sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Os primeiros detalhes sobre o desfile cívico-militar foram discutidos nesta quinta-feira (09)

Na tarde desta quinta-feira (9), foi realizada uma reunião no auditório do 71 Batalhão de Infantaria Motorizado (BIMtz) sobre a formatação inicial dos desfiles cívicos do Sete de Setembro, dia em que é comemorada a Independência do Brasil. A diretora de Ensino da Secretaria de Educação, Cláudia Oliveira, apresentou aos militares do Batalhão de Infantaria o formato adotado pelo Governo Municipal a cada ano na realização dos desfiles. A titular da pasta, Eliane Vilar, também esteve presente na ocasião, que ainda contou com a presença da secretária de Comunicação Social, Jacqueline Menezes; do diretor de trânsito da AMSTT, Drailton Barros; chefe da Guarda Municipal, João Paulo Veras, e da coordenadora do projeto Educar para Valer, Ana Flávia Lins. Da equipe do Batalhão participaram o Ten. Cel. Goyanna, o Major Ademir, responsável pelo setor de operações; o Major Expedito, responsável pelo setor de Inteligência e o Ten. Marcos Torres, da Comunicação.

Entre os assuntos discutidos nesse momento inicial, foi informado a quantidade de alunos que irão desfilar, as instituições e os horários. A pedido do comando do Exército, o desfile deste ano trará uma mudança de formato. A revista da tropa, que normalmente ocorre no início do desfile, só deverá ser realizada após os desfiles cívicos. Por isso mesmo, a tropa do Exército só chegará na concentração por volta das 09h ou 10h da manhã para se posicionarem com a formação para o desfile.

Uma nova reunião, esta com a participação de todos os entes envolvidos, deverá ser realizada no dia 29 de agosto. “Este é um primeiro momento, mas normalmente temos poucos ajustes. O desfile de 7 de setembro é um momento muito aguardado pela nossa comunidade escolar, e também pelos moradores de Garanhuns. Temos certeza que será mais um belo desfile, seguro e bem organizado”, pontuou Cláudia Oliveira.

drogaria

drogaria

prefeitura de garanhuns julho 2018

prefeitura de garanhuns julho 2018

otica aquarios agreste violento

otica aquarios agreste violento