sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

A 22ª Delegacia de Homicídios de Garanhuns, por intermédio do Delegado Eric Costa Candido, divulgou na manhã desta sexta-feira (11), o balanço geral do trabalho desenvolvido e números referentes ao ano de 2018, no que se refere aos Crimes Violentos Letais Intencionais – CVLI.

No ano de 2018 foram 38 CVLI(s) consumados, enquanto no mesmo período de 2017 foram um total de 62 crimes. Com 24 CVLI(s) a menos, houve uma redução de cerca de 40% (quarenta por cento) nos números de crimes contra a vida na cidade.

A taxa de resolução, crimes em que os autores são identificados e os Inquéritos Policiais são enviados ao poder judiciário para que sejam julgados, foi de 71% enquanto no mesmo período do ano de 2017, o índice foi de 50%.

No mês de dezembro de 2018 ocorreram dois homicídios na cidade de Garanhuns, sendo o último as 22:30 horas do dia 31/12/2018. Ambos os crimes tiveram seus autores identificados.

No ano de 2019 segundo o delegado ainda não ocorreu CVLI na cidade de Garanhuns.

Em 2018, foram expedidos pelo poder judiciário 37 mandados de prisões em decorrência de investigações realizadas pela 22ª Delegacia de Homicídios. Foram cumpridos ao todo 31 mandados de prisão e realizadas 28 prisões em flagrante.

No que se refere as apreensões de armas e drogas, em 2018 a Delegacia de Homicídios apreendeu 16 armas de fogo, sendo uma delas, um Fuzil 556, de fabricação americana. Foram ainda apreendidos cerca de 1kg de Crack, 13,8 Kg de maconha e 890,8 gramas de cocaína.

“Em 2019, os desafios continuam e trabalharemos para proporcionar uma sociedade mais tranquila, com paz social, fortalecendo a credibilidade do cidadão no trabalho da Polícia Civil, buscando cada vez mais reduzir os índices de criminalidade”. Pontua o delegado Eric Costa.

farmacia caetes

farmacia caetes

popular

popular

sandro pizzaria

sandro pizzaria

madruga

madruga

prefeitura águas belas

prefeitura águas belas

banner campanha

banner campanha