CONDUTOR DO SAMU FOI EXECUTADO EM QUIOSQUE NO CENTRO DE FREI MIGUELINHO

segunda-feira, 28 de outubro de 2019

O condutor do Samu do município de Frei Miguelinho, no Agreste, Guilherme José de Moura Filho, de 36 anos, foi executado com vários tiros na noite deste sábado (26) num quiosque no centro da cidade.

“Xinha” como era conhecido, tinha acabado de chegar no estabelecimento e sentou para tomar um cerveja com dois amigos, quando foi surpreendido com a chegada de dois homens em uma moto que mandaram os dois amigos se afastarem e executaram a vítima.

O corpo foi encaminhado para o IML de Caruaru e até agora ninguém foi preso.

PASSAGEIRA FOI MORTA EM TENTATIVA DE ASSALTO A UM TOYOTA DE LOTAÇÃO NA ZONA RURAL DE FREI MIGUELINHO

quinta-feira, 25 de abril de 2019

Uma mulher conhecida por Terezinha, foi assassinada por volta do meio dia desta quarta-feira (24), no Sítio Juá do Manso, na zona rural de Frei Miguelinho, no Agreste pernambucano. Ela voltava da feira de Surubim num Toyota de lotação, quando dois marginais anunciaram o assalto ao veículo e ela acabou sendo morta pelos meliantes que se evadiram depois do crime.

A Polícia Civil está investigando o caso e o corpo da vítima foi encaminhado para o IML de Caruaru.

DOIS JOVENS DE TORITAMA FORAM ASSASSINADOS NA PE 90 EM FREI MIGUELINHO

quarta-feira, 07 de fevereiro de 2018

Um duplo assassinato foi cometido no final da noite desta terça-feira (06), na PE 90 em Frei Miguelinho e teve como vítimas, Sueliton Rua de Moura, de 33 anos e Manoel Messias dos Santos, de 30 anos, que moravam em Toritama. Eles estavam em um carro e foram mortos a tiros.

De acordo com a Polícia Militar, o policiamento de Frei Miguelinho foi informado pelo SAMU de uma solicitação de socorro, pois havia ocorrido uma colisão entre um carro e uma moto. As equipes foram até o local para averiguar o ocorrido, tendo sido constatado pelo SAMU que as vítimas já estavam mortas e tinham sido alvejadas por disparos de arma de fogo.

A equipe policial insolou o local do crime e comunicou o ocorrido a Polícia Civil para dar continuidade nas investigações e remoção dos cadáveres.