terça-feira, 24 de novembro de 2020

A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) desencadeou, na manhã desta terça-feira (24), a Operação Arremate, com o objetivo de desarticular um esquema criminoso apontado como responsável por criar sites falsos de leilão virtual de veículos.

Segundo a corporação, os suspeitos envolvidos são investigados desde maio deste ano pelos crimes de lavagem de dinheiro, estelionato e falsidade ideológica. As investigações começaram a partir de denúncias do Banco C6. Foram achadas evidências de várias contas de pessoas físicas e jurídicas que recebiam dinheiro oriundo de depósitos realizados por terceiros, vítimas de leilões fraudulentos operados em dois sites. O prejuízo, aponta a polícia, foi de R$ 1.122.810,85.

Ao todo, a operação cumpre 14 mandados de busca e apreensão domiciliar nas cidades do Recife e de Olinda e Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife (RMR). As ordens judiciais foram expedidas pela 10ª Vara Crminal da Capital. Uma pessoa foi presa em flagrante.

Nesta terça, foram apreendidos documentos, mídias, computadores, celulares, R$ 20 mil, maquinetas de cartão de crédito, cartões de crédito de terceiros e comprovantes de depósito. Todo esse material irá subsidiar a sequência das investigações.

A presidência da investigação é do delegado Eronides Meneses Júnior, titular da Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DPCRICI), vinculada ao Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco). Na execução da operação, foram empregados 75 policiais civis.

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

renato-curvelo-2021

renato-curvelo-2021

CONTADORA

CONTADORA

banner anuncie (2)

banner anuncie (2)