quarta-feira, 05 de dezembro de 2018

A Prefeitura de Lajedo conquistou mais uma vez a licença de operação do Aterro Sanitário. Os resultados reconhecidos pela Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), responsável pela liberação, beneficiam não só Lajedo, mas as 9 cidades vizinhas consorciadas. O prefeito Rossine comemorou a conquista junto com o secretário de Meio Ambiente e a engenheira ambiental responsável, nesta quarta-feira, 05.

Em Lajedo o Meio Ambiente é levado a sério. Desde que admitiu a Prefeitura, o prefeito Rossine firmou o compromisso com o setor e a sustentabilidade, revertendo a situação que foi encontrada em 2013 ao assumir a gestão municipal. A adesão de projetos na educação e gestão ambiental como o Programa Lajedo Cidade Limpa são reflexos do trabalho desenvolvido pela Secretaria de Planejamento, Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente.

“Várias medidas foram tomadas, muito trabalho, esforço e dedicação de toda equipe vem mantendo o título de Aterro Sanitário, permitindo seriedade no trabalho com resíduos sólidos”, explicou o secretário Cícero Júnior. Dentre as exigências cumpridas estão: manutenção da ETE (Estação de Tratamento de Efluentes) e estrada, praça ecológica, recebimento do lixo classe II A e outras, de acordo com os critérios do CONAMA – Conselho Nacional de Meio Ambiente.

Segundo a responsável técnica e engenheira ambiental Letícia Cavalcante, a conquista da licença operacional pelo segundo ano consecutivo acarreta benefícios para a saúde pública, ambiental e também o favorecimento do ICMS Verde, verba destinada aos municípios que descartam o lixo, corretamente.  “A disposição de resíduos sólidos orgânicos em aterros sanitários exige muito cuidado. Para ser qualificado como Disposição final ambientalmente adequada, o aterro sanitário precisa se encaixar perfeitamente no conceito da Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS que define entre outras, a minimização dos impactos ambientais adversos”, disse a engenheira.

drogaria

drogaria

prefeitura de garanhuns julho 2018

prefeitura de garanhuns julho 2018

otica aquarios agreste violento

otica aquarios agreste violento