sexta-feira, 06 de setembro de 2019

A Polícia Federal em Pernambuco, procedeu a autuação em flagrante na manhã do dia 04/09/2019, por volta das 17h, do suspeito Anderson Mauro do Nascimento, vulgo “rato”, brasileiro, solteiro, 28 anos, auxiliar de serviços diversos, natural de Recife/PE e residente em Cajueiro Seco-Prazeres-Jaboatão dos Guararapes/PE-(não possui antecedentes criminais).

A prisão foi realizada por policiais militares lotados na Rádio Patrulha através de informações repassadas por moradores da região de Cajueiro Seco-Prazeres, dando conta de que um indivíduo estaria traficando drogas naquela região. De posse das características físicas do suspeito, os militares se dirigiram até o local das denúncias e o identificaram. Ao ser submetido a uma busca pessoal nada foi encontrado. No prosseguimento da ação Anderson consentiu que os policiais militares adentrassem na sua residência para averiguação e dentro do imóvel, após uma busca minuciosa encontram uma pequena quantidade de maconha (44 gramas) em cima de uma mesa e R$ 235 reais em cédulas falsas (19 cédulas de R$ 5 reais e 14 cédulas de R$ 10 reais).

Terminado os trabalhos ostensivos e tendo sido arrecadados a pequena quantidade de maconha e as notas falsas, o preso recebeu voz de prisão em flagrante, foi informado dos seus direitos e garantias constitucionais e em seguida foi levado para a Superintendência da Polícia Federal, onde acabou sendo autuado em flagrante pelo crime contido no artigo 289 § 1º do Código Penal  (Guardar Moeda Falsa) e caso seja condenado poderá pegar penas que variam de 3 a 12 anos de reclusão, além de multa! Após a autuação, o preso realizou Exame de Corpo de Delito no IML – Instituto de Medicina Legal, foi encaminhado para a audiência de custódia onde foi liberado e responderá ao processo em liberdade.

Em seu interrogatório ANDERSON disse que a maconha encontrada é para seu consumo por ser usuário e negou ser traficante de drogas, apesar de várias pessoas da localidade afirmar o contrário. E que com relação as notas falsas elas pertencem ao seu filho, o qual utilizava como uma espécie de brincadeira, porém, sabia que eram falsas ao observá-las pela primeira vez que as viu. E que não as destruiu porque pensava que não era crime tê-las em casa.

ESTATÍSTICAS EM PERNAMBUCO

EM 2018 REGISTRAMOS OS SEGUINTES RESULTADOS:

04 apreensões significativas;

R$ 33.500,00 (trinta e três mil e quinhentos reais); 06 presos;

EM 2019 REGISTRAMOS OS SEGUINTES RESULTADOS:

04 apreensões significativas;

R$ 11.400,00 (onze mil e duzentos reais); 06 presos;

A maior apreensão realizada pela Polícia Federal no Estado de Pernambuco aconteceu no dia 14.09.2009 através da “Operação Contenção” realizada nas cidades de Canhotinho/PE, Agrestina/PE e Caruaru/PE quando foram presas 04 pessoas e apreendidas R$ 44.900,00 (quarenta e quatro mil e novecentos) reais em notas falsas.

Postado Por: Jailson Ferreira


CONTADORA

CONTADORA

CURVELO

CURVELO