quarta-feira, 03 de julho de 2019

A tarde desta terça-feira (2) foi de despedida em Santa Maria do Cambucá, no Agreste de Pernambuco, onde o corpo do soldado da Polícia Militar André José da Silva, 32 anos, foi sepultado. Familiares, amigos, policiais militares e outras pessoas da comunidade participaram do enterro no cemitério do município.

Antes do sepultamento, uma homenagem foi realizada pelos policiais militares para o soldado. Mais cedo, a viúva, Dímitra Silva destacou que a atuação do marido na polícia era a realização de um sonho. Ele deixa três filhas. Dímitra revelou ainda sobre como vai lembrar do soldado: “Com amor, meu eterno guerreiro, minha vida. Para sempre um guerreiro”. Ela passou o velório abraçada com a farda do marido.

Os oito suspeitos de envolvimento na morte do PM, em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, mortos na manhã desta terça-feira (2) durante uma operação das polícias de Pernambuco e da Paraíba, eram integrantes de uma quadrilha interestadual especializada em assaltos a bancos.

De acordo com nota oficial divulgada pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE), uma operação integrada encontrou os suspeitos no Sítio Boi Braco, zona rural, no limite entre os municípios paraibanos de Barra de São Miguel e Riacho de Santo Antônio. Os suspeitos teriam reagido à investida e foram baleados pelos policiais. Todos os assaltantes morreram.

Relembre o caso

A quadrilha era procurada na região desde essa segunda-feira (1º), quando praticou um assalto contra uma casa lotérica e um mercado no bairro Dona Lica, em Santa Cruz do Capibaribe (PE).

Na fuga, o grupo foi perseguido e trocou tiros com dois policiais militares que iniciaram uma perseguição. Na confusão, o soldado André José da Silva, 32 anos, e o sargento Moacir Pereira, 47, foram baleados. O primeiro não resistiu e faleceu. O outro segue em recuperação no Hospital Regional do Agreste (HRA).

(Com informações do NE10)

Postado Por: Paulo Fernando


campanha policia cientifica

campanha policia cientifica

CONTADORA

CONTADORA

CURVELO

CURVELO
.
.