os ocupantes foram abordados (dois homens e duas mulheres) e ao ser feita uma busca minuciosa no interior do carro foram encontradas no assento e no chão do banco traseiro (R$ 1.800) em notas falsas onde uma das suspeitas estava sentada. E logo em seguida também se constatou que o DAVID havia repassado uma nota de R$ 100 (cem reais – falsa – também apreendida), a uma vendedora numa loja de artesanato, mediante a compra de duas bonecas no valor de R$ 10 reais cada recebendo um troco de R$ 80 reais. Os policiais fizeram a restituição das bonecas e detectaram que todas as notas eram falsas em virtude dos números de séries possuírem a mesma numeração.

Terminado os trabalhos ostensivos e tendo sido arrecadada as notas falsas (R$ 1.900 reais), os presos foram levados para a Sede da Polícia Federal em Recife/PE, onde após ter sido informado dos seus direitos e garantias constitucionais acabaram sendo autuados em flagrante pelo crime contido no artigo 289, § 1º do Código Penal – (adquirir, repassar ou guardar moeda falsa), e caso sejam condenados poderão pegar penas que variam de 3 a 12 anos de reclusão, além de multa!

Em seus interrogatórios os presos disseram que saíram de Recife/PE com destino a João Alfredo/PE para fazer uma visita a parentes e pararam em Limoeiro/PE ficando numa pousada para depois seguirem viagem. Foi quando um dos ocupantes parou numa loja de artesanato para adquiri duas bonecas. Disse também que esse dinheiro seria fruto de uma venda de uma moto na qual havia recebido parte do dinheiro em notas falsas, porém ao consultar a placa da moto, os policiais verificaram que se tratava de um veículo Palio. O Palio que os suspeitos se encontravam era emprestado de um amigo para que a viagem fosse realizada. Após a autuação, os presos realizaram Exame de Corpo de Delito no IML – Instituto de Medicina Legal e em seguida foram encaminhados para a audiência de custódia, onde foram todos liberados e deverão responder ao processo em liberdade.

Fonte: Polícia Federal

ALERTA DA POLÍCIA FEDERAL SOBRE NOTAS FALSAS:

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

A Polícia Federal em Pernambuco tendo em vista a aproximação das festas de fim de ano e do comércio aquecido em eventos tais como: Carnaval, São João, e as de fim de ano Natal e Ano Novo, principalmente NAS CIDADES DO INTERIOR, em eventos, shows e casas noturnas, quando se percebe que a movimentação e aglomeração de pessoas no comércio é crescente atraindo assim grande circulação de dinheiro, ALERTA a população para redobrar o cuidado com relação ao perigo de recebimento de notas falsas. Em tempos de liquidações e queima de estoque o consumidor e comerciantes devem ficar atentos na hora receber valores em dinheiro porque uma das grandes táticas utilizadas pelos criminosos é usar notas de valores altos para comprar itens baratos, em busca do troco.

Algumas pessoas já passaram pela situação constrangedora de serem informadas pelo caixa do banco ou do comércio que o dinheiro usado para pagar é falso. Muitas dessas falsificações são bem grosseiras e de fácil identificação, mas nem sempre é assim; algumas exigem uma análise mais detalhada, para que seja constatada a fraude. Se uma pessoa recebe uma nota falsa quase sempre vai ter de arcar com o prejuízo, porque não existe uma legislação que garanta a troca por dinheiro verdadeiro. Se o saque for feito em caixa eletrônico, a recomendação é que o consumidor tire um extrato que comprove o saque e procure o gerente da agência afim de que possa haver um entendimento mútuo acerca do ressarcimento dos valores. Quem receber uma nota falsa nunca deve passá-la adiante com o objetivo de livrar-se do prejuízo – pois poderá ser preso em virtude de incorrer no mesmo crime. A nota falsa deve ser entregue a um banco, que a encaminhará ao Banco Central ou procurar a Polícia Federal para que seja iniciada uma investigação.

DICAS DE SEGURANÇA PARA EVITAR O RECEBIMENTO DE NOTAS FALSAS:

CONHECIDO MÉTODO “TOCAR – OBSERVAR – INCLINAR”. Este método permite identificar um grande número de notas falsas percebendo se a textura da nota é diferente do normal e se os elementos de segurança são visíveis pela observação da nota em contraluz ou através da sua inclinação.

SIGA ALGUMAS ORIENTAÇÕES TAIS COMO:

1. CONHEÇA BEM A NOTA VERDADEIRA: Geralmente pessoas que lidam diariamente com dinheiro, como os caixas de banco e comerciantes, sabem facilmente identificar uma nota falsa – essa experiência em manusear diariamente o dinheiro verdadeiro faz com que eles se tornem especialistas em identificar notas falsas.

2.COMERCIANTE: NÃO TENHA PRESSA NO ATENDIMENTO: Geralmente essas notas são passadas em locais de grande concentração de pessoas, feiras, lojas, supermercados, comércio ambulante, e muitas vezes a pressa do comerciante para atender um maior número de clientes faz com que ele não tome o devido cuidado em verificar a nota que está recebendo.

3-VERIFIQUE SE AS NUMERAÇÕES DAS NOTAS NÃO SÃO IGUAIS: Ao receber duas notas de igual valor verifique se as numerações não são iguais, os falsários não costumam fazer notas falsas com numeração diferente porque isso acarreta em custos com impressão por ter que mudar a matriz da impressão.

4. OBSERVE A TEXTURA DA NOTA: Outra cautela que pode ser tomada é reparar na textura do papel das notas que estão sendo recebidas, as notas falsas tendem a ser lisas, enquanto as notas verdadeiras são ásperas e possuem um alto relevo e saliência nos itens de segurança que pode ser percebido pelo tato. Sinta com os dedos o papel e a impressão.

5. OBSERVE A IMPRESSÃO DA NOTA – Nas cédulas legítimas, as tonalidades de cores são firmes – as notas falsas têm cores com pouca nitidez e costuma haver borramento das cores.

6. VERIFIQUE A MARCA D’ÁGUA COLOCANDO A NOTA CONTRA A LUZ.

7. NO CASO DE DÚVIDA, COMPARE A NOTA SUSPEITA COM UMA NOTA VERDADEIRA.

8. BAIXE O APP GRÁTIS “DINHEIRO BRASILEIRO” NO SEU SMARTPHONE – O aplicativo que foi desenvolvido pelo Banco Central não analisa a autenticidade da cédula, apenas ajuda a identificar e conhecer os itens de segurança.

Fonte: Polícia Federal

POLÍCIA FEDERAL APREENDE MAIS DE 2Kg DE COCAÍNA NO AEROPORTO INTERNACIONAL DOS GUARARAPES

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

A Polícia Federal em Pernambuco, prendeu em flagrante no dia 23/10/2018, por volta das 22h, BRUNO DE OLIVEIRA, brasileiro, solteiro, 28 anos, autônomo, natural de Florianópolis/SC e residente no bairro de Palhoça/SC-(não possui antecedentes criminais). A prisão aconteceu durante fiscalização de rotina destinada a reprimir o tráfico internacional e doméstico de entorpecentes no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre. Os Policiais Federais ao selecionar alguns passageiros e submetê-los a uma entrevista preliminar, percebeu-se que um homem estava na companhia de uma mulher paraguaia que estavam embarcando por Recife/PE com destino à Lisboa/Portugal, causando desconfiança dos federais. Diante dessas suspeitas as duas bagagens foram submetidas ao aparelho de raios “x”, onde identificou-se que na mala do autônomo continha em seu interior, através de um fundo falso, duas placas estranhas de formato retangular. A mala foi aberta onde foi identificado 02 (dois) invólucros de substância entorpecente que ao passar pelo exame narcoteste resultou positivo para cocaína, totalizando um peso bruto de 2,1Kg (dois quilos e cem gramas).

Terminado os trabalhos investigativos e tendo sido a droga encontrada o suspeito recebeu voz de prisão em flagrante foi informado dos seus direitos e garantias constitucionais e em seguida levado para a sede da Polícia Federal no Cais do Apolo, onde acabou sendo autuado pela prática do crime contido no artigo 33 c/c artigo 40 inciso I da Lei nº 11.343/2006 (tráfico internacional de entorpecentes) e caso seja condenado poderá pegar penas que variam de 5 a 20 anos de reclusão. Após a autuação, o preso realizou Exame de Corpo de Delito no IML-Instituto de Medicina Legal, passou pela audiência de custódia onde foi CONFIRMADA A SUA PRISÃO PREVENTIVA para em seguida ser conduzido para o COTEL- Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna, onde ficará à disposição da Justiça Federal/PE. Além da droga também foram apreendidos cartão de embarque, 01 (um) aparelho celular, além da quantia de € 2.100 (dois mil e cem euros) – cerca de R$ 8.900 reais.

Em seu interrogatório o preso informou que trabalha com um aplicativo de veículo e precisou fazer um conserto no carro e pegou R$ 7 mil reais com agiotas. Essa dívida subiu para R$ 15 mil e foi quando começou a receber ameaças de morte e coagido a fazer o transporte de cocaína para a Europa. Então, resolveu aceitar a oferta objetivando quitar a sua dívida com eles e levar a cocaína até Lisboa/Portugal. Por fim disse que a acompanhante paraguaia não sabia que ele estava transportando drogas e que recebeu a mala já pronta em Florianópolis/SC. A Paraguaia foi ouvida e liberada porque não foi comprovada a sua participação na empreitada criminosa.

ESTATÍSTICAS DE APREENSÃO:
Esta é a nona apreensão de drogas no ano de 2018 realizada pela Polícia Federal no Aeroporto Internacional dos Guararapes. Até agora foram feitas 12 (doze) prisões (sete mulheres e cinco homens). Foram apreendidos 37,1Kg (trinta e sete quilos e cem gramas) de cocaína e 86,5Kg (oitenta e seis quilos e quinhentos gramas) de Haxixe. Em 2017 foram realizadas 22 (vinte e duas) prisões (doze homens e dez mulheres) e apreensão de 45,9Kg de cocaína, 43Kg de Skunk, 22,8Kg de Haxixe, 10,4Kg de metanfetamina e 30 quilos de maconha.

ADOLESCENTE QUE MORAVA EM SÃO BENTO DO UNA FOI ASSASSINADO EM QUIPAPÁ

sexta-feira, 05 de outubro de 2018

Um adolescente que morava na Vila de Espírito Santo, na área rural do município de São Bento do Una, foi assassinado na madrugada desta sexta-feira (5), no Sítio Limão, em Quipapá, na Mata Sul de Pernambuco.

A vítima Bruno Santos Gomes da Silva, estava armada com uma espingarda calibre 12, com ela ainda foram encontradas treze munições do mesmo calibre, uma quantia em dinheiro e o cadáver estava ao lado de uma motocicleta.

O corpo foi recolhido para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru, o caso será investigado pela Polícia Civil.

DELEGACIA DE PARANATAMA PROCURA SUSPEITOS DE PRATICAREM CRIME NA ÁREA RURAL

terça-feira, 02 de outubro de 2018

A Delegacia de Paranatama no Agreste de Pernambuco procura dois foragidos da justiça acusados de praticarem vários crimes. De acordo com a delegada Maria das Graças, eles conseguiram fugir de uma operação policial realizada em dezembro de 2017 na zona rural do município. A operação cumpria mandados de prisão a membros da família quando pai e filho empreenderam fuga ao avistar a aproximação das equipes policiais e desapareceram. Os procurados são: Márcio Roberto Teixeira Alves, de 50 anos, conhecido como “Márcio Gonzaga”, e seu filho, Ramon da Silva Alves, de 24 anos, ambos residentes no Sítio Brito em Paranatama/PE.

Durante a operação foram apreendidos armas, munições e toucas ninjas.

Os elementos são suspeito de praticarem tentativa de homicídio e ter assassinado o agricultor e entregador de leite Osvaldo Gomes da Silva, de 51 anos, crime ocorrido em 29 de outubro de 2017.

“OS BANDIDOS NÃO TERÃO MAIS VIDA FÁCIL EM PERNAMBUCO. NÃO ESTOU FAZENDO PROMESSA, ESTOU DANDO UM AVISO”, GARANTE ARMANDO, NA TV

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

A falta de autoridade do Governo de Pernambuco, que perdeu o comando na segurança pública, fez com que a violência explodisse no Estado nos últimos anos. Em seu programa de rádio e TV, exibido nesta segunda-feira (20), o candidato ao governo pela Coligação Pernambuco Vai Mudar, Armando Monteiro (PTB), afirmou que os “bandidos não terão vida fácil” durante seu governo. O petebista enfatizou, ainda, que “não estou fazendo é uma promessa, estou dando um aviso”.

 

O programa retratou a situação da segurança ao longo do governo Paulo Câmara em Pernambuco, com aumento no número de homicídios, assaltos, explosões de caixas eletrônicos e crimes contra a mulher. “A segurança em nosso Estado foi abandonada, 16.400 pessoas perderam a vida nos últimos três anos e meio em Pernambuco. Vamos criar o Comando Cidadão para reestabelecer a autoridade do Governo de Pernambuco”, afirma.

 

O Comando Cidadão será um programa vinculado diretamente ao Gabinete do Governador com ações para reforçar o policiamento ostensivo, patrulhas rurais e resgatando ações do Pacto pela Vida. “Tudo isso em conjunto com as atividades de prevenção”, afirma Armando. Além disso, Armando irá criar 12 centrais de comando e inteligência e fará as delegacias de plantão funcionarem 24 horas.

POLÍCIA FEDERAL REALIZA AUTUAÇÃO EM FLAGRANTE DE DOIS SUSPEITOS PRESOS PELA POLÍCIA MILITAR/PE COM CERCA DE 16,5 KG DE MACONHA

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

A Polícia Federal com apoio operacional da Polícia Militar (8º BPM – Belém de São Francisco), conseguiu prender, no dia 22/09/2018, Ancelmo José dos Santos, casado, 51 anos, vigilante, natural e residente em Cabrobó-(possui antecedentes criminais-Já foi preso por tráfico drogas) e Aldeites de Souza, casada, 40 anos, doméstica, natural de Picos/PI e residente em Cabrobó/PE-(possui antecedentes criminais-Já foi presa por tráfico de drogas).

As prisões aconteceram em virtude de informações repassadas pela Polícia Federal para policiais militares-(8º BPM-Salgueiro/PE), dando conta de que uma suspeita estaria saindo numa Van de lotação oriunda de Salgueiro/PE, transportando uma certa quantidade de maconha!  De posse dessas informações e das características físicas da suspeita, os militares fizeram uma barreira policial na BR 116 com vista a identificar o veículo e fazer uma busca no interior da lotação com vista a confirmar ou não as informações repassadas. Por volta das 11h, os militares perceberam a aproximação do veículo de lotação, foi determinada a sua parada e ao ser feita uma busca em seu interior foi encontrado 02 sacos contendo em seu interior cerca de 16,5Kg de maconha.

Ao ser presa a suspeita indicou o nome de Ancelmo como sendo a pessoa que lhe teria repassado toda a droga em Cabrobó/PE o que levou os militares a se deslocar até a sua residência onde também foi preso em flagrante. Antes de ser preso Ancelmo havia ligado para o telefone de Aldeites perguntando se ela já estaria em Salgueiro/PE o que comprovou ainda mais a sua participação no tráfico. A droga tinha como destino final a cidade de Brejo Santo/CE e pelo transporte a suspeita receberia a importância de R$ 500 reais quando entregasse a droga a uma pessoa que faria contato com ela por celular.

Terminado os trabalhos ostensivos e tendo sido a droga arrecadada ambos foram levados para a Delegacia de Polícia Federal em Salgueiro, onde, após terem sido informados dos seus direitos e garantias constitucionais acabaram sendo autuados pelo crime contido nos artigos 33 e 40, inciso V, da Lei nº 11.343/2006 (tráfico interestadual de entorpecentes) e caso sejam condenados poderão pegar penas que variam de 5 a 20 anos de reclusão! Após a autuação, os presos realizaram Exame de Corpo de Delito no IML-Instituto de Medicina Legal, passaram pela audiência de custódia onde foi CONFIRMADA AS SUAS PRISÕES PREVENTIVAS para em seguida ser conduzido para o sistema prisional da região, onde ficarão à disposição da Justiça Estadual/PE. Além da droga também foi apreendido um aparelho celular. Em seus interrogatórios os presos usaram do seu direito constitucional de só falar em juízo.

Fonte: Polícia Federal

PRESO PELO CIPOMA SUSPEITO DE COMERCIALIZAR ANIMAIS SILVESTRES SEM AUTORIZAÇÃO

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

A Polícia Federal em Pernambuco procedeu a atuação através de TCO-Termo Circunstanciado de Ocorrência no dia 19/09/2018, por volta de 10:30h de um suspeito preso por Policiais Militares lotados na 1ª CIPOMA- Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente. O detido foi: Jefferson Souza de Morais, de 27 anos, agricultor, natural de Recife/PE e residente no bairro San Martin-Recife/PE- (não possui antecedentes criminais). A detenção do suspeito se deu quando Policiais Militares (1ª CIPOMA) receberam a informação de que estava havendo uma comercialização ilegal de animais silvestres (14 papagaios) em um anúncio publicado no facebook através da divulgação de fotos dos papagaios, tendo inclusive um número telefônico para contato. De posse dessas informações os militares fizeram contato com o vendedor através do whatsapp, o qual lhe informou que estava vendendo os animais por R$ 500 (quinhentos reais), mas poderia vender por R$ 450 (quatrocentos e cinquenta). Dessa forma foi marcado um encontro por volta das 9h em frente ao Hospital da Mulher no bairro de Jardim São Paulo para que a compra fosse efetuada.

O suspeito chegou no local trazido por um motorista do UBER (não foi comprovada a sua participação no crime) num veículo voyage cinza tendo o vendedor apresentado na ocasião 03 papagaios sendo imediatamente detido. Na ocasião ao ser questionado onde estavam os demais papagaios colocados à venda pelo facebook, o agricultor alegou que não tinha mais nenhum animal. Na sequência os policiais foram até a sua residência no bairro de San Martin-Recife/PE com o objetivo de verificar a existência de mais animais, porém nada foi encontrado. Terminado os trabalhados ostensivos o suspeito e o motorista do UBER foram levados para a Sede da Superintendência da Polícia Federal no Cais do Apolo-Recife/PE (onde o motorista do UBER foi ouvido em termos de declarações e liberados em seguida) já Jefferson foi autuado através de TCO-Termo Circunstanciado de Ocorrência) pela prática do crime contido no artigo 29, § 1º, inciso III e artigo 32, caput da Lei 9.605/98 – (expor a venda sem a devida autorização legal de órgão competente e praticar ato de maus tratos com animais silvestres – cujas penas variam de 6 meses a 1 ano de detenção).

Em seu depoimento o agricultor informou que comprou 04 papagaios de um caminhoneiro na CEASA por R$ 250 (duzentos e cinquenta reais) a unidade, tendo um dos animais morrido. Disse ainda que não conhecia o caminhoneiro e que num primeiro momento tinha a intenção de criar os papagaios, mas no dia seguinte mudou de ideia e resolveu colocá-los à venda do facebook num perfil que vende diversos apetrechos para animais.

Todos os animais foram arrecadados e entregues para os representantes do CPRH-Agência Estadual do Meio Ambiente ficando à disposição do CETAS-Centro de Triagem de Animais Silvestre, onde após análise de suas condições serão reinseridos na natureza. Além dos pássaros também foram apreendidos um aparelho celular e a importância de R$ 800 (oitocentos reais). O detido assinou compromisso de comparecer perante à Justiça Estadual da cidade de Recife/PE, onde deve responder pelos fatos narrados no Termo Circunstanciado e tomou ciência de que o não comparecimento, no dia e horário a serem marcados pelo Juízo, sujeitará às medidas previstas na Lei.

Fonte: Polícia Federal

POLÍCIA FEDERAL APREENDE 8KG DE COCAÍNA NO AEROPORTO INTERNACIONAL DOS GUARARAPES E PRENDE DUAS PESSOAS

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Número de mulheres presas no Aeroporto dos Guararapes transportando drogas já é quase o dobro se comparada a prisão de homens

A Polícia Federal em Pernambuco, prendeu em flagrante no dia 18/09/2018, por volta das 22h, CHAIANE VIEIRA GALVÃO brasileira, solteira, 25 anos, cabeleireira, natural de Porto Alegre/RS e residente no bairro de Eldorado do Sul/RS-(não possui antecedentes criminais) e DANIEL JOSIAS DOS SANTOS brasileiro, solteira, 34 anos, servidor público estadual, natural de Porto Alegre/RS e residente no bairro em Canoas/RS-(não possui antecedentes criminais). A prisão aconteceu durante fiscalização de rotina destinada a reprimir o tráfico internacional e doméstico de entorpecentes no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre. Os Policiais Federais ao selecionar alguns passageiros e submetê-los a uma entrevista preliminar, percebeu-se que dois passageiros estavam de posse de malas parecidas, apesar de terem dito que não se conheciam e não sabiam explicar sequer o valor da passagem aérea que tinha comprado, qual a companhia aérea que estavam embarcando e o que iriam fazer em Lisboa, bem como não souberam dizer porque ambos residindo no Rio Grande do Sul optaram em pegar um voo para Lisboa/Portugal saindo por Recife/PE. Diante dessas suspeitas as suas duas bagagens foram submetidas ao aparelho de raios “x”, onde identificou-se que continha em seu interior, através de um fundo falso, placas estranhas de formato retangular. As malas foram abertas onde foi identificado 06 invólucros de substância entorpecente que ao passar pelo exame narcoteste resultou positivo para cocaína, totalizando um peso bruto de 8kg.

Terminado os trabalhos investigativos e tendo sido a droga encontrada os suspeitos receberam voz de prisão em flagrante foram informados dos seus direitos e garantias constitucionais e em seguida levados para a sede da Polícia Federal no Cais do Apolo, onde acabaram sendo autuados pela prática do crime contido no artigo 33 c/c artigo 35 e artigo 40 inciso I da Lei nº 11.343/2006 (tráfico internacional de entorpecentes e associação) e caso sejam condenados poderão pegar penas que variam de 5 a 25 anos de reclusão. Após a autuação, os presos realizaram Exame de Corpo de Delito no IML-Instituto de Medicina Legal, passaram pela audiência de custódia onde foi CONFIRMADA AS SUAS PRISÕES PREVENTIVAS para em seguida serem conduzidos para a mulher para a Colônia Penal Feminina e o homem para o COTEL- Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna, onde ficará à disposição da Justiça Federal/PE. Além da droga também foram apreendidos cartões de embarque, 02 aparelhos celulares, além da quantia de € 2.270 (dois mil duzentos e setenta euros) – cerca de R$ 11 mil reais.

Em seu interrogatório a presa uso do seu direito constitucional de só falar na presença da Justiça! Já o homem informou que conheceu um suspeito (não deu maiores detalhes) em Porto Alegre/RS o qual lhe ofereceu a proposta para transportar cocaína para a Europa e por estar passando por situação financeira difícil e ser usuário de drogas resolveu aceitar a oferta objetivando receber uma quantia entre R$ 20 mil e R$ 40 mil reais para levar a cocaína até Lisboa/Portugal. Por fim disse que chegou e Recife/PE no dia 16/09 e recebeu a mala pronta com a droga nesse mesmo hotel em Boa Viagem/PE onde estava hospedado por uma pessoa que nunca havia visto. Por fim disse que não conhecia a mulher que havia sido presa no mesmo voo que ele embarcaria.

ESTATÍSTICAS DE APREENSÃO:
Esta é a oitava apreensão de drogas no ano de 2018 realizada pela Polícia Federal no Aeroporto Internacional dos Guararapes. Até agora foram feitas 11 prisões (sete mulheres e quatro homens). Foram apreendidos 35Kg (trinta e cinco quilos) de cocaína e 86,5Kg (oitenta e seis quilos e quinhentos gramas) de Haxixe. Em 2017 foram realizadas 22 prisões (doze homens e dez mulheres) e apreensão de 45,9Kg de cocaína, 43Kg de Skunk, 22,8Kg de Haxixe, 10,4Kg de metanfetamina e 30 quilos de maconha.

www.instagram.com/portalagresteviolento

Fonte: Polícia Federal

POLÍCIA FEDERAL AUTUA EM FLAGRANTE SUSPEITOS PRESOS PELA GUARDA MUNICIPAL DO CABO DE SANTO AGOSTINHO POR ARROMBAMENTO A CARTÓRIO ELEITORAL

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

A Polícia Federal em Pernambuco procedeu a atuação em flagrante no dia 16/09/2018, por volta de 18h de quatro suspeitos presos por Guarda Municipais do Cabo de Santo Agostinho/PE. Os presos são: Valter Santos de Miranda, solteiro, 29 anos, desempregado, sem residência fixa e natural de Camaçari/BA-(possui antecedentes criminais-Já foi preso por furto no Cabo de Santo Agostinho/PE), Rafael Mariano da Silva Filho, Amasiado, 32 anos, desempregado, sem residência fixa e natural do Cabo/PE-(possui antecedentes criminais-Já foi preso por furto e agressão à sua mulher no Cabo de Santo Agostinho/PE), Amaro Márcio da Conceição, solteiro, 39 anos sem residência fixa e natural do Cabo/PE-(possui antecedentes criminais-Já foi preso duas vezes por roubar objetos de supermercados em Prazeres e Jaboatão dos Guararapes/PE), Leandro Sebastião dos Santos, solteiro, 22 anos sem residência fixa e natural do Cabo/PE-(possui antecedentes criminais-Já foi preso por tráfico de entorpecentes no Cabo de Santo Agostinho/PE),

As prisões aconteceram em virtude de informações repassadas por volta das 14h pelo Centro de Monitoramento da Guarda Municipal do Cabo para os Guardas que faziam Rondas Municipais-ROMU, dando conta de que três suspeitos teriam pulado o muro que divide o Cartório Eleitoral e a Guarda Municipal, arrombando a porta interna e retirando uma proteção da janela e se dirigido onde funcionam os cartórios da 15ª e 121ª Zonas Eleitorais e lá estavam furtando uma quantidade expressiva de material (fitas adesivas, fios de cobre, extensão de tomadas, lâmpadas, refletor, bateria, cafeteira, tesoura, grampeador, headfone e alguns produtos alimentícios). Três deles ao serem presos informaram aos guardas municipais que um quarto suspeito seria o mandante da ação e que iriam se encontrar com ele por volta das 17h para tentar roubar a arma de um vigilante, sendo ele o responsável em estudar o local e orientado os demais para que efetuassem o arrombamento e fizessem o furto dentro do Cartório Eleitoral. Durante toda a ação ele teria ficado do lado de fora e fugido com a chegada da Guarda Municipal. Tendo sido preso também numa casa abandonada perto da Defensoria Pública do Cabo com alguns produtos de um furto realizado no dia anterior (relógio, bolsa feminina e óculos de sol).

Terminado os trabalhos ostensivos e tendo sido todo o material arrecado, os presos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil do Cabo de Santo Agostinho/PE onde um dos suspeitos foi ouvido em razão do furto efetuado no dia anterior e depois os quatro foram trazidos para a sede da Superintendência da Polícia Federal no Cais do Apolo-Recife/PE, onde após terem sido informados dos seus direitos e garantias constitucionais acabaram sendo autuados pelo crime contido no artigo 155, § 4º incisos I e IV do código penal (furto qualificado com rompimento de obstáculo com concurso de duas ou mais pessoas) e caso sejam condenados poderão pegar penas que variam de 2 a 8 anos de reclusão! Após a autuação, os presos vão ser encaminhados para a audiência de custódia e caso seja CONFIRMADA AS SUAS PRISÕES PREVENTIVAS serão conduzidos para o COTEL-Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna, após realizar Exame de Corpo de Delito no IML-Instituto de Medicina Legal, onde ficarão à disposição da Justiça Federal/PE. Em seus interrogatórios três dos presos negaram participação no roubo a objetos do Cartório Eleitoral do Cabo/PE e apenas um confirmou sua participação na ação. Todos os quatro estavam sem nenhum documento de identificação e por isso precisaram ser identificados criminalmente.