ELEMENTO FOI EXECUTADO NA ZONA RURAL DE PANELAS

segunda-feira, 26 de Março de 2018

O quarto homicídio do ano em Panelas, foi cometido na tarde deste domingo (25), no final da Rua Cleto Campelo, numa região conhecida como Caldeirão, que já fica na área rural da cidade, e teve como vítima, Ranier José da Silva, vulgo “Ninja” que tinha 22 anos e era foragido da justiça. Ele foi morto a tiros.

A Polícia Militar informou que a vítima vivia cometendo vários assaltos na cidade e há algum tempo matou em desafeto a pauladas e por isso havia um Mandado de Prisão em seu desfavor. A PM ainda ressaltou que ele pode ter sido atraído para o local para fumar maconha e os próprios amigos o mataram.

O corpo foi encaminhado para o IML de Caruaru.

PINTOR FOI ASSASSINADO A TIROS NO CENTRO DE PANELAS

sexta-feira, 23 de Março de 2018

O terceiro homicídio do ano em Panelas, ocorreu na manhã desta quinta-feira (22), na Praça ao lado do Banco do Brasil, no centro da cidade e teve como vítima o pintor, Sebastião Herculano da Silva, que era conhecido por “Filho” de 47 anos. Ele estava trabalhando para Prefeitura da Cidade fazendo uma pintura e o crime foi cometido por dois homens em um carro.

A Polícia Civil não soube precisar se ele já foi preso, mas as informações ainda são poucas e todas as hipóteses estão sendo verificadas e o corpo foi encaminhado para o IML de Caruaru, onde foi periciado e já liberado.

JOVEM FOI ASSASSINADO EM PANELAS

sexta-feira, 16 de Março de 2018

Um jovem foi assassinado na cidade de Panelas, era por volta das 19h30min, desta quinta-feira (15), quando populares ouviram o barulho de vários disparos de arma de fogo em um terreno baldio, ao se dirigirem para o local, se depararam com o corpo já sem vida do jovem Edvaldo Cícero da Silva, conhecido Zorinho, de 22 anos, que residia no centro da cidade.

O delegado Dr. Igor Nogueira, disse acreditar que o jovem tenha sido atraído para o local, possivelmente para o usar drogas, segundo o delegado, na madrugada de ontem quinta-feira, ele participou de um arrombamento a um salão de beleza e a noite foi executado com cerca de seis disparos, todos na região da cabeça.

Após o levantamento cadavérico o corpo foi encaminhado para o IML de Caruaru.

PRESO EM GARANHUNS UM DOS ELEMENTOS ENVOLVIDOS NO RAPTO DE CRIANÇA EM PANELAS

sábado, 30 de dezembro de 2017

Uma operação da Polícia Militar e Civil resultou na prisão de um dos envolvidos no rapto da menina Flaviana da Silva Moreira, de 3 anos, a operação foi realizada nas primeiras horas da manhã deste sábado (30), no bairro da Massaranduba, em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco.

A prisão de Robério Aparecido da Silva, de 31 anos, aconteceu por força de mandado de prisão expedido por um juiz da cidade de Caruaru, durante está semana ele chegou a ser preso duas vezes, conduzido ao plantão da 18ª DESEC e por não haver mandado de prisão foi liberado.
Na última quarta-feira (27), o carro usado por Robério e o comparsa que está sendo procurado, foi localizado também na massaranduba pela 22ª Delegacia de Homicídios e policiais do GATI, no mesmo dia a criança que até então não tinha sido encontrada foi deixada por duas mulheres na cidade de Catende, na Mata Sul do Estado.

A Operação contou com a participação do Núcleo de Inteligência do Agreste, Malhas da Lei, GATI, ROCAM e Policiais civis, Robério foi levado para delegacia de Caruaru e será recolhido ao Presídio Juiz Plácido de Souza.

LAUDO DO IML DESCARTA VIOLÊNCIA SEXUAL EM CRIANÇA SEQUESTRADA EM PANELAS

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Durante uma coletiva de imprensa realizada pela Secretaria de Defesa Social (SDS) na manhã desta quinta-feira (28) no Recife, foi divulgado o laudo do Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, que descartou que a criança de três anos, sequestrada em Panelas, tenha sofrido violência sexual.

De acordo com a gerente da Polícia Científica, Sandra Santos, a criança apresentava descuidos, mas não foram encontrados indícios de abuso sexual.

“A criança foi levada ao IML de Caruaru. Lá, o perito médico legista José Alves fez a perícia traumatológica e a perícia sexológica. Ele não confirmou a informação de que a criança havia sido estuprada. Segundo o médico, não há nenhum sinal de violência sexual e física na criança”, afirmou a gerente geral da Polícia Científica, Sandra Santos.

A informação divulgada na coletiva contradiz o que foi dito na manhã desta quinta-feira (28) pela Polícia Civil. Anteriormente, a polícia havia divulgado que um médico da policlínica do município, onde a criança foi atendida, teria informado que o hímen dela estava rompido.