EX-PRESIDIÁRIO FOI ASSASSINADO NO CENTRO DE CUPIRA

segunda-feira, 05 de Fevereiro de 2018

Um crime de morte foi registrado na cidade de Cupira na noite deste domingo (4), e teve como vítima o ex-presidiário Cícero Diomedes Campos, conhecido “Peru”, de 36 anos, que segundo familiares respondia por vários crimes.

A Polícia Militar informou que ele foi perseguido por indivíduos não identificados e na tentativa de escapar entrou numa farmácia com moto e tudo, em seguida pulou da moto e em seguida foi alcançado na Rua Gonçalves Dias, no centro e foi atingido com tiros nas costas, possivelmente de revolver calibre 38, próximo ao corpo haviam cinco cápsulas do mesmo calibre.

O corpo foi encaminhado para o IML de Caruaru.

AGRICULTORA É ASSASSINADA PELO FILHO EM CUPIRA

terça-feira, 23 de Janeiro de 2018

O segundo crime de morte do ano da cidade de Cupira, foi registrado na noite desta segunda-feira (22), no Sítio Serra Verde de Aprígio, na zona rural, a vítima foi a aposentada Maria Ambrosina da Silva, de 61 anos, que foi morta com um tiro no peito efetuado pelo próprio filho, José Henrique da Silva, de 22 anos. Segundo os familiares foi um tiro acidental disparado pela espingarda do rapaz, enquanto o mesmo limpava a arma e em seguida saiu gritando no terreiro que tinha matado a mãe e conseguiu se evadir.

A Polícia Militar fez o isolamento do local e o perito criminal Dr. Cleomacio Miguel, constatou que a vítima foi morta com dois disparos e isso passa um forte indicativo de que foi um crime intencional, descartando assim o tiro acidental, o perito disse que pelo cenário constatou que houve uma discussão e vias de fato entre mãe e filho, mas tudo isso está sendo analisado pela Polícia Civil e o delegado Bruno Bezerra informou que aguarda novas informações referentes ao caso.

O corpo da vítima foi encaminhado para o IML de Caruaru.

EXECUTADO EM CUPIRA JOVEM QUE ERA ACUSADO DE MATAR ESTUDANTE NA PORTA DE COLÉGIO

quinta-feira, 04 de Janeiro de 2018

A cidade de Cupira registrou na noite desta quarta-feira (03), o primeiro crime de morte do ano de 2018, fato que ocorreu na Avenida Miguel Pereira Neto.

A vítima, um homem identificado apenas por “Washington” era um elemento que vivia pedindo esmolas pela cidade e era o principal suspeito de ter matado um estudante na porta de um colégio da cidade, no dia 12 de outubro do ano passado, durante as comemorações do dia das crianças, que foi um crime de grande repercussão no estado.

“Washington” foi morto com tiros de grosso calibre e de revólver e até o momento os autores não foram identificados.