quinta-feira, 29 de agosto de 2019

A polícia acredita que o prejuízo para o tráfico com está apreensão supere os 30 mil reais

Na tarde desta quarta-feira (28), policiais civis da 8ª Delegacia de Repressão ao Narcotráfico, sob a coordenação do Delegado Flávio Pessoa, juntamente com policiais da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Garanhuns, coordenados pela Delegada Tatiane Rossi, realizavam diligências investigativas nas proximidades da BR 423, local onde é frequente a comercialização de drogas.

Durante as diligências, os policiais flagraram movimentações suspeitas às margens da rodovia, próximo à UPAE. Após um indivíduo sair de um beco, ele empreendeu fuga ao visualizar as viaturas. Os agentes foram em perseguição e adentraram no beco. Neste beco havia uma pequena residência na qual os agentes sentiram forte odor de entorpecentes.

Ao adentrarem na residência, os agentes flagraram duas mulheres no quarto contando dinheiro em cima da cama, bem como bastante quantidade de drogas no quarto. As mulheres foram identificadas como Joyce Kelly e Aline Oliveira.

Foram apreendidos nas buscas 870 gramas de crack, 4,700 quilos de maconha, R$ 2.500 (dois mil e quinhentos reais), uma balança de precisão, sacos plásticos e um caderno de anotações. As mulheres e o material foram conduzidos até a sede do DENARC, onde foram autuadas por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

JAILSON-AVIAMENTO-ABRIL-2019-AV

prof marcio

prof marcio

CONTADORA

CONTADORA

banner anuncie (2)

banner anuncie (2)