sexta-feira, 06 de dezembro de 2019

No Dia Nacional de Combate à Dengue, Saúde reforça a importância da eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti

Combater o Aedes aegypti é a melhor estratégia para evitar a dengue, bem como a febre do chikungunya e a zika, que também são transmitidas pelo mosquito. “Para evitar as doenças, é preciso combater o vetor, eliminando ou adequando depósitos e recipientes que possam acumular água parada, servindo como potenciais criadouros e, com isso, evitando o estabelecimento de focos”.

O Dia Nacional de Combate à Dengue será celebrado nos dias 06 e 07/12/2019. A V Gerência Regional de Saúde/SES/PE mobilizou todos os municípios da sua área de abrangência para que toda a população redobre a atenção na vistoria às suas casas e quintais para evitar a formação de criadouros.

Segundo Catarina Tenório, a mobilização da população é peça-chave para o sucesso do programa. “Cuidamos diretamente com as secretarias municipais de saúde para que todos se integrem. Combater a proliferação do Aedes Aegypt é trabalho de todos, A coordenadora da Vigilância em Saúde da GERES, Conceição Santana, explica ações que todos podem promover em suas residências e locais de trabalho: “É importante realizar a limpeza de calhas, verificar regularmente o quintal e seu entorno para identificar os riscos para estabelecimento de potenciais criadouros, eliminar qualquer utensílio com água parada, e se for realmente necessário utilizar tampas, entre outras”. As ações para prevenção das doenças e combate do mosquito vetor devem ser contínuas e permanentes ao longo do ano e intensificadas no período chuvoso.

Neste ano o Ministério da Saúde antecipou a veiculação da Campanha Nacional de Combate ao Aedes Aegypt, em virtude da situação epidemiológica da dengue, cuja transmissão manteve-se sustentada ao longo do de 2019.

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

CONTADORA

CONTADORA

banner anuncie (2)

banner anuncie (2)