quarta-feira, 26 de junho de 2019

Segundo a Polícia Civil, na manhã desta quarta-feira, 26/6, Policiais Civis da 22ª Delegacia de Homicídios de Garanhuns, receberam informações de que um grupo de pessoas, moradoras da Liberdade, em Garanhuns, associaram-se com a intenção de criar no local um ponto de venda de drogas. Ainda segundo a polícia, as residências estavam sendo utilizadas como ponto de comércio de drogas.

As investigações apontaram que no local haveria também arma que poderia ter sido utilizada na prática de roubos e homicídios na cidade. Então, foi realizado monitoramento das residências e constatada a veracidade das informações, segundo a Polícia Civil.

A polícia informou ainda que diante da situação de flagrante delito, devido ao monitoramento policial, os suspeitos foram abordados pela equipe de Agentes da Delegacia de Homicídios de Garanhuns. Após buscas pessoais, foi encontrado com os suspeitos 34 pedras de crack, R$ 383,20 em notas diversas, embalagens destinadas para separação da droga que seriam destinadas à venda. Após as apreensões, foram realizadas buscas nas residências dos suspeitos e na casa de Sílvio da Silva, foi encontrado um revólver calibre 38, e 13 munições do mesmo calibre.

Diante do material ilícito encontrado na casa, foi dada voz de prisão ao Silvio da Silva, e Renato Melo da Silva, sendo eles conduzidos até a 22ª Delegacia de Homicídios de Garanhuns, onde foram autuados pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse de arma de fogo de uso permitido, segundo o Delegado Eric Costa que comandou as investigações.

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

CONTADORA

CONTADORA

banner anuncie (2)

banner anuncie (2)