segunda-feira, 11 de março de 2019

O deputado federal Fernando Rodolfo (PR-PE) criticou a falta de esclarecimento do prefeito Izaías Regis por não participar da sessão solene de hoje (segunda, 11) da Câmara dos Deputados em homenagem ao 208º aniversário de Garanhuns. “Ele foi convidado, não enviou representante e nem se justificou. A explicação dele terá de ser dada ao povo de Garanhuns”, declarou, ao abrir a sessão.

Autor da iniciativa e presidente da sessão solene, Rodolfo leu discurso do presidente da Câmara no qual Rodrigo Maia (DEM-RJ) ressaltou “o imenso patrimônio histórico e cultural” do município e afirmou que “reisados e outras manifestações culturais materiais ou imateriais de Garanhuns são a força que molda a cultura de grande parte de Pernambuco”.

Nascido em Garanhuns, o deputado destacou, em seu discurso,  que além da “sua privilegiada condição geográfica e do consagrado acolhimento do seu povo”, a cidade foi também “marco histórico no esforço pela construção da unidade nacional”. Lembrou ter sido em Garanhuns que Juscelino Kubitschek promoveu, em abril de 1959, um seminário sobre o desenvolvimento do Nordeste que resultou depois na criação da Sudene.

A duplicação da BR-423, entre São Caetano e Garanhuns, foi uma reivindicação comum na maioria dos 12 rápidos discursos feitos nas quase duas horas da sessão. ‘A urgência da duplicação da BR-423 é cada vez mais evidente”, declarou Dom Fernando Guimarães, arcebispo militar do Brasil e bispo da diocese do município entre 2008 e 2014, um dos integrantes da mesa da sessão. Em quatro outros discursos foi destacado que foram necessários  28 anos, com a votação de Fernando Rodolfo, para Garanhuns eleger novamente um deputado federal garanhuense.

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

prof marcio

prof marcio

CONTADORA

CONTADORA

banner anuncie (2)

banner anuncie (2)