sábado, 23 de novembro de 2019

Na tarde desta sexta-feira (22), foi assassinado dentro de uma van de lotação em frente ao Bar do Peixe, na BR 104 em Agrestina, o agente penitenciário, Valmir Sales da Silva, de 41 anos, que trabalhava no Centro de Ressocialização do Agreste em Canhotinho e morava em Cupira. Ele pegou o transporte em Caruaru e três indivíduos pegaram o veículo em frente ao Hospital Regional do Agreste em Caruaru, o carro parou para pegar uma passageira em frente ao bar do peixe, onde eles anunciaram o assalto e mataram o agente penitenciário com um tiro na boca.

Numa rápida resposta a sociedade foi montada uma força tarefa entre policiais da GISO (Serviço de Inteligência da Seres), NIAZM (Serviço de Inteligência da PM), Gati do 4º BPM, GT de Agrestina, policiais civis da 2ª Delegacia de Caruaru e da Delegacia do Denarc de Caruaru, que se dirigiram ao local do fato, onde já começaram as buscas e por volta das 19:h30min receberam um informe que um dos elementos estaria na Rua Severino José Torres, no Loteamento Campo Novo em Agrestina, os policiais se deslocaram a residência e encontraram, Jeferson José Rodrigues, de 20 anos e ao ser questionado ele os levou a outro endereço no mesmo bairro, onde realizaram um cerco e apreenderam um menor que também está envolvido no latrocínio.

Após apreenderem os dois, novas informações foram surgindo e descobriram que o terceiro marginal que participou do latrocínio foi, Paulo Roberto da Silva, vulgo “Paulinho”, que reside na Rua Campo Novo em Agrestina, foram a casa dele, mas não o encontraram, foram realizadas algumas incursões, porém sem êxito e ele está sendo considerado foragido.

No final os dois indivíduos foram encaminhados para a Divisão de Homicídios de Caruaru e lá o adolescente confessou a participação no crime, disse ainda que o Jeferson José foi o autor do disparo no agente penitenciário. Jeferson foi autuado em flagrante por latrocínio, contra o menor foi lavrado um procedimento especial análogo ao crime de latrocínio e logo mais a tarde o Jeferson será apresentado na audiência de custódia e o menor será apresentado ao Ministério Público.

Postado Por: Paulo Fernando

clinica

clinica

CONTADORA

CONTADORA

CURVELO

CURVELO